out
30
Postado em 30-10-2012
Arquivado em (Artigos) por vitor em 30-10-2012 21:55


Lucia Cerqueira: Presença intensa iniciada
na redação vibrante do Jornal da Bahia

=====================================

 
Lúcia de Oxum: Encontro de duas luas no céu
Nádya Argolo*
Ontem (29/10) quando cheguei ao Hospital Aliança, às 20h30 para pernoitar com minha comadre Lucinha na Semi UTI, admirei o brilho da lua cheia e meu coração ficou apertado. Pensei: como curtimos juntas, tantas vezes e em tantos lugares lindos dessa nossa Bahia, esse céu estrelado iluminado por este satélite que sempre nos encantou. Cheguei ao AP 9 com o coração apertado. A noite foi sofrida, triste, mas Deus a acolheu às 10h33, dessa terça-feira, dia 30 de outubro.

A jornalista Lúcia Cerqueira (58)  foi assessora especial da Secretaria de Comunicação Social da Prefeitura Municipal de Salvador até março deste ano, na gestão do ex-secretário Diogo Tavares.  Graduada em Comunicação Social pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) e pós-graduada em Comunicação para o Mercado, pela Unifacs, começou sua carreira como repórter no Jornal da Bahia em 1975.

Em 1983, foi convidada pelo jornalista Fernando Vita para trabalhar na Assessoria de Comunicação Social da Telebahia e ainda atuou por dois anos na Telebrasília, no Distrito Federal. De volta Salvador, assumiu a coordenação da Ascom da Telebahia, tendo conquistado na sua administração vários prêmios da Associação Brasileira de Jornalismo Empresarial (Aberje) para a empresa considerada “modelo” dentre todas do Sistema Telebrás.

Lúcia foi companheira por anos do jornalista Rêmulo Pastore, Reminho, também carnavalesco por vocação e direito, e com ele teve Rafael Pastore (25), engenheiro de produção. Depois com o compadre Eduardo Pontes teve Maria Eduarda (12), uma pequena Oxum, como a mãe, pois ambas são bonitas, vaidosas e gostam da cor amarelo ouro, das águas doces, do dia de sábado e fazem muitos amigos. Ora Iê Iê Ô!

Lucinha de Oxum foi sempre exemplo de força, fé, determinação e luta. Mulher esplêndida, radiante, maravilhosa, segundo o publicitário Marcelo Simões, que exaltava sua paixão de amigo querido. Exemplo de filha, irmã, companheira e comadre. Mãe dedicada, porém firme quando precisava ser. Colega de trabalho no JBa e Telebahia, que sabia dizer com doçura: “Refaça o texto, pois você pode fazer melhor”. E também elogiar quando este estava bom, até fazer corar. Assim era Lucinha, Lua, minha comadre amada e em dose dupla: dinda de Tess, minha filha que a escolheu e de Duda, que me quis também como madrinha de alma e coração.

Já sinto saudades de você amiga, o sol deitou radioso, a lua voltou a brilhar no céu estrelado desse dia morno de Primavera, mas já não sinto o calor das suas mãos. Até um dia…

* Nádya Argolo é jornalista . Texto publicado originalmente no Blog Política Livre, do jornalista Raul Monteiro.

======================================
O corpo de Lúcia Cerqueira está sendo velado no Cemitério Jardim da Saudade, em Salvador, onde  será cremado amanhã às 10h.

Be Sociable, Share!

Comentários

ana vieira on 31 outubro, 2012 at 10:07 #

Linda sua homenagem, Nadya,!!Me emocionei.Imagino sua saudade ! Eu fui colega de Lucinha no JBA. Depois,o contato continuou quando ela estava na Telebahia. Brilhou como jornalista,como assessora,como amiga.Sei que estará num bom lugar.Lamento não poder participar do momento de despedida por estar fortemente gripada,mas nas minhas orações pedi a Deus conforto para seus familiares e amigos que sofrem com a perda de Lucia.


Vania Batalha on 4 novembro, 2012 at 14:09 #

Muito emocionante esta mensagem Nadya, realmente ela foi tudo isso. Só desejo que Deus acolha em um bom lugar.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos