===========================================

============================================

DEU NO G1

Morreu , na manhã desta quarta-feira, o músico Antônio José Waghabi Filho, o Magro, do grupo MPB4. Magro, de 68 anos, que descobriu um câncer de próstata em 2002, fazia tratamento para metástase desde 2010. No dia 8 de junho deste ano, Magro fez sua última apresentação ao lado do grupo, que ajudou a fundar em 1963, tendo sido internado no Hospital Santa Catarina, em São Paulo, dois dias depois.

A notícia foi dada por meio do site oficial do grupo vocal. “Depois de longa luta pela vida, Antonio José Waghabi Filho, o Magro do MPB4, nos deixou. Com ele vai junto uma parte considerável do vocal brasileiro. Com ele foi a minha música. Fraternalmente, Aquiles”.

Multiinstrumentista, Magro nasceu em 14 de novembro de 1943, em Itaocara, Nordeste do estado do Rio de Janeiro. Magro, que tocava teclado, vibrafone, clarinete, saxofone, percussão, além de cantar, compor e fazer arranjos para o grupo, foi aluno de grandes nomes da música brasileira como Eumir Deodato, Guerra Peixe e Isaac Karabtchevsky.

Sua parceria com Miltinho, Ruy e Aquiles remonta a 1963, quando fundaram o grupo Quarteto do CPC, batizado graças às reuniões dos quatro no Centro Popular de Cultura de Niterói, no Rio. Um ano mais tarde, o grupo acabou ganhando o nome de MPB4, pelo qual ficou conhecido. Nos primórdios da carreira, Magro atuava como vocalista, instrumentista e arranjador. Seu trabalho como arranjador dos instrumentais do grupo começou apenas no segundo disco, “MPB-4”, de 1966.

Além de sua longa parceria com o MPB4, Magro foi responsável por arranjos e orquestrações para discos de outros artistas, como Chico Buarque (“Chico Buarque de Holanda, volume 2” e “Construção”), Toquinho & Vinicius, Tunay e Simone, entre outros. É dele também o arranjo vocal de “Lamentos”, de Pixinguinha e Vinicius de Moraes, eternizada pelas vozes de seu quarteto, e de “Roda viva”, clássico de Chico Buarque.

Dono de uma extensa discografia, com mais de 30 álbuns lançados ao lado do MPB4, Magro fez sua última participação em disco em “Contigo aprendi”, lançado em 2012.

Be Sociable, Share!

Comentários

Mariana on 8 agosto, 2012 at 12:31 #

O MPB4 é um fenômeno de harmonia e musicalidade! Aprendi a gostar deles com minha mãe, D.Jandira, que, aliás, so me ensinou a gostar do que é bom, modestia à parte!
Este último cd deles, “Contigo aprendi”, é barbaramente lindo, o meu não para de tocar no meu carro, até parece que eu estava advinhando…
Magro vai fazer falta ao grupo e para todos nós que apreciamos a boa música!
Que siga em paz e que faça um grande baile quando chegar lá no céu, junto a Elis, Tom e tantos outros bambas da nossa MPB, que nos deixaram.
Uma das minhas músicas preferidas deles é uma que diz, mais ou menos assim: “…meu amor é tudo quanto tenho, e se eu vendo ou empenho, para que respirar…”.
Muito triste com a partida de Magro! Fico com a sua música, como herança e consolo!
Vamos tocar MPB4 o dia todo hoje!


Olivia on 8 agosto, 2012 at 12:37 #

Olha a beleza aí, Mariana:
youtube.com/watch?v=MOqnbk3-vi0 …
Magro encantou.


luiz alfredo motta fontana on 8 agosto, 2012 at 12:43 #

luiz alfredo motta fontana on 8 agosto, 2012 at 12:44 #

Cida Torneros on 8 agosto, 2012 at 13:43 #

que triste notícia…
linda voz…linda carreira…
deixa uma saudade enorme…
que Deus o receba na Luz
Cida Torneros


PAULO SAMPAIO on 8 agosto, 2012 at 13:43 #

Tem pessoas que a gente não conhece, nunca falou, só vimos à distância, mas que quando partem nos deixa saudade. Estou muito comovido com a notícia da morte do MAGRO, para mim uma surpresa, pois sequer sabia que ele estava doente. Lembro-me da última vez que o vi, no Teatro Castro Alves, num show maravilhoso do MPB 4 com TOQUINHO, cujo DVD depois adquiri e vou guarda-lo para sempre. Nesse show ele tocou uma mão no teclado e outra no timbau, simultâneamente, na interpretaçao de uma música. Muita paz para o seu espírito, MAGRO.


gilson on 8 agosto, 2012 at 13:58 #

MPB 4,5,6,7,8,1000… A partida de Magro esvazia o Brasil! Descanse em Paz, amigo!


regina on 8 agosto, 2012 at 15:41 #

A notícia da passagem do nosso querido Magro, Antônio José Waghabi Filho me deixa muito triste. MPB4 desfalcado e nós sem uma voz e presença inesquecível!!! Vá em PAZ!!!! O recordaremos, sempre!!!

http://www.youtube.com/watch?v=azLE4zeJFyg


Janio on 8 agosto, 2012 at 15:57 #

Jon Lord, Celso Blues Boy e Magro: Um power trio pra fazer tremer os quintos do além


Carlos Volney on 8 agosto, 2012 at 17:45 #

Pois é, o Magro Hein?
Enquanto isso aqui ficam, e cada dia mais bem nutridos, Lula, Dirceu, Sarney, Renan, Jáder, FHC, João Henrique, Wágner e toda a canalhada de nossa política. Haja nojo!!
O MPB-4 imortalizou uma das mais belas canções de nosso cancioneiro: “AMIGO É PRA ESSAS COISAS”.
Que pena que nem posso desejar o tal do bom lugar para o Magro – sou ateu, mas sem arrogância nem auto-suficiência e com o maior respeito pela fé dos outros.


Graça Azevedo on 8 agosto, 2012 at 18:08 #

Vi o mesmo show que o Paulo no TCA. Espetacular. Consegui ir ao camarim e falei com todos eles, muito simpáticos. Fica a saudade e a música maravilhosa que o quarteto construiu.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos