DEU NA FOLHA DE S. PAULO

A Folha recebeu na noite desta terça-feira, em solenidade no Rio de Janeiro, o Grande Prêmio Esso de Jornalismo, a principal premiação do gênero no país.

O trabalho contemplado foi a série “O jogo suspeito e a queda de Ricardo Teixeira”, sobre a atuação e a queda do ex-presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

Em 20 reportagens entre fevereiro e junho deste ano, os repórteres Sérgio Rangel, Filipe Coutinho, Julio Wiziack, Leandro Colon e Rodrigo Mattos revelaram que o cartola ganhou dinheiro por jogos da seleção por meio da Ailanto, empresa de Sandro Rosell, presidente do Barcelona.

Após 23 anos na CBF, Teixeira deixou o cargo em março.

Desde 1968 uma reportagem de esporte não conquistava o Grande Prêmio.

Foram avaliados 1.302 trabalhos, um recorde, sendo 677 reportagens e séries, que concorreram em 11 categorias.

A matéria “Filho da rua” rendeu ao “Zero Hora” o prêmio na categoria Reportagem. “O Estado de S. Paulo” ganhou o prêmio de Fotografia e o da categoria Regional Sudeste. “O Globo” venceu nas categorias Educação e Criação Gráfica.

Foi o segundo ano seguido em que o prêmio principal ficou com a Folha: no ano passado o jornal ganhou com a série de reportagens sobre o enriquecimento do então ministro Antonio Palocci (Casa Civil). O ministro caiu em junho.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • dezembro 2012
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31