ago
21
Postado em 21-08-2012
Arquivado em (Artigos) por vitor em 21-08-2012 12:18


Phyllis Diller: a cara da TV americana
nos anos 70.(Phil McCarten/Reuters)

==================================

A atriz Phyllis Diller morreu na manhã desta terça-feira em sua casa em Bretnwood, Califórnia, com 95 anos. Ela foi uma das primeiras mulheres a fazer stand-up comedy nos Estados Unidos e uma das mais célebres comediantes no mundo.

A notícia foi confirmada por Fred Wostbrock, agente da atriz, à NBC. “É uma grande perda. Phyllis Diller abriu caminho no mundo da comédia para Chelsea Handler, Joan Rivers, Roseanne Bar e Elle DeGeneres. Ela esteve na Broadway, fez filmes, fez tudo”, realça.

De ascendência alemã e irlandesa, nasceu em 1917 em Ohio. Deu os primeiros passos na carreira a trabalhar na rádio de Oakland, Califórnia, em 1952. Três anos depois apareceu pela primeira vez como stand-up, abrindo portas às humoristas femininas e cimentando o seu caminho no mundo do humor. E tudo começou com as suas piadas relativas à sua vida familiar, ao seu aspecto físico e às tarefas domésticas. “Qual é a melhor maneira de se livrar dos odores da cozinha? Comer fora”, foi uma das principais frases que marcaram esta humorista como uma das mais prestigiadas do século XX.

A atriz foi também uma das caras da televisão nos anos 60, com os programas “The Phyllis Diller Show”, de 1966 a 1967, e “O Fantástico Show de Phyllis Diver”, em 1968. Quanto ao cinema, participou em mais de 30 filmes e recentemente deu voz à personagem da mãe de Peter na série televisiva de animação “Family Guy”.

Mãe de cinco filhos e avó de quatro netos esteve casada 26 anos com Sherwood Diller, divorciando-se em 1965. Mais tarde casou-se com Warde Donovan mas separou-se poucos anos depois. Desde os anos 80 viveu com o advogado Robert Hastings até 1996, quando ele faleceu.

(Com informações do jornal PÚblico, de Lisboa, edição online)

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos