nov
20

======================================

DICA DE MARIA OLIVIA SOARES PARA OS LEITORES E OUVINTES DO BAHIA EM PAUTA.ANOTE E NÃO PERCA

Baby do Brasil vai trazer para a capital baiana o show que comemora os seus 60 anos de idade. Caetano Veloso participará do espetáculo, que tem direção de Pedro Baby, filho da cantora. Batizada de Sucessos, a apresentação será dia 9 de dezembro, na Concha Acústica do TCA. No repertório, canções que marcaram a trajetória da artista, como Menino do Rio, Tudo Azul e Um Auê com Você.


JC Teixeira Gomes

===========================================

JUSTIÇA

ÀS CLARAS

JC Teixeira Gomes

Muita gente achou pequena a pena de dez anos para José Dirceu, mas não vejo por este aspecto: a grande condenação, para quem tinha (e exibia) tanto poder, foi moral, o estigma que ele carregará por toda a vida, de ter sido o chefe da quadrilha petista do mensalão. Mesmo que isto lhe pese pouco, não é coisa irrelevante num país tradicionalmente condescendente com a corrupção política.

Em todo o julgamento desse processo, estou convencido de que, ao lado das condenações, o que mais sobressaiu foi o fato de os trabalhos do Supremo terem sido realizados sob a supervisão do povo brasileiro. Eis, de fato, uma extraordinária vitória ética da sociedade, a Justiça exercitando-se às claras, sem subterfúgios.

Bem sei que em certos meios jurídicos a clareza dos trabalhos foi condenada como prática circense, carnaval da mídia, exibicionismo, torneio de egos jurídicos em confronto público. De longa data, aliás, o ser humano se compraz em práticas obscuras, na religião como na política. O poder sempre vicejou através das medidas esotéricas, feitiçarias, ocultamentos, dissimulações, pois tanto mais se exerce às escondidas, mais dominador se revela. A democracia veio para varrer o lixo das imposturas ritualísticas, com o ímpeto renovador do olho atento da sociedade.

O exemplo de tribunais de países de grande tradição democrática foi invocado pelos interessados em criticar a transparência do STF, citando-se a incomunicabilidade e o recolhimento dos juízes das grandes cortes. Ora, foi isto precisamente que norteou a conduta dos membros do Supremo durante toda a fase processualística e da arregimentação de provas. Trabalharam anos a fio em silêncio, voltados para seus deveres, com comedimento e circunspecção, tanto assim que, entre os jornalistas, nenhum se aventurou a antecipar qualquer decisão. Fundados na velha descrença do povo brasileiro nas ações da Justiça, muitos até avaliaram que dificilmente Dirceu e Genoíno seriam condenados. No máximo, uma pena benigna para Delúbio, outra para Valério, leves compensações para neutralizar o inconformismo dos brasileiros indignados.

Bem, o que se viu, no final, foi consagrador. Nunca um julgamento relevante no Brasil se fez tão às claras. Os milionários advogados de defesa dos réus, pagos a peso de ouro com o dinheiro da corrupção, disseram o que bem entenderam de público, no tribunal e fora dele. Defenderam as suas por vezes tortuosas teses jurídicas da forma mais desenvolta, sem o menor cerceamento. A nação acompanhou com absoluta liberdade os debates. Não houve circo, novela, carnaval, pressão da mídia. Simplesmente houve Justiça, afinal exercida, no país, com letras maiúsculas.

Muitos se indagam sobre quais os efeitos que a condenação dos quadrilheiros terá sobre o futuro político do Brasil. Bem, a cada dia sua aflição, já sentenciou o povo. O julgamento de uma perturbação institucional não significa que outras serão evitadas. A corrupção política, como a hidra de Lerna, tem mil cabeças. É uma prática sagaz e obstinada. Notórios corruptos, incapazes sequer de deixar o país para não serem presos no exterior, continuam pontificando em nossa vida pública e influenciando até em decisões eleitorais. Que os brasileiros continuem vigilantes e desfrutem pelo menos deste momento de jubilosa esperança que lhes descortinou a decisão do Supremo.

Quanto ao PT, é constrangedor verificar que certas ex-lideranças continuem insistindo em desqualificar os juízes que as condenaram. Pior ainda é testemunhar que ex-poderosos como Genoíno (que assinava as autorizações para Valério) e Dirceu, que as endossava na Casa Civil, se obstinem em atacar de público a limpeza ética da vida nacional. Lembremos: não foram poucos os petistas históricos que há tempos abandonaram o partido.

O julgamento do mensalão permitiu inclusive que os brasileiros ficassem sabendo que o PT obteve a escandalosa reforma da Previdência comprando votos no Congresso e que a instituição dos empréstimos consignados, que tantos prejuízos têm causado aos aposentados, foi efetuada para beneficiar um dos bancos envolvidos no desastroso esquema.

JC Teixeira Gomes, jornalista e escritor, membro da Academia de Letras da Bahia. O texto do Pena de Aço da Bahia foi publicado originalmente no jornal A Tarde.


=====================================
Postado há pouco no Twitter pela jornalista Maria Olívia Soares, nesta terça-feira, 20 de Novembro de 2012, Dia Nacional da Consciência Negra.
Bravo Angeli!!! Bravo, Maria Olívia

(VHS)


nov
20
Posted on 20-11-2012
Filed Under (Artigos) by vitor on 20-11-2012


Estibaliz:”perigosa e de sangue frio”,
segundo promotora
=============================================

DEU NO IG

Uma mulher acusada de esquartejar o ex-marido e o amante e de esconder os corpos em um porão sob concreto admitiu os crimes ao começar a ser julgada na segunda-feira em Viena,19, na Áustria.

O julgamento vem ganhando grande atenção da mídia austríaca, que apelidou a mulher, dona de uma sorveteria em Viena, de “Dama de Gelo”. Estibaliz Carranza, que tem dupla cidadania espanhola e mexicana, é acusada de matar o ex-marido com um tiro na cabeça em 2008 e de matar o amante dois anos depois enquanto ele dormia.

A mulher, hoje com 34 anos, contou no tribunal como teria cortado os corpos e os escondido com concreto no porão da sorveteria depois de congelá-los. Ela contou que desmembrou o corpo do ex-marido com uma serra elétrica.

Abusos

A promotoria a descreveu como uma mulher perigosa e de sangue frio, que planejou os dois crimes. Mas a defesa alega que ela sofria abusos e era tiranizada pelos dois homens. Carranza alega que o ex-marido gritava com ela e ironizava sua falta de fluência em alemão e que o amante era infiel.

Uma avaliação psiquiátrica indicou que Carranza sofria de uma desordem de personalidade, além de sérias anormalidades mentais e psicológicas. O caso foi descoberto por acaso no ano passado, quando pedreiros que trabalhavam no local encontraram ossos e outros pedaços de corpos no porão da sorveteria.

Estibaliz Carranza fugiu então em um táxi para a Itália, onde foi presa e extraditada para a Áustria. A mulher é defendida pelo advogado Rudolf Mayer, que se tornou conhecido no país por defender também Joseph Fritzl , preso em 2008 por manter uma relação incestuosa com a filha, que manteve em cativeiro em um porão de sua casa por 24 anos.

“Zambi”: esta canção composta e interpretada por Edu Lobo foi gravada no album A Música De Edu Lobo Por Edu Lobo (1965) e no album Edu Canta Zumbi (1968).

É Zambi no açoite, ei, ei é Zambi
É Zambi, tui, tui, tui, tui, é Zambi
É Zambi na noite, ei, ei, é Zambi
É Zambi, tui, tui, tui, tui, é Zambi

Chega de sofrer
Eh! Zambi gritou
Sangue a correr
É a mesma cor
É o mesmo adeus
E a mesma dor

É Zambi se armando, ei, ei é Zambi
É Zambi, tui, tui, tui, tui, é Zambi
É Zambi lutando, ei, ei, é Zambi
É Zambi, tui, tui, tui, tui, é Zambi

Chega de viver
Na escravidão
É o mesmo céu
O mesmo chão
O mesmo amor
Mesma paixão

Ganga-Zumba ei, ei, vai fugir
Vai lutar tui, tui, tui, tui, com Zambi
E Zambi gritou ei, ei, meu irmão
Mesmo céu, tui, tui, tui, tui, mesmo chão

Vem filho meu, meu capitão
Ganga-Zumba liberdade, liberdade
Ganga-Zumba vem meu irmão

É Zambi lutando
É lutador
Faca cortando
Talho sem dor
É o mesmo sangue
E a mesma cor

É Zambi morrendo, ei, ei é Zambi
É Zambi, tui, tui, tui, tui, é Zambi
Ganga-Zumba, ei, ei, vem aí

=========================================

DEU NA FOLHA

BRASÍLIA, SÃO PAULO – A cerimônia de posse do ministro Joaquim Barbosa na presidência do STF (Supremo Tribunal Federal) depois de amanhã vai reunir personalidades de fora do circuito jurídico e político em Brasília.

A lista de convidados inclui celebridades como a apresentadora Regina Casé, o cantor Djavan, o casal de atores Lázaro Ramos e Taís Araujo, além do piloto Nelson Piquet. Foram enviados cerca de 2.000 convites.

Uma delegação estrangeira também é esperada. Foram mais de cem convites para pessoas da França, Alemanha, Estados Unidos e Inglaterra. São conhecidos da vida acadêmica do ministro no exterior. Barbosa é doutor e mestre em Direito Público pela Universidade de Paris 2 (Panthéon-Assas).

A presidente Dilma Rousseff e o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-SP), também confirmaram presença.

Barbosa será o 44º presidente do Supremo, sendo o primeiro negro a comandar a mais alta corte do país.

Representantes do movimento negro também devem comparecer, como o reitor da Faculdade Zumbi dos Palmares, José Vicente, e o advogado Humberto Adami, do Instituto de Advocacia Racial.

“É um fato histórico tão importante quanto a eleição do Lula”, disse Adami, amigo de Barbosa desde a UnB (Universidade de Brasília), onde o ministro estudou direito de 1975 a 1982.

“O importante é que as crianças negras vão ter um espelho ao ver no jornal a foto de um negro que é presidente da mais alta corte e vem dando exemplos seguidos de combate à corrupção”, completou o advogado.

Para a posse, o ministro pediu para os discursos serem curtos e cortou os cumprimentos. A justificativa é seu problema crônico no quadril, que dificulta a permanência em uma solenidade longa.

As falas do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, do presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Ophir Cavalcante, do ministro do Supremo Luiz Fux e do próprio Barbosa devem ser breves.

A tradicional fila de cumprimentos que ocorre no Salão Branco do Supremo ficou restrita a autoridades, familiares e convidados dos ministros da corte.

Na noite de quinta, Barbosa ainda será homenageado em um jantar oferecido por três entidades de classe nacionais de juízes -AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros), Ajufe (Associação dos Juízes Federais do Brasil) e Anamatra (Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho).

As entidades não divulgam o valor gasto com o evento, que será em uma casa de festas de Brasília. A recepção terá coquetel e uma banda.

Presidente interino do tribunal até a posse, Barbosa despachou ontem em seu atual gabinete. A mudança para a presidência deve ocorrer após o evento desta quinta.

Fonte: Folha de S. Paulo

.

=======================================


Hora do almoço em imagem postada
no Facebook do petista Edval Passos

=======================================

DEU NO JORNAL A TARDE

Patrícia França e Levi Vasconcelos

Um almoço oferecido pela “velha guarda do PT baiano” encerrou, nesta segunda-feira, 19, os dias de sol do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, no luxuoso Condomínio Busca Vida, no litoral norte de Salvador, onde passou o feriadão da Proclamação da República. Condenado a 10 anos e 10 meses de prisão pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no processo do mensalão, Dirceu comeu bode – animal que nos rituais do candomblé é usado para o sacrífico e que no Nordeste também é símbolo de resistência na seca.

No final de semana, Dirceu exibiu boa aparência ao ser flagrado de bermuda estampada na varanda da casa emprestada pelo empresário do setor imobiliário Manuel Martinez, dono da R2 Construtora. Nesta segunda, segundo revelou o anfitrião do almoço, o deputado estadual Josias Gomes, o ex-ministro demonstrava um “ótimo humor”.

“Preparei uma paella em homenagem à presidente Dilma Rousseff, que está na Espanha. Mas o Zé gostou mesmo foi do bode assado. Até pediu que mandássemos, a carne para ele, em Brasília”, informou Gomes, que é amigo do ex-ministro desde a fundação do Partido dos Trabalhadores.

No seleto grupo que compareceu à casa do parlamentar, no bairro da Pituba, em Salvador, estavam o ex-presidente da Petrobras e hoje secretário do Planejamento da Bahia, José Sérgio Gabrielli, o secretário da Casa Civil, Rui Costa – ambos cotados para suceder o governador Jaques Wagner -, os deputados federais Zezéu Ribeiro e Valmir Assunção, e os estaduais Luiza Maia, Rosemberg Pinto e Fátima Nunes, além do presidente do PT, Jonas Paulo, e do prefeito eleito de Teixeira de Freitas, João Bosco.

Rito sumário – Aos amigos baianos o ex-chefe da Casa Civil no governo Lula, que na semana passada teve o passaporte confiscado pelo Supremo, disse que considerava “sui generis” que um processo complexo como foi o do mensalão tivesse um julgamento em um espaço de apenas quatro meses. “Ele avalia que houve um rito sumário e que vai apelar para todas as instâncias legalmente possíveis”, revelou Josias Gomes com exclusividade ao A TARDE. “Ele não tem a pretensão de reverter a sentença, mas quer ter a possibilidade, com o tempo, de provar a sua inocência”, explicou Josias.

O deputado sabe bem das agruras enfrentadas por Dirceu. Acusado de ter recebido R$ 100 mil do publicitário Marcos Valério de Souza, o operador do mensalão, o petista escapou da cassação, em 2006, ao ser inocentado pelo plenário da Câmara de envolvimento no escândalo, com dez outros deputados. Dirceu retornou à noite para Brasília. É na capital federal que os advogados do ex-ministro estão definindo a estratégia para amenizar a pena imposta pelo STF a ele.

Na semana passada, Dirceu entrou com um recurso questionando a decisão do relator do processo do mensalão, Joaquim Barbosa, que ontem assumiu interinamente a presidência do STF, de reter o seu passaporte.

O advogado do ex-ministro, José Luís Oliveira Lima, também irá à Alemanha pedir um parecer ao jurista Claus Roxin, sobre o caso envolvendo seu cliente. Roxin é um dos autores da Teoria do Domínio do Fato, a que mais gerou polêmica entre os ministros do Supremo Tribunal Federal durante o julgamento de Dirceu, condenado pelos crimes de corrupção ativa e formação de quadrilha.

Lima acredita que pode reverter o resultado do julgamento do mensalão. A Teoria do Domínio do Fato prega que uma pessoa de alto cargo em uma instituição pode contribuir definitivamente para um crime – ainda que não tenha participado diretamente dos fatos -pela posição de influência que ocupa.
Mas o advogado de Dirceu diz que no processo do mensalão não há comprovação de que o seu cliente teria emitido as ordens para as articulações que resultaram na compra de apoio de parlamentares com recursos públicos

nov
20
Posted on 20-11-2012
Filed Under (Artigos) by vitor on 20-11-2012


===================================
Sid, hoje, no portal Metro1(BA)

nov
20

GRAZZI BRITO

De Juazeiro, especial para o Bahia em Pauta

Logo que completaram 24 horas de rebelião, os detentos do Complexo Penal de Juazeiro, Bahia, resolveram acabar com o motim na manhã desta terça-feira, 20. Na tentativa de negociação de ontem à tarde ficou claro, segundo a direção do presídio, que eles não tinham argumentos nem pauta de reivindicação.

Tudo começou quando um detento se negou a ser transferido de uma ala para a outra, a partir daí eles se aglomeraram e começaram a destruir as celas de uma das alas e atearam fogo nos colchões. Sete detentos foram feitos reféns e ficaram feridos, mas sem maior gravidade.

De acordo com o Cel. Lira Júnior, enviado pela Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado da Bahia (SAEP) os rebelados se renderam após observarem o reforço policial que chegou ao local, sem fazer nenhuma exigência e não houve confronto.

O comandante do policiamento na área onde fica a penitenciária, major Yulo Lins, conta como aconteceu a rendição. “Desde ontem foi feito um trabalho com reforço do policiamento. Transcorreu tudo em paz, não houve necessidade de usar força, armas, nada. Houve o isolamento do local e após a demonstração de força o movimento foi encerrado”, afirma o major.

Grazzi Brito é jornalista, colabora com o Bahia em Pauta na região do Vale do São Francisco

=====================================

“La lune de gorée”: Gilberto Gil e Capinan unidos nesta magistral composição pungente, inquietante e, ao mesmo tempo, repleta de beleza musical, poética e de fé e esperança profundas nos destinos de um mundo e de sociedades de homens livres.

Magnífica mensagem em forma de canto escolhido pelo Bahia em Pauta neste 20 de Novembro de celebrações do Dia Nacional da Consciência Negra . Confira!!!

(Vitor Hugo Soares)

Pages: 1 2

  • Arquivos

  • novembro 2012
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    2627282930