Fátima:R$ 10.365,62 , líquidos, do TJ-BA
============================================

DEU NO SITE BAHIA TODO DIA

MARCOS RUSSO

De acordo com publicação do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), a primeira-dama do Estado, Maria de Fátima Carneiro de Mendonça, faturou no útlimo mês de junho, R$ 10.365,62 e não os R$14.632,88, como foi amplamente divulgado. No salário houve desconto de R$ 4.267,26? soma de desconto da previdência e imposto de renda.

O que chama atenção é que há cinco anos Fátima é presidente da Organização Não Governamental, Voluntárias Sociais da Bahia, cargo intrínseco à função de primeira-dama baiana e não poderia estar em dois lugares ao mesmo tempo. De acordo com a assessoria de imprensa, Fátima está licenciada do serviço no Tribunal.

Mas, como consta na lista divulgada pelo TJ-BA, cumprindo a Resolução nº 151 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ)- de publicizar a lista nominal de remuneração dos servidores e magistrados em seu portal – a primeira-dama da Bahia deveria estar em plena atividade ou gozando de prêmios pelos anos de trabalho. Os valores são referentes ao trabalho do mês de junho, de servidores e magistrados. A assessoria da esposa de Jaques Wagner foi questionado se Fátima estaria à disposição do Executivo para justificar o recebimento dos proventos no órgão do Judiciário – do qual é concursada -, mas, a informação não foi confirmada.

A primeira-dama da Bahia, de acordo com a publicação do TJ-BA é lotada na Coordenação de Assistência Médica de Salvador, seu cargo é descrito como assessora de supervisão geral.?


Cristina Kirchner exibe a nova nota de cem pesos, com a efígie de Evita Fotografia © Reuters/Marcos Brindicci

=========================================

O legado de Evita Perón ainda é importante nas decisões da Argentina peronista, 60 anos após a sua morte, a começar pela Presidente Cristina Kirchner, que muitas vezes se apresenta ao lado do seu retrato.

“O peronismo deve muito a uma mulher em particular, Evita”, afirmou o historiador Felipe Pigna, autor da biografia ‘Evita’, à AFP, referindo-se à atual Presidente Cristina Kirchner. “No kirchnerismo que tem sido construído, Evita está muito presente”, acrescenta.

Para assinalar o aniversário da morte, Kirchner revelou uma imagem da nova nota de cem pesos argentinos (cerca de 18 euros), que tem a efígie de Evita.

A mítica herança de Evita, que conheceu Juan Domingo Perón em 1944, antes de este se tornar presidente, é reivindicada pelo movimento que se tornou a principal força política na segunda metade do século XX. Cristina Kirchner, de 59 anos, tem uma tendência para discursos improvisados e gostos luxuosos, tal como Maria Eva Duarte Perón. Ambas partilham o gosto por jóias e vestidos Dior. No entanto, as semelhanças ficam por aí.

“Cristina é uma intelectual, da classe média universitária e com uma longa carreira parlamentar”, explica Felipe Pigna. “Evita era intuitiva: permitiu que Perón mantivesse os pés assentes no chão”.

Muito antes de Cristina Kirchner chegar ao poder, em 2007, já María Estela Martínez, conhecida como “Isabelita”, havia tentado em vão desempenhar o papel de Evita, cujo 60.º aniversário da morte se celebra hoje. Longe de satisfazer as condições necessárias para governar o país, Isabelita ainda conseguiu aquilo que foi recusado a Evita: ser candidata à vice-presidência ao lado de Perón em 1973. Isabelita, que hoje em dia vive em Espanha, tornou-se presidente após a morte de seu marido em 1974, até o golpe de 1976.


(Com informações do Diário de Notícias (Portugal e AFP)

jul
26
Posted on 26-07-2012
Filed Under (Artigos) by vitor on 26-07-2012


DEU EM A TARDE (MATERIA SUGERIDA AO BP POR MARIA OLIVIA SOARES)

Nesta quinta-feira, 26, é comemorado o dia de Nossa Senhora Sant’Ana, a avó de Jesus. Em Salvador, a programação acontece na paróquia Santíssimo Sacramento e Sant’Ana, em Nazaré, e na paróquia de Sant’Ana, no Rio Vermelho.

No Centro da cidade, as missas começaram às 6 horas e seguem até as 19h30, quando o bispo auxiliar da Arquidiocese de Salvador, Dom Giovanni Crippa preside a celebração.

No Rio Vermelho, os fiéis seguiram em procissão pelas ruas do bairro após a missa das 7 horas. Ainda haverá uma cerimônia às 19 horas celebrada pelo bispo auxiliar da Arquidiocese de Salvador, Dom Gregório Paixão.

Como Nossa Senhora Sant’Ana é a avó de Jesus, nesta quinta também é comemorado o dia dos avós.
==================================
Salsa na caixa, Maestro.

E um viva para todas as avós. Quem nunca GOSTOU (muito) de uma?

(Vitor Hugo Soares)

jul
26
Posted on 26-07-2012
Filed Under (Artigos) by vitor on 26-07-2012


==========================================
Simanca, hoje, no jornal A Tarde (BA)

DEU NO G1 (RIO DE JANEIRO

Do G1 RJ

O presidente nacional do PTB e ex-deputado federal Roberto Jefferson se internou na manhã desta quinta-feira (26), no Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul do Rio. De acordo com assessoria do hospital, o político vai fazer uma série de exames. Ele faz tratamento contra um tumor no pâncreas.

O ex-deputado que denunciou o esquema do mensalão,chegou por volta das 8h ao hospital.

O médico dele, José Ribamar Azevedo, informou no último dia 20 que Jefferson deverá ser submetido a uma cirurgia para retirada do tumor no próximo sábado (28).

Jefferson é um dos 38 réus do julgamento do mensalão programado para se iniciar no próximo dia 2 no Supremo Tribunal Federal (STF). Ele é acusado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por, supostamente, ter recebido R$ 4 milhões do ‘chamado “valerioduto”, que, segundo a denúncia, era operado por Marcos Valério e abastecia parlamentares aliados ao governo.

Em 2005, em entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo”, Jefferson relatou o “modus operandi” do mensalão, detonando o maior escândalo político do governo Lula (2003-2010).

Luiz Francisco Corrêa Barbosa, advogado do ex-deputado, cassado em 2005, pretende sustentar diante dos 11 ministros do STF que, mesmo que Lula não tivesse conhecimento sobre o suposto pagamento de propina a parlamentares em troca de apoio político no Congresso, ele deveria ter sido responsabilizado criminalmente pela existência do mensalão.


Paya: acidente e morte envoltos em dúvidas
=========================================

DEU NO PORTAL EUROPEU TSF

Os Estados Unidos pediram uma investigação «a fundo e transparente» sobre a morte do oposicionista cubano Oswaldo Payá, que faleceu num acidente de automóvel, no domingo, na cidade cubana de Bayamo, segundo notícia da Agência Efe.

«As circunstâncias da sua morte e o acidente ocorrido deveriam ser investigados», afirmou hoje o subsecretário de Estado para os Assuntos Públicos, Mike Hammer, em respostas a usuários da rede social twitter em castelhano.

«O governo cubano, no interesse de todos, deveria fazer uma investigação a fundo e transparente, porque se deveria saber o que ocorreu», insistiu.

Paya, um dos símbolos da oposição cubana falecido aos 60 anos num acidente automóvel que a família quer ver investigado, foi sepultado na terça-feira, no cemitério de Colombo, em Havana, depois de uma missa oficiada pelo cardeal Jaime Ortega, arcebispo de Havana.

As autoridades cubanas asseguram que Paya morreu no domingo, juntamente com outro dissidente, quando o carro alugado em que se seguiam derrapou na pista e bateu numa árvore, no sudeste cubano.

Mas a filha de Paya, Rosa Maria Paya, questionou fortemente a versão governamental durante uma declaração bastante  emotiva no funeral.


(Mais informações sobre o assunto em TSF- http://www.tsf.pt )


========================================


DEU NA COLUNA PODER ONLINE NO IG, ASSINADA POR TALES FARIA

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, revelou ao Poder Online que, no encontro de ontem com diretores da Tim e da sua controladora, a Telecom Itália, ouviu do presidente mundial do grupo, Franco Bernabè, um argumento curioso sobre os problemas da telefônica:

– Na tentativa de minimizar as falhas na prestação de serviços, o Bernabé disse que o próprio mercado resolve esses assuntos, na medida em que há outras empresas concorrendo com a Tim e pelas quais o usuário pode optar se estiver insatisfeito.

E qual foi a resposta do ministro ao empresário italiano?

– Ora! Disse-lhe que não sabia como são as coisas lá na Itália. Mas aqui, se eu for à presidenta Dilma Rousseff com um argumento desses, sou demitido na hora. Ele estava tentando me convencer simplesmente do seguinte: os incomodados que se mudem. O governo não pode aceitar uma coisa dessas.

==========================================

OPINIÃO POLÍTICA

Guardião e acesso à informação

Ivan de Carvalho


Segundo conta a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, na primeira sessão de instrução da ação contra Carlinhos Cachoeira, na Justiça Federal, na terça-feira, o advogado Ney Moura, na defesa de Wladimir Garcez, perguntou a um agente da Polícia Federal se o sistema Guardião, da Polícia Federal (e também de muitas polícias estaduais, inclusive a da Bahia) é “ativo ou passivo”, isto é, “se gravava sozinho ou só quando mediante comando”.
O agente respondeu que “é um sistema passivo”. Mas quando o agente respondeu a alguma outra pergunta, o advogado observou: “Pelo que o Sr. está dizendo, o sistema é ativo”. Foi então que o juiz, Alderico Santos, interveio: “Isso não é relevante, se o sistema é ativo ou passivo, homem, mulher…”.

Claro que não interessa se o sistema é homem ou mulher. Mas o advogado certamente tinha suas razões para indagar se o sistema é ativo ou passivo e isto, sem nenhuma dúvida, interessa, não só a ele como à sociedade.

Aliás, será de grande conveniência que alguma instituição, a exemplo da OAB ou ABI ou ainda alguma entidade de defesa dos direitos e garantias individuais (isso para dar mais força e repercussão ao caso), ou mesmo um veículo de divulgação (jornal, emissora de televisão ou de rádio, site de notícias da Internet, partido político, bancada parlamentar ou algum cidadão) requeira da Polícia Federal e das polícias estaduais (incluindo a Polícia Civil da Bahia) informações detalhadas sobre o sistema Guardião.

O pedido seria fundamentado na Lei de Acesso à Informação (Lei nº 12.527, de 18 de novembro de 2011), em vigor. Vários milhares de requerimentos de informação vêm sendo feitos, mas, até onde se haja divulgado, o sistema Guardião está ainda intocado. Ele monitora os grampos (escutas telefônicas e outras escutas eletrônicas) autorizadas pela justiça por solicitação policial. O Ministério Público, como órgão que também pode conduzir investigações, tem o sistema Guardião a sua disposição.
Além das escutas judicialmente autorizadas, corretamente fundamentadas na Constituição e na legislação específica, podem ocorrer (na verdade há alegações de que têm ocorrido com certa frequência) autorizações judiciais sem a fundamentação correta, vale dizer, em circunstâncias nas quais a Constituição e a legislação específica não permitiriam a escuta. É o que se tem chamado, a título de advertência – ou talvez de constatação – de “banalização do grampo”, com a agressão, nestes casos, de garantias e direitos individuais relacionados no artigo 5º da Constituição.

Ora, se são assim as coisas, é evidente que em sua própria defesa a sociedade tem o máximo interesse em saber sobre o Guardião. Não só se o sistema é “ativo ou passivo”, mas interesse em conhecer, detalhadamente, todas as informações sobre o Guardião, o uso que dele tem sido feito, quais autoridades ou órgãos do Estado possuem o sistema – nas esferas federal, estadual e até municipal, se for o caso –, sua capacidade quanto ao número de escutas simultâneas (parece que, teoricamente não tem limite, dependendo apenas do número de funcionários postos para processar o material gravado). Isso e outras informações sobre aspectos cuja relevância os especialistas certamente saberão apontar.

Estou abordando esta questão do Guardião porque o monitoramento das pessoas pelo Estado e até por empresas privadas e indivíduos – como no caso de câmeras em lojas, agências bancárias, escritórios e no caso de escutas clandestinas tão comuns – é cada vez mais amplo e tem tudo a ver com a questão da liberdade. Nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) no Rio de Janeiro, resolveram impor aos médicos um chip no jaleco. Eles se rebelaram, vão ao Judiciário. Não sei e estou muito curioso sobre a resposta que este dará.

  • Arquivos