===============================

CRÔNICA

Três conselhos e uma sentença

Janio Ferreira Soares

1) – Bem que eu lhe avisei: “Lula, cuidado com essa Rosemary!”, mas você parecia enfeitiçado! Agora tai com essa cara de quem comeu e não gostou. Bem feito!

– Mas Marisa, como é que eu ia adivinhar que mais uma vez seria apunhalado pelas costas?

– Revendo seus conceitos, homem! Ou você faz isso ou seu lombo vai terminar igual a uma tábua de pirulito.

– Ô minha galega, nem fale em pirulito que eu me lembro daqueles lá de Caetés que deixavam meus dentes cariados, mas eu me lascava todo!

– Continue brincando que um dia a casa cai!

2) – Pense bem, Glória, esse negócio de mais uma novela num país exótico, sei não, o telespectador não é tão bobo assim.

– Mas agora é diferente. A protagonista vem desses filmes modernos, Febre do Rato, essas coisas bem mangue beat. Ela vai morar na ex-comunidade da empreguete Penha. Enquanto isso Capitão Herculano, aquele cangaceiro de Cordel Encantado, vai passear de balão na Turquia e se envolve com a nora de Jair Rodrigues e com a filha de Fábio Júnior. Aliás, talvez eu transforme uma das duas num travesti para formar um casal bizarro com o filho de Gretchen, sei lá, tou cheia de ideias. Ah, e tem uma música nova de Roberto Carlos que vai tocar tanto que logo o Brasil sentirá saudades de Ai, Se Eu Te Pego.

– Sei não, sei não, tá tudo muito confuso!

3) – Lembra o que eu lhe dizia? “Lula, esse negão não é de confiança!”.

– Mas Dirceu, o Bastos me garantiu que ele era do nosso time e que seria bom pra minha imagem nomear um afro para o STF.

– Vou lhe confessar uma coisa, a prisão eu até aguento, mas suportar o fato de Esse Cara Sou Eu se transformar na trilha sonora desse meu drama aí já é demais. Se pelo menos fosse algo parecido com Coração de Estudante. E o pior é que já tem engraçadinho escrevendo Esse Cara é Dirceu, uma paródia sem nenhum cabimento. Sinceramente, acho que vou fraquejar.

– Calma, companheiro, calma que eu vou lhe mandar uns charutos cubanos e…

– Eu só preciso de uma coisa, amigo. Uma boa corda de sisal torcido pra suportar o peso da minha pseudo-culpa.

Janio Ferreira Soares, cronista, é secretário de Cultura, Esportes e Turismo de Paulo Afonso, do lado baiano do Vale do Rio São Francisco

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • dezembro 2012
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31