=====================================

Em greve há 99 dias, os professores da rede estadual continuam a ocupar o salão Deputado Nestor Duarte, na Assembleia Legislativa. Nesta quarta-feira (18), deverá ser votado o pedido de reintegração de posse do prédio feito pelo presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelo Nilo (PDT).

Desde a noite de segunda (16), os ocupantes estão sem ar-condicionado e sem acesso aos banheiros nos períodos fora do expediente da assembleia. O prédio também teve o fornecimento de energia e água cortado para pressionar os professores a deixar o prédio. Dormindo em barracas de camping, os professores se negam a sair.

Em reunião nesta quarta (18), com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Bahia (APLB), os professores aprovaram uma contraproposta que será apresentada ao governo. O documento será entregue ao Ministério Público.

Ontem (17), o Ministério Público Estadual (MP) e o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ) anunciaram que não vão mais participar das negociações entre os professores e o governo do estado, visando o fim da greve na Educação.

Em nota conjunta, as instituições informam que “persistindo o impasse, em razão da não obtenção de um acordo em tempo hábil e visto a aproximação de uma situação de dano irreversível ao calendário escolar, não resta outra alternativa às referidas instituições mediadoras senão considerar, nas atuais circunstâncias, concluídas as negociações”.
(Informações do Correio da Bahia. Redação)
==================================

BAHIA EM PAUTA EM CIMA DA HORA:

A expectativa e a tensão flutuam por todos os salões, gabinetes e corredores da Assembléia Legislativa da Bahia, ocupada há 100 dias por professores da rede estadual de ensino em greve.

O clima de preocupação se espalha por outras áreas do Centro Administrativo, incluindo o prédio da governadoria e o gabinete do Secretário de Segurança.À forte tensão juntam-se os boatos sobre a decisão do TJ-BA quanto à reintegração de posse da ALBA pedida por seu presidente Marceli Nilo e os desdobramentos que se seguirão ainda hoje.

Tudo somado ao grande movimento de chegada de professores e de profissionais de redes de TV e da mídia em geral ao CAB, indicativos de que são aguardados acontecimentos decisivos ainda nesta quarta-feira(18)
A conferir

(Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos