ago
01


========================================
Joan Baez: doce, forte, incomparável. Que voz!

(VHS)

Be Sociable, Share!

Comentários

regina on 1 agosto, 2012 at 21:14 #

DIAMONDS AND RUST
(Words and Music by Joan Baez)

Well I’ll be damned
Here comes your ghost again
But that’s not unusual
It’s just that the moon is full
And you happened to call
And here I sit
Hand on the telephone
Hearing a voice I’d known
A couple of light years ago
Heading straight for a fall

As I remember your eyes
Were bluer than robin’s eggs
My poetry was lousy you said
Where are you calling from?
A booth in the midwest
Ten years ago
I bought you some cufflinks
You brought me something
We both know what memories can bring
They bring diamonds and rust

Well you burst on the scene
Already a legend
The unwashed phenomenon
The original vagabond
You strayed into my arms
And there you stayed
Temporarily lost at sea
The Madonna was yours for free
Yes the girl on the half-shell
Would keep you unharmed

Now I see you standing
With brown leaves falling around
And snow in your hair
Now you’re smiling out the window
Of that crummy hotel
Over Washington Square
Our breath comes out white clouds
Mingles and hangs in the air
Speaking strictly for me
We both could have died then and there

Now you’re telling me
You’re not nostalgic
Then give me another word for it
You who are so good with words
And at keeping things vague
Because I need some of that vagueness now
It’s all come back too clearly
Yes I loved you dearly
And if you’re offering me diamonds and rust
I’ve already paid

DIAMANTES E FERRUGEM
(Letra e música de Joan Baez)

Bem, eu serei condenada
Lá vem o seu fantasma novamente
Mas isso não é incomum
É apenas porque a lua está cheia
E aconteceu de você decidir ligar
E aqui eu me sento
Mão no telefone
Escutando uma voz que conheço
Um par de anos luz atrás
Encaminhando direto para uma queda

Como eu me lembro dos seus olhos,
eram mais azuis do que ovos de robin
Minha poesia era ruim você disse
De onde ligando?
Uma cabine no meio-oeste
Dez anos atrás
Você comprou abotoaduras
Você me trouxe algo
Ambos sabemos o que as memórias podem trazer
Elas trazem diamantes e ferrugem

Bem, você estourou na cena
E já era uma lenda
Um fenômeno não produzido
O vagabundo original
Você se perdeu nos meus braços
E neles ficou
Temporariamente perdido no mar
A Madonna foi sua de graça
Sim, a garota na metade da concha
Manteria você ileso

Agora eu vejo você se levantando
Com as folhas marrons caindo ao redor
E neve em seu cabelo
Agora você está sorrindo na janela
Daquele rico hotel
Sobre Washington Square
Nossa respiração sai como nuvens brancas
Que se misturam e flutuam no ar
Falando estritamente para mim
Poderíamos ter morrido antes e agora

Agora está me dizendo
Que não é nostálgico
Então me dê outra palavra para isso
Você que era tão bom com as palavras
E em deixar as coisas vagas
Porque eu preciso de um pouco desta vaguidade agora
Tudo volta muito claramente
Sim, eu te amei querido
E se você me oferece diamantes e ferrugem
Eu já paguei.

NOTA:
A música é uma referência à relação entre Joan Baez e Bob Dylan dez anos antes ser lançada em 1975. Apesar de uma certa discordância entre os dois e de Dylan não ser explicitamente citado, a letra se refere a um encontro entre ambos em um “crummy” hotel em Greenwich Village NY, onde ela lhe deu de presente um par de abotoaduras, as lembranças desse encontro se resumem em “diamonds and rust”.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos