.

=======================================


Hora do almoço em imagem postada
no Facebook do petista Edval Passos

=======================================

DEU NO JORNAL A TARDE

Patrícia França e Levi Vasconcelos

Um almoço oferecido pela “velha guarda do PT baiano” encerrou, nesta segunda-feira, 19, os dias de sol do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, no luxuoso Condomínio Busca Vida, no litoral norte de Salvador, onde passou o feriadão da Proclamação da República. Condenado a 10 anos e 10 meses de prisão pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no processo do mensalão, Dirceu comeu bode – animal que nos rituais do candomblé é usado para o sacrífico e que no Nordeste também é símbolo de resistência na seca.

No final de semana, Dirceu exibiu boa aparência ao ser flagrado de bermuda estampada na varanda da casa emprestada pelo empresário do setor imobiliário Manuel Martinez, dono da R2 Construtora. Nesta segunda, segundo revelou o anfitrião do almoço, o deputado estadual Josias Gomes, o ex-ministro demonstrava um “ótimo humor”.

“Preparei uma paella em homenagem à presidente Dilma Rousseff, que está na Espanha. Mas o Zé gostou mesmo foi do bode assado. Até pediu que mandássemos, a carne para ele, em Brasília”, informou Gomes, que é amigo do ex-ministro desde a fundação do Partido dos Trabalhadores.

No seleto grupo que compareceu à casa do parlamentar, no bairro da Pituba, em Salvador, estavam o ex-presidente da Petrobras e hoje secretário do Planejamento da Bahia, José Sérgio Gabrielli, o secretário da Casa Civil, Rui Costa – ambos cotados para suceder o governador Jaques Wagner -, os deputados federais Zezéu Ribeiro e Valmir Assunção, e os estaduais Luiza Maia, Rosemberg Pinto e Fátima Nunes, além do presidente do PT, Jonas Paulo, e do prefeito eleito de Teixeira de Freitas, João Bosco.

Rito sumário – Aos amigos baianos o ex-chefe da Casa Civil no governo Lula, que na semana passada teve o passaporte confiscado pelo Supremo, disse que considerava “sui generis” que um processo complexo como foi o do mensalão tivesse um julgamento em um espaço de apenas quatro meses. “Ele avalia que houve um rito sumário e que vai apelar para todas as instâncias legalmente possíveis”, revelou Josias Gomes com exclusividade ao A TARDE. “Ele não tem a pretensão de reverter a sentença, mas quer ter a possibilidade, com o tempo, de provar a sua inocência”, explicou Josias.

O deputado sabe bem das agruras enfrentadas por Dirceu. Acusado de ter recebido R$ 100 mil do publicitário Marcos Valério de Souza, o operador do mensalão, o petista escapou da cassação, em 2006, ao ser inocentado pelo plenário da Câmara de envolvimento no escândalo, com dez outros deputados. Dirceu retornou à noite para Brasília. É na capital federal que os advogados do ex-ministro estão definindo a estratégia para amenizar a pena imposta pelo STF a ele.

Na semana passada, Dirceu entrou com um recurso questionando a decisão do relator do processo do mensalão, Joaquim Barbosa, que ontem assumiu interinamente a presidência do STF, de reter o seu passaporte.

O advogado do ex-ministro, José Luís Oliveira Lima, também irá à Alemanha pedir um parecer ao jurista Claus Roxin, sobre o caso envolvendo seu cliente. Roxin é um dos autores da Teoria do Domínio do Fato, a que mais gerou polêmica entre os ministros do Supremo Tribunal Federal durante o julgamento de Dirceu, condenado pelos crimes de corrupção ativa e formação de quadrilha.

Lima acredita que pode reverter o resultado do julgamento do mensalão. A Teoria do Domínio do Fato prega que uma pessoa de alto cargo em uma instituição pode contribuir definitivamente para um crime – ainda que não tenha participado diretamente dos fatos -pela posição de influência que ocupa.
Mas o advogado de Dirceu diz que no processo do mensalão não há comprovação de que o seu cliente teria emitido as ordens para as articulações que resultaram na compra de apoio de parlamentares com recursos públicos

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • novembro 2012
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    2627282930