Bruno Boghossian

O Estado de S. Paulo

O candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, José Serra, desafiou na segunda-feira, 1, Dilma Rousseff a justificar a indicação de Marta Suplicy (PT) para o Ministério da Cultura, numa reação às declarações feitas pela presidente no comício do candidato petista Fernando Haddad. Serra repetiu que se referia apenas à nomeação de Marta quando disse que a presidente estava “metendo o bico em São Paulo”.

“Eu não disse que ela não devia meter o bico. O que está errado é tirar uma ministra e colocar uma ministra só para acertar a correlação de forças para ter apoio dentro do PT para o Haddad. Eu queria ver ela defender isso”, disse o tucano ao Estado.

No domingo, na véspera da primeira participação da presidente num ato da campanha de Haddad, o candidato do PSDB provocou Dilma afirmando que ela usou o governo como “propriedade privada” ao demitir a ex-ministra Ana de Hollanda e nomear Marta em troca do engajamento da ex-prefeita e senadora na campanha do candidato do PT em São Paulo.

‘Aposentado’. Serra também rebateu na segunda os ataques feitos no fim de semana pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e disse que o petista “já está aposentado há muito tempo”. O tucano usou o julgamento do mensalão para responder à afirmação feita por Lula de que o candidato do PSDB, de 70 anos, deveria “requerer a aposentadoria”.

“O Lula já está aposentado há muito tempo, e agora, com a coisa do mensalão, (ele) já passou. Ele está aflito com isso. Ele não enfrenta o assunto, então ele se especializa em falar mal dos outros”, afirmou Serra.

Leia integra da reportagem sobre este assunto no Estadão

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos