jul
12
Postado em 12-07-2012
Arquivado em (Artigos) por vitor em 12-07-2012 00:59

=============================================


Betinho festeja gol do campeão do Brasil

=========================================

Acabou o sofrimento, torcedor palmeirense. Na noite desta quarta-feira, o Palmeiras enterrou seus traumas dos últimos 12 anos sem títulos nacionais, apagou da memória a derrota por 6 a 0 em 2011, e conquistou a Copa do Brasil pela segunda vez em sua história.

O adversário não poderia ter sido mais simbólico: o mesmo Coritiba que humilhou os palestrinos no ano passado. A final foi sofrida, com muita pressão no Couto Pereira e os paranaenses saindo na frente, com Ayrton, aos 16 minutos do segundo tempo.

Marcos Assunção, porém, voltou a decidir: foi dele o cruzamento na cabeça de Betinho, o desconhecido atacante que se tornou o herói improvável dos palmeirenses. No final, o 1 a 1 acabou com o jejum de títulos nacionais do Palmeiras, campeão da Copa do Brasil novamente sob a batuta de Luiz Felipe Scolari, o rei dos mata-matas.

O atacante Luan, que se lesionou logo após entrar em campo, ainda deixou uma cena para os torcedores se emocionarem. A imagem do jogador se arrastando em campo, com a coxa direita dilacerada, e marcando os zagueiros do Coritiba, foi a marca deste Palmeiras guerreiro que conquistou o título da Copa do Brasil mesmo com todas as lesões e suspensões na trajetória até o título.

Agora, o Palmeiras já começa a montar seu planejamento para a Copa Libertadores 2012, competição que o alviverde volta a disputar após três anos ausente. Até lá, o time de Felipão tem o Brasileiro e a Sul-Americana para disputar. A incerteza fica por conta da permanência do técnico Luiz Felipe Scolari para a próxima temporada. Mas o torcedor palmeirense está pouco se importanto com qualquer outra questão. No momento, a única vontade é gritar “é campeão” até a voz acabar.


Felipão: a alegria do comandante

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos