out
04
Postado em 04-10-2012
Arquivado em (Artigos) por vitor em 04-10-2012 00:54

==================================================
DEU NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS (PORTUGAL)

A noite era determinante para a campanha de Mitt Romney, sobretudo após a progressiva perda de espaço para Barack Obama nas sondagens das últimas semanas. O debate em Denver mostrou no candidato republicano uma voz combativa e, talvez fruto da intensa sucessão de debates durante as primárias, mais combativo que o presidente Obama.

Os temas em debate foram essencialmente focados em questões nacionais, com uma primeira metade do diálogo centrado em questões ligadas à economia, abordando depois a segurança social, o programa de saúde habitualmente referido como Obamacare (expressão que o presidente afirmou que o agrada) e qual deverá ser o papel do governo federal.

Não houve na verdade grandes revelações. Obama e Romney defenderam posições já conhecidas, o primeiro afirmando o seu empenho no seu programa de saúde, num investimento no ensino e em energias verdes, o segundo deixando claro que refutaria o programa Obamacare (devolvendo antes dinheiros ao programa Medicare), que faria cortes (dando o canal público PBS como um dos exemplos onde agiria) e que manteria uma aposta orçamentaria no programa militar americano.

Ao longo do debate – segundo foi possível acompanhar na emissão da CNN – um gráfico evolutivo ia acompanhando as reações às posições dos candidatos, através de consultas instantâneas a um grupo de homens e mulheres ainda indecisos quanto ao destino do seu voto. As respostas mostraram quase sempre opiniões positivas, mas com uma adesão mais evidente das mulheres a Obama e dos homens a Romney.

Os dois candidatos chegaram durante a tarde a Denver, no Colorado, e estiveram envolvidos em algumas ações de campanha antes de se dirigirem para o local do debate, situado no campus da Universidade de Denver.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos