Joseph(PT) x Isaac(PC do B):rebeldia em Juazeiro

=================================

OPINIÃO POLÍTICA

Ditaduras contestadas

Ivan de Carvalho

Um fenômeno interessante e provavelmente benéfico no âmbito dos partidos está se desenvolvendo no Recife e em Juazeiro. Muito provavelmente ocorre em vários outros municípios do país, mas, os dois casos citados são certamente os mais notórios para os baianos.

O primeiro, por afetar a sucessão do prefeito de uma das mais importantes capitais de estado e envolvendo o presidente nacional do PSB, governador Eduardo Campos, cuja importância na política brasileira não para de aumentar. O segundo, por envolver a sucessão de prefeito numa das principais cidades baianas e gerar uma crise de alguma relevância na sessão estadual do PT.

No Recife, o prefeito João Costa, do PT e que tem grande popularidade, afirmou sua candidatura à reeleição, mas os comandos nacionais do seu partido e do PSB, representados por Lula e Eduardo Campos, respectivamente, concordaram em que o candidato da aliança PT-PSB e outros teria que ser o senador petista e ex-ministro da Saúde de Lula, Humberto Costa.

Tudo acertado, salvo pelo fato de que o prefeito João Costa não concordou. Ganhou uma prévia promovida pelo próprio PT, que depois a anulou, marcou outra – que o prefeito ia ganhar também – e a inviabilizou com a renúncia do único concorrente, o deputado Maurício Rands, para impor a candidatura do senador Humberto Costa. Então, um juiz determinou que a primeira prévia – a única realizada – foi válida e comunicou que o candidato do PT tem de ser o prefeito João Costa.

Para tornar o caso mais espetacular, o governador Eduardo Campos, alegando que o PT não conseguiu resolver sua divisão interna, anunciou que o PSB terá seu próprio candidato e o PT que se vire. Ou se dane.
Em Juazeiro o caso é menos complicado. O prefeito Isaac Cunha, do PC do B, é candidato à reeleição. O comando estadual do PT quer apoiá-lo, em troca de apoio do PC do B em Lauro de Freitas e talvez dentro de uma aliança mais ampla. Mas o PT de Juazeiro faz questão de ter candidato próprio e homologou em convenção, na sexta-feira, a candidatura do ex-prefeito e ex-deputado federal Joseph Bandeira, que liderava e continua liderando com folga as sondagens de intenções de voto. O segundo colocado nas pesquisas era o deputado Roberto Carlos, do PDT, que já declarou seu apoio a Bandeira. Quando este não era incluído na pesquisa, Roberto Carlos liderava. Além de lideranças do PDT, PTB, PRP, PSDC e PT do B, prestigiou a convenção – sempre ensinando boas lições – o ex-governador Waldir Pires, do PT. Ao Blog do Geraldo José, Joseph Bandeira afirmou: “Não sou homem de temer nada de ninguém, não tenho medo de nada, não temo retaliações, aliás, eu quero retaliações porque estou com o povo de Juazeiro. A cada ação literalmente haverá a reação, isso vocês podem acreditar”. Em síntese: uma zorra.

Mas, qual o benefício que essas rebeldias contra os controles superiores (nacionais, estaduais) dos partidos pode acarretar? Nos dois casos expostos, atingiu o PT, mas outras legendas não estarão a salvo. É que a legislação partidária e eleitoral apontaram para o estabelecimento de ditaduras nos partidos, exercidas pelo ápice da pirâmide. No limite, um horror do qual a História dá testemunho continuado. As primeiras rebeldias talvez estimulem outras e a liberdade acabe se infiltrando e criando raízes na base da pirâmide.

Talvez, se isso acontecer, Lula não mais frequente a casa de Maluf.

Be Sociable, Share!

Comentários

vangelis on 25 junho, 2012 at 10:37 #

Caro VHS, essa rebeldia em Juazeiro tem nome: DESESPERO! Joseph como todo político sem mandato joga as suas últimas cartadas a fim de conseguir demonstrar forças que estão se enfraquecendo. O Tempo é o Senhor das Coisas, ele já não é mais um jovem político e ha duas eleições não consegue mandato. O sintoma desse desespero se deu na sua forçada convenção do PT Juazeirense, sem apoio do Jonas Paulo e do próprio Governador, que dizem estar magoado com ele por uma possível gravação de uma reunião em que discutiram os problemas da sucessão municipal, do acordo que o PT estadual tem com o PCdoB para reeleição do atual prefeito Isac. As presenças do Waldir Pires, que está magoado com o PT pela sua NÃO indicação a senador, e do deputado Roberto Carlos magoado ainda com o episodio da invasão do seu(lá dele) gabinete na ALBA representam ainda mais esse fato. Há ainda uma outra interpretação local de que ao confrontar o partido, mesmo que não consiga a legenda, deixará o Joseph com forças para dar apoio a um outro candidato que no caso seria o Edson Tanuri do PTB. Enfim, o PT não esquece a presença do Joseph no encontro regional do PTB, em 31.03.2012, com abraços efusivos com o Roberto Jefferson o deflagrador do mensalão com o “SAI DAÍ ZÉ DIRCEU”. Agora é só aguardar os acontecimentos, pois, depois do LuLLa com o MaLLuf tudo, mas, tudo mesmo pode acontecer.


vangelis on 25 junho, 2012 at 13:41 #

Ganhou, mas pode não levar

Publicado por Carlos Britto

25/06/2012 às 13:20

Se o candidato do PT a prefeito de Juazeiro, Joseph Bandeira, cujo nome foi homologado na controversa convenção da última sexta-feira (22), insinuou que poderá levar sua candidatura às raias da justiça para garantir seu direito, então será bem provável que faça isso mesmo.

Como o Blog já tinha adiantado ainda na sexta, uma fonte do Paço Municipal confirmou um acordo – ainda não anunciado publicamente – entre o PT de Bandeira e o PCdoB do atual prefeito Isaac Carvalho.

Essa especulação ganha força pelas declarações do presidente do PT na Bahia, Jonas Paulo, que se apressou em dizer, em outras palavras, que “trabalha para manter unida a base do Governo Wagner”, ressaltando que “a união da esquerda é fundamental”. Para um bom entendedor…

Somados a isso estão os comunicados internos do partido divulgados por este Blog, a resolução do da Executiva Estadual cancelando, na véspera, o evento de sexta, sem esquecer que também antecipou ao TRE a nulidade das homologações ocorridas no polêmico encontro. Ao que tudo indica, Bandeira ganhou, mas pode não levar.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos