nov
07


“Aí vem Obama, vai discursar , afinal, ele ganhou!”

=======================================

Obama na madrugada (outra vez)

Maria Aparecida Torneros

O mundo não dormiu ainda, são 3 e meia da madrugada, horário de Brasília e esperamos o discurso da vitória com que Barack Obama brindará seus eleitores, entre delegados que lhe garantiram a vitória, e população que votou com entusiasmo para fazer frente ao fenômeno do país dividido, nas eleições que mobilizaram correntes oponentes em termos de sociedade americana conservadora contra a América que avança na luta pela reconstrução econômica e social, diante da crise mundial.

O presidente norte-americano, Barack Obama, foi reeleito para um segundo mandato na Casa Branca nesta quarta-feira (7), projetaram emissoras de televisão dos Estados Unidos, que também apontaram que o Congresso do país permanecerá dividido, com os democratas controlando o Senado e os republicanos com o domínio na Câmara. Fontes da Agência de notícias Reuters asseguram que “Obama venceu o republicano Mitt Romney em uma série de Estados-chave, apesar da fraca recuperação econômica e do elevado desemprego persistente. Os eleitores tiveram de escolher entre duas visões completamente diferentes para o país.”

Destacou-se a vitória de Obama em Ohio, o Estado mais disputado, conforme as projeções das emissoras de TV, o coloca no topo da briga pelos 270 votos do Colégio Eleitoral necessários para permanecer na Casa Branca, acabando com as esperanças de Romney de vencer em uma série de Estados-chave.

Obama obteve vitórias apertadas em Ohio, Wisconsin, Iowa, Pensilvânia e New Hampshire, enquanto o único Estado-chave conquistado por Romney foi a Carolina do Norte, de acordo com as projeções das emissoras.

Até o momento, não havia comentários da campanha de Romney sobre os resultados.

Pelo menos 120 milhões de pessoas eram esperadas para decidir entre o democrata e Romney após uma longa, cara e amarga campanha presidencial centrada em como reparar a economia em crise dos Estados Unidos.

Obama começa o seu segundo mandato de quatro anos com a difícil tarefa de enfrentar um déficit anual de 1 trilhão de dólares, reduzir a dívida nacional de 16 trilhões de dólares, reformar os caros programas sociais e lidar com um Congresso dividido que parece manter o mesmo impasse partidário.

O noticiário brasileiro da Globo News informou que ambos os candidatos obtiveram pouco mais de 45 milhões de votos cada um, mas a diferença que atingiu 25 mil votos somente, com 75 por cento dos votos apurados, expressa o que os analistas comentam sobre uma América dividida com necessidade de negociações em torno dos projetos e expectativas para o segundo mandato do presidente que afirmou, há quatro anos: “yes, we can”.

Sim, nós podemos era um lema certeiro para aquele momento de 2008 quando uma bomba explodiu sobre o sonho americano e a crise começou pela falência do sistema hipotecário e imobiliário, mas se alastrou pelo mundo interno e externo, num efeito dominó que resultou na reordenação dos valores capitalistas não só norte americanos, mas na grande e grave desestabilização dos países do mercado comum europeu.

No site do IG, a correspondente Leda Balbino – enviada a Chicago, descreve assim: ” após uma votação acirrada, o presidente dos Estados Unidos, o democrata Barack Obama , conquistou na noite desta terça-feira (madrugada de quarta no Brasil) sua reeleição ao derrotar o candidato republicano, o ex-governador de Massachusetts Mitt Romney . Por volta das 3h, Obama tinha superado os 270 delegados necessários para vencer o Colégio Eleitoral.

A festa dos partidários do presidente começou antes mesmo de o número ser superado, quando a rede americana CNN projetou sua vitória. Ao som de Beatles, Michael Jackson e outra estrelas da música, milhares comemoraram a reeleição de Obama no centro de convencoes McCormick, em Chicago.”

O dia 7 de novembro de 2012 marca uma nova era , e está em curso um sem número de análises sobre o que aconteceu nos últimos 4 anos e o que deve acontecer nos próximos 4, tendo em vista as mudanças que os americanos divididos esperam e anseiam.

A correspondente também do portal IG, Carolina Cimenti – de Nova York , aponta detalhes importantes do que se viu nos EUA no período Obama: “Em 2008, os EUA viveram uma das piores recessões de sua história. O Produto Interno Bruto (PIB) do país caiu mais de 5% entre 2008 e 2009. A taxa de desemprego começou a subir e não parou mais. Foi nesse cenário que o democrata Barack Obama foi eleito presidente, com slogans que pediam mudança (Change) e garantindo que, sim, era possível (Yes, we can). Conforme os números mostram, porém, até houve mudanças, mas não necessariamente para melhor. O PIB do país, considerada a inflação nos últimos quatro anos, praticamente ficou estagnado. O número de milionários cresceu nos últimos quatro anos no mundo, mas principalmente nos países emergentes (como a China e o Brasil), e não nos EUA.
Apesar de o governo Obama ter avançado com reformas da saúde e ter investido vários trilhões de dólares em infraestrutura e educação, além de ter salvado a indústria automobilística do país, os EUA ficaram mais pobres e ainda sofrem com as perdas contabilizadas durante a crise financeira.”

Aí vem Obama, vai discursar , afinal, ele ganhou!

Cida Torneros, jornalista e escritora, mora no Rio de Janeiro, onde edita o Blog da Cida e colabora com o BP)

Be Sociable, Share!

Comentários

regina on 7 novembro, 2012 at 15:16 #

Foi, sem duvida, uma espera agonizante. O sistema eleitoral dos estados unidos, velho e complicado, manteve os espectadores do mundo em suspense. A Vitória foi apertada e reflete a divisão em que se encontra a nação e seus residentes. O voto latino, a adesão de novos eleitores na faixa etária de 18 – 29, a inteligente decisão de Obama salvando a indústria automobilista em Ohio, a incapacidade de Romney de aumentar a influencia republicana, dinheiro não é tudo, mesmo num sistema capitalista, influenciaram o resultado.

Nós temos um Democrata na Casa Branca, com um Senado Democrata e Congresso Republicano, quanto o pó baixar teremos gasto nessa eleição um excesso de $6 bilhões de dólares, e o que todo esse valor nos pode comprar?


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • novembro 2012
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    2627282930