Adriana:na briga por medalha de ouro
ela que vaga na final de peso leve

==============================================

LONDRES – A estreia do boxe feminino no programa olímpico permitiu ao Brasil encerrar um jejum de 44 anos sem medalhas nos ringues. A certeza do pódio vem com a baiana Adriana Araújo, que nesta segunda-feira venceu a marroquina Mahjouba Oubtil por pontos – 16 a 12 – e avançou à semifinal do peso leve. Como não há disputa pelo bronze, todas as quatro semifinalistas têm medalha garantida.

A única vez que um brasileiro subiu ao pódio no boxe no Jogos Olímpicos foi na Cidade do México, em 1968, quando o peso mosca Servílio de Oliveira ganhou um bronze. Desde então o boxe amador brasileiro regrediu, voltando a ficar em destaque apenas nos últimos anotes.

Adriana Araújo é sete vezes campeã brasileira (a primeira em 2003) e venceu em cinco oportunidades o Campeonato Pan-Americano, mas nunca teve a chance de disputar uma Olimpíada, uma vez que o boxe feminino só entrou no programa em Londres. E, logo na estreia, vai voltar para casa com uma medalha no peito. Na quarta, ela luta contra Alexis Pritchard, da Nova Zelândia, ou Sofya Ochigava, da Rússia, por um lugar na final.

Na estreia, domingo, ela fez uma luta difícil contra Saida Khassenova, do Casaquistão, vencendo apertado, por 16 a 14. Nesta segunda, a marroquina era uma adversária teoricamente mais fácil, que a brasileira já havia batido num torneio neste ano.

E a luta inicialmente se desenhava tranquila, com a brasileira fazendo 4 a 2 no primeiro round e 3 a 2 no segundo. A marroquina conseguiu reagir e levou a melhor, por 4 a 3, no terceiro assalto. No round decisivo, a africana foi agressiva, chegou a derrubar Adriana, mas permitiu muitos contra-ataques. No fim, 6 a 4 para a brasileira no round, 16 a 12 no total.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos