ago
17

==============================

DEU NA TRIBUNA DA BAHA

Sob chuva e empurrado pela torcida, o Vitória dominou rapidamente o meio de campo, no jogo que abria a 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, Série B. Fez 2 a 1 no Joinville e vai dormir na liderança. O jogo do Criciúma, que pode roubar a liderança, será nesse sábado (18/8).

Com uma formação ofensiva e com o Joinville temendo se arriscar, o primeiro gol era uma questão de tempo. Demorou pouco. Aos 13 minutos Willie fez o Barradão explodir. 1 a 0. E o segundo quase veio em seguida.

A pressão do Vitória mexeu com os nervos dos jogadores catarinenses e Pedro Paulo deu um tapa na bola e na cabeça de William. Foi expulso, aos 26 minutos, apenas 4 antes do segundo gol rubro-negro: deElton, estreante, aproveitando cruzamento de Nino Paraíba na pequena área.

Mas o Joinville, mesmo com 10 jogadores, conseguiu se organizar rapidamente e continuava chegando à área do Vitória, até que aos 42 minutos Willie fez falta na entrada da grande área. Pênalti, bem cobrado por Ricardinho, que bateu forte na bola, sem chances para o goleiro Deola, que mesmo assim quase conseguiu fazer a defesa.

No intervalo, Carpegiani trocou o atacante Elton por Marco Aurélio, e desmontou o time do Vitória.

O Joinville voltou mostrando por que é uma das sensações da Série B. Foi pra cima, começou a tocar bola no campo do Vitória e empurrou o meio campo rubro-negro, que sem conseguir alimentar o ataque passou a dar chutão.

A torcida se preocupava, vendo a liderança, tão bem desenhada no primeiro tempo, desmanchar-se a cada descida do time de Santa Catarina.

A impressão que se tinha era de que o Vitória jogava com 10, em vez do Joinville. Só Pedro Ken, cobiçado pelo Flamengo, levava perigo, de vez em quando.

Mas acabou substituído por Arthur Maia, e a agonia do torcedor só fez aumentar.

A 3 minutos do final, Carpegiani enfim parece ter percebido o erro cometido ao colocar Marco Aurélio em campo, e trocou o jogador por Tartá.

O tempo era pouco, para que se produzisse uma mudança. A pressão do Joinville continuou, até o último minuto. Um sufoco.

No final da partida, Carpegiani admitiu que o Vitória perdeu a compactação, divorciando o meio de campo do ataque, mas explicou que a substituição de Elton se deu na tentativa de abrir mais o jogo, aproveitando o fato de o time estar com um jogador a mais.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos