João com Tatiana (e ACM Neto):
longe da Convenão do PT
=======================================

OPINIÃO POLÍTICA

A viagem

Ivan de Carvalho

A política baiana tem uma vocação especial para transformar as coisas mais simples em um dramalhão. Veja-se esse caso da viagem do prefeito João Henrique à Espanha em companhia de sua mulher e secretária municipal da Saúde, Tatiana Paraíso.

Imediatamente surgiu a notícia de que a coisa seria complicadíssima, porque as pessoas na linha de sucessão não poderiam assumir o cargo, o que as tornaria inelegíveis.
O cargo de prefeito iria cair – como a maçã na cabeça de Isaac Newton – nas mãos de uma vereadora do PV, que é candidata a nada. E ela estaria disposta a proceder como dizem que Eva fez com a outra maçã, que, por sinal, não está na Bíblia – tascar os dentes com vontade. Em outras palavras, assinar atos desfazendo muita coisa feita e fazendo muitas outras não feitas. Terrorismo puro. “Fica revogado o aumento das tarifas de ônibus”.

Mas os que pensavam equivocavam-se. Porque, na linha de sucessão – impropriamente chamada assim aqui – havia a procuradora geral do município. O prefeito avisa a Câmara, no caso de viagem superior a 15 dias, mas é a chefe da procuradoria do município que passa a responder pela prefeitura, mantendo-se no próprio cargo, sem a necessidade de assumir o de prefeito. Esta parte está, pois, resolvida.

Viagens de governantes são normais. Especialmente as aéreas. FHC usava um tal de “sucatão”, uma aeronave contemporânea daqueles tapetes voadores das lendas árabes – que eu acho que voavam mesmo, com motores, janelinhas, bancos, essas coisas que aviões e discos voadores têm –, mas o companheiro Lula, como autêntico sindicalista, exigiu melhorias e comprou o Aerolula. E antes mesmo de deixar o cargo começou a preparar os planos para a compra do Aerodilma, este sim, cinco vezes mais caro que o Aerolula e que será capaz de fazer todo brasileiro inflar o peito de orgulho ao vê-lo pela TV pousar nos mais badalados aeroportos do mundo.

Mas outros políticos no Brasil são menos exigentes, viajam até de jatinho ou de helicóptero (existem alguns tão incrivelmente modestos que até pedem emprestados jatinhos ou helicópteros alheios, com notória economia para os cofres públicos). Se tais empréstimos aeronáuticos implicam em despesas públicas por fora, elas não são notórias, até são invisíveis e o que não é visível é irreal. Ou não?

Detestável é a atitude do prefeito de nossa Salvador de viajar para o exterior, para espanhol ver (se fosse para inglês ver, talvez não se humilhasse tanto) em um inaceitável avião de carreira, embora eu não saiba se optou por aquelas cadeiras que permitem estirar as pernas ou por aquelas que obrigam seus ocupantes a serem contorcionistas sujeitos a trombose. Também resta esclarecer se a viagem é particular ou oficial, pois um funcionário da prefeitura comentou que “é oficial”, mas não soube dizer qual é a agenda de compromissos.

Se for particular, isso é o de menos. O direito de ir e vir é assegurado pela Constituição. Obama frequenta Camp David. Putin, não mais exercendo soberania sobre a Criméia, talvez passe as férias inspecionando a KGB, só por nostalgia. Mas governante brasileiro que se preza passar férias no Brasil é exigir demais. Um feriadão, vá lá, na praia de Inema, mas férias não: tem que ficar bem longe do ato de apoio do PP ao candidato do PT e da convenção que oficializará a candidatura petista a prefeito de Salvador. Estas são missões ou diversões prioritárias.

Be Sociable, Share!

Comentários

Graça Azevedo on 19 junho, 2012 at 10:05 #

Mas, se for oficial o alcaide deve satisfação aos contribuintes. Inclusive explicando se a acompanhante viaja como Secretária ou como 1ª dama.
Só uma pergunta, caro Ivan, cujo artigo diário aqui neste blog leio atentamente para estar bem informada: se o prefeito tem a pior avaliação do Brasil, por que tanta gente quer o apoio dele?


Ivan de Carvalho on 19 junho, 2012 at 23:35 #

Graça,
Ele tem uma boa quantidade de votos, principalmente na periferia. E tem a máquina municipal, alvo da cobiça maior.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos