================================

É pra xaxá
Álbum: Coisas do Norte (1963)

Vamos Faxiar
Álbum: O Nordeste e seu ritmo (1961)

========================
BP e seu editor estão estão de mudança para Guarajuba em busca de sanfona, festa… e pouco trabalho.Mandaremos notícias quando der.

Viva São João e bom forró para todos.

(Vitor Hugo Soares)

DEU NA TRIBUNA DA BAHIA, COLUNA RAIO LASER

Que a greve estadual dos professores, que já dura 72 dias, tem causado danos irreparáveis ninguém pode negar, mas o que não se esperava é que ela fosse tomar dimensão internacional, chegando até o Vaticano. Em viagem ao Vaticano, o professor Adalberto Carvalho aproveitou para pedir uma “ajudinha divina” ao Papa Bento XVI e levou um cartaz escrito em inglês, francês e português com os dizeres:

“Papa a educação dos jovens no Brasil corre perigo”;

“Viva a luta dos professores do Estado da Bahia! Avante! Até a volta companheiros!”.

Posteriormente o professor postou a foto com o protesto em sua página pessoal do Facebook.

jun
22
Posted on 22-06-2012
Filed Under (Charges) by vitor on 22-06-2012


================================
Sid, hoje, no portal Metro1 (BA)


Circuito do caos: Em Salvador o prefeito sumiu
————————————————————————

OPINIÃO POLÍTICA

O caos perfeito

Ivan de Carvalho

Se houver alguma teoria do caos aplicável à política, ela está em plena execução neste momento, no circuito Recife-Salvador-São Paulo.

No Recife, o prefeito João Costa, que é do PT e muito popular, dispõe-se à reeleição. Mas Lula e o comando nacional do PT decidiram discordar. Lula e o seu importante aliado Eduardo Campos, governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, conversaram e chegaram à conclusão de que o candidato será, perdão, seria o senador e ex-ministro da Saúde, Humberto Costa, do PT. Costa não se conformou, gritou alguma coisa tipo “manobras fora, candidatura ou morte” e ingressou na justiça.

Ocorrera uma prévia no PT, que o prefeito João Costa vencera. O partido, porque não o quer candidato, descobriu supostas anormalidades na prévia e a anulou. Convocou outra, arrumou um adversário para o prefeito João Costa e, na véspera, porque este ia vencer outra vez e toda a estratégia já levava isso em conta, o “adversário”, Maurício Rands, desistiu. Aí não houve a segunda prévia, enquanto a primeira estava anulada.

Então, o impensável aconteceu. Na segunda-feira, o juiz da 3ª Vara Cível do Recife, Francisco Julião, reconheceu a validade da primeira prévia e determinou ao PT que o prefeito João Costa é o candidato do partido, em consequência das próprias normas do PT. A decisão judicial admite recurso. Diante de tal baderna no PT, Eduardo Campos anunciou que o PSB está fora disso e terá seu próprio candidato a prefeito da capital. Exonerou quatro secretários estaduais e pretende escolher um deles para ser o candidato socialista.
]
Em São Paulo, está aquele horror. O caos começou quando o prefeito e presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, se apresentou com disposição para aliar-se ao PT. Lula e o comando petista lançaram iscas e abriram as mandíbulas. Então o tucano José Serra decidiu ser candidato à prefeitura e Kassab disse que, sendo este o candidato, não tinha como não aliar-se – ao PSDB. Restou ao PT ficar cantando “ai se eu te pego”. E, sabendo que não mais pegaria, pôs-se ao encalço do PSB. Tudo beleza. Lula e Eduardo Campos conversaram, acertaram a aliança e a socialista Luiza Erundina, deputada e ex-prefeita, foi convidada para vice. Aceitou, mesmo já sabendo que a chapa que integraria, encabeçada pelo ex-ministro da Educação, Fernando Haddad, do PT, teria o apoio de Maluf.

Mas então voltou o impensável. O fato que não podia existir, mas estava lá. Não o fato, perdão, a foto. Lula, Haddad e Maluf, este esbanjando sinais de positivo e de V da vitória, dono da casa, em seus jardins, os três a braços e abraços – abraços, não sei bem, a foto não mostra, mas havia moitas por perto. Efusivos apertos de mão, com certeza. Erundina tentou resistir à foto, mas não resistiu à pressão que ela provocou em suas bases. O PSB, por seu presidente Eduardo Campos, já liberou o PT para procurar outra pessoa para vice. Netinho de Paula, candidato do PC do B a prefeito, escreveu no twitter que ele não “e pronto, fim”. Um advogado, Luiz D’Urso, do PTB, disse que foi convidado para vice de Haddad e até apresentou como credencial um telefonema de Maluf – “Ele disse que o PP apoia o meu nome” – mas um petista desmentiu o convite, ao que D’Urso replicou que fora outro petista o autor do convite.

Aqui em Salvador o caos nem dá para descrever. Prefeito viaja e some, chefe da Procuradoria diz que está no comando, advogados dizem que não, por falta de previsão legal, mas se não há esta, também não há outra. E o PP, que já desistira de candidato próprio à prefeitura e firmara aliança de apoio ao petista Pelegrino, de quem indicaria o vice, já não indicará nada e repôs o candidato a prefeito. Uma breve amostra do caos perfeito.

LAMENTO SERTANEJO

Composição: Dominguinhos e Gilberto Gil
Intérprete: Elba Ramalho

Por ser de lá
Do sertão, lá do cerrado
Lá do interior do mato
Da caatinga e do roçado
Eu quase não saio
Eu quase não tenho amigo
Eu quase que não consigo
Ficar na cidade sem viver contrariado

Por ser de lá
Na certa, por isso mesmo
Não gosto de cama mole
Não sei comer sem torresmo
Eu quase não falo
Eu quase não sei de nada
Sou como rês desgarrada
Nessa multidão, boiada caminhando à esmo


————————————————–
BOA NOITE!!!

(VHS)

  • Arquivos