jun
12
Posted on 12-06-2012
Filed Under (Newsletter) by vitor on 12-06-2012


“A greve continua”, decidem professores en assembléia

=====================================

DEU NO CORREIO DA BAHIA

Da Redação

Os salários dos professores da rede estadual, que estão em greve há 63 dias, deverão continuar cortados. O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Ari Pargendler, suspendeu, nesta terça-feira (12), a liminar concedida pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ) que orientava o pagamento dos salários dos professores grevistas.

Na sexta-feira passada (8), o Supremo Tribunal Federal (STF) negou seguimento à suspensão da liminar da Procuradoria Geral do Estado (PGE) e, com isso, manteve a decisão da desembargadora Lícia Laranjeira que determina o pagamento dos salários cortados.

De acordo com a PGE, o STF recomendou, na ocasião, que o recurso fosse direcionado ao STJ. “A decisão do STJ segue o entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF), no sentido da aplicação da lei de greve ao serviço público, que não obriga ao pagamento dos salários no período da paralisação”, afirma o procurador geral do Estado, Rui Moraes Cruz.

A PGE entendeu que a liminar deferida pelo TJ tinha conteúdo contraditório em relação à decisão anterior, também do TJ, que manteve os efeitos da declaração de ilegalidade da greve na rede pública de ensino do Estado, decidida pela 5ª Vara da Fazenda Pública da Bahia.

Manutenção da greve

Em assembleia realizada na manhã desta terça-feira, os professores decidiram manter a greve. Depois da reunião, os docentes saíram em passeata da Assembleia Legislativa, no CAB, até a sede da Secretaria de Educação. Eles entraram na sede da secretaria e cantaram músicas de protesto pelos corredores durante cerca de 20 minutos.

A categoria reivindica o pagamento do aumento pleiteado de 22% ao longo de 2012, desde que este valor seja válido para todos os professores – de todos os níveis, incluindo aposentados e probatórios. Uma nova assembleia para avaliar os rumos da greve está marcada para a próxima terça-feira (19).

Em contrapartida, o governo propõe aos professores licenciados promoção, por meio de curso, com ganho real de 7%, em novembro deste ano, e mais 7% em abril de 2013. Somando aos reajustes já concedidos este ano (6,5%), a proposta resulta em ganho total de 22 a 26%.

Segundo a Secretaria de Educação do Estado da Bahia, o diferencial dessa proposta é associar o ganho com a formação para os professores licenciados.

DEU NO IG

O desembargador Tourinho Neto, do Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF1), do Distrito Federal, reconheceu como ilegais as interceptações telefônicas da Operação Monte Carlo, da Polícia Federal, que desmontou o grupo do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, investigado por CPI no Congresso Nacional. Com isso, o desembargador considera nulas as provas decorrentes desses grampos.

O resultado imediato desse voto do relator sobre o habeas corpus movido pela defesa de Cachoeira seria a imediata libertação do contraventor. Isso só não aconteceu porque um ministro pediu vista do processo. O julgamento será retomado somente na próxima semana.

Segundo Tourinho Neto, o delegado encarregado da investigação, Matheus Mella Rodrigues, cometeu um erro ao fundamentar o pedido de interceptações ao basear-se apenas em denúncias anônimas e em uma notícia de jornal. Segundo o desembargador, o juiz federal que autorizou os grampos tomou essa decisão sem a devida fundamentação. “Não se pode haver a banalização das interceptações, que não podem ser o ponto de partida de uma investigação, sob o risco de grave violação ao Estado de Direito”, afirmou.

O julgamento do habeas corpus está a cargo da terceira turma do TRF1, que tem três membros. Ou seja, se apenas mais um juiz acompanhar o relator, os grampos da operação Monte Carlo estarão anulados, quebrando, com isso, toda a espinha dorsal da investigação e facilitando a defesa dos 81 denunciados pelo Ministério Público.

A Operação Monte Carlo investiga uma rede de corrupção, tráfico de influência, lavagem de dinheiro e exploração de jogos ilegais em Goiás e no Distrito Federal. O esquema seria comando por Cachoeira, com a participação de policiais, inclusive delegados das polícias federal e civil, além de empresários, autoridades e políticos.

================================

DEU NO IG

A Rede Globo voltou atrás e se desculpou oficialmente com Sonia Braga por não tê-la citado na matéria exibida nesse domingo (10) no “Fantástico”, sobre a nova adaptação para a TV de “Gabriela”, obra de Jorge Amado. “Melhor assim, desculpas aceitas!”, escreveu a atriz em seu perfil no Facebook na noite dessa segunda-feira (11), depois de ler o pedido de desculpas emitido pela Rede Globo.

“Foi um erro, pelo qual pedimos desculpas à Sônia Braga e aos telespectadores. A única explicação que pudemos encontrar é que a atriz, como Gabriela, é inesquecível a tal ponto que as imagens da personagem subindo o telhado na primeira versão, já parte da melhor antologia da TV Brasileira, pareceram aos editores suficientes, porque todos conhecem Sonia Braga. Foi um erro, como dissemos, sem que em sua origem, no entanto, estejam as suposições que a atriz menciona na mensagem dela nas redes sociais”, escreveu a Globo através de sua assessoria de imprensa.

“Gabriela”, estrelada pela atriz Juliana Paes, estreia na Rede Globo no próximo dia 18.

“Fiquei estarrecida ao assistir ao Fantástico de hoje. Estarrecida e chocada com o exemplo de mau jornalismo. Na matéria sobre o remake de Gabriela, que terá Juliana Paes no papel (cuja escolha, aliás, achei perfeita), o programa mostrou imagens minhas, na novela original, mas sequer me mencionou como a intérprete original da personagem. Das duas, uma: ou foi incompetência ou, pior, falta de respeito mesmo e pura má-fé. Mas isso não chega a ser novidade na emissora. Talvez porque não tenha aceitado trabalhar de graça para eles na divulgação, em Portugal, da novela Dancin’ Days. Em troca, preferiram me apagar da história da tevê”.


Stevenson, lenda em Cuba …
——————————————————–

…e nos ringues olímpicos do mundo
======================================

DEU NO “PÚBLICO”, DE PORTUGAL


Ele era Teofilo Stevenson, o fiel. À revolução cubana e ao boxe amador. Foi três vezes campeão olímpico e era amigo de Fidel Castro. Morreu aos 60 anos na última segunda-feira, em Havana, aquele que é considerado o melhor pugilista amador de todos os tempos, vítima de um ataque cardíaco.

Stevenson foi contemporâneo de Muhammad Ali, mas nunca o encontrou no ringue, porque nunca quis renunciar ao seu estatuto de amador, mesmo com ofertas de vários milhões de dólares de promotores norte-americanos para defrontar o lendário pugilista norte-americano para o título de pesados. “Não acredito no profissionalismo, apenas na revolução. Eu digo a estes americanos, a estes promotores, que o dinheiro não significa nada para mim. O que é um milhão de dólares comparado com o amor de oito milhões de cubanos?”, disse Stevenson numa entrevista.

Nascido em Las Tunas, uma província a norte de Cuba, a 29 de Março de 1952, sete anos antes de Fidel ter deposto o regime de Fulgencio Batista, Stevenson começou a praticar boxe em criança contra a vontade da mãe e os seus feitos nas categorias inferiores chamaram a atenção dos conselheiros desportivos soviéticos que estavam em Cuba para ajudar a desenvolver o desporto no país.

Aos 17 anos, competiu pela primeira vez no campeonato sénior cubano e perdeu, mas, depois, foi somando vitórias convincentes contra lutadores estabelecidos e rapidamente se estabeleceu como um dos melhores do país.

Nos Jogos Olímpicos de 1972, em Munique, Stevenson já era um dos melhores do mundo e acabaria por conquistar a primeira de três medalhas de ouro, ropendo o domínio norte-americano, não chegando, no entanto, a combater na final porque o seu adversário, um romeno, faltou ao combate.

O domínio de Stevenson no boxe amador estendeu-se ao Mundial de 1974, em Havana, e aos Jogos Olímpicos de 1976, em Montreal. O seu currículo iria crescer com mais dois títulos mundiais em 1978 (Belgrado) e 1986 (Reno) e um olímpico em 1980 (Moscovo). Poderia ter ainda conquistado mais um ouro olímpico quatro anos depois, mas Cuba acompanhou o boicote da União Soviética e de outros países comunistas aos Jogos de Los Angeles.

Stevenson retirou-se em 1988, com um registo de 302 vitórias em 321 combates, mas não abandonou o boxe, tornando-se treinador e assumindo um cargo de vice-presidente na federação cubana e assistindo ao domínio progressivo de Cuba no boxe olímpico – em Atlanta 1996 a selecção cubana conquistou quatro medalhas de ouro e três de prata.

jun
12

DEU NO IG
Perilo se prepara para depor/Agência Senado

==============================
Fred Raposo – iG Brasília

O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), presta depoimento esta manhã de terça-feira, 12,na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI do Cachoeira) sob a ameaça de ser abandonado pelo próprio partido caso não dê explicações convincentes sobre seu relacionamento com o bicheiro Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.

O PSDB condicionou o apoio ou não ao requerimento de quebra de sigilo fiscal, telefônico e bancário de Perillo ao seu desempenho na CPI. “Isso vai ficar para depois do depoimento. Primeiro é importante ouvir o que ele tem a dizer para saber se é necessária ou não a quebra de sigilo”, afirma o líder tucano no Senado, Alvaro Dias (PR).

Dias nega que o PSDB atuará na defesa de do governador goiano. “Nossa postura será a de indagar”, assinala. “Vamos perguntar aquilo que os governistas não questionarem. A expectativa é que com esse depoimento se encerre este assunto”. Perillo é suspeito de ter negociado uma casa com Cachoeira por intermédio do ex-vereador tucano Wladimir Garcez.

Há diferentes versões sobre a venda do imóvel, que ganhou os holofotes por ter sido o local onde Cachoeira foi preso pela Polícia Federal. A mais recente foi dada pelo empresário Walter Paulo Santiago, que afirmou na CPI ter pago a casa em notas de R$ 50 e R$ 100. Até então, Perillo vinha informando ter recebido o pagamento em cheques, que foram emitidos por um sobrinho de Cachoeira.
Segundo a polícia, o governador também nomeou pessoas indicadas por Cachoeira para órgãos do governo. Perillo deve ser questionado ainda sobre a denúncia do jornalista Luiz Carlos Bordoni, que admitiu ter recebido pagamento por serviços prestados à campanha eleitoral de 2010 do tucano por meio de empresa ligada ao esquema de Cachoeira.

A quebra de sigilo de Perillo vem sendo defendida principalmente pelo PT. No entanto, não há ainda maioria na comissão que garanta a aprovação do requerimento. “Já há indícios para a quebra de sigilo”, defende o vice-presidente da CPI, deputado Paulo Teixeira (PT-SP). “O cheque que pagou o imóvel de Perillo veio da organização de Cachoeira. Quem vendeu a casa tem que saber quem a vendeu, e vice-versa”.

A sessão administrativa que analisará o requerimento de quebra de sigilo está marcada para quinta-feira. Para obter a quebra, os petistas precisam do apoio do PMDB e de outros partidos da base, assim como dos parlamentares considerados “independentes” que integram a CPI – como os senadores Pedro Taques (PDT-MT) e Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) e o deputado Miro Teixeira (PDT-RJ).

Leia mais sobre o assunto no IG


==============================
Mía
Armando Manzanero

Mía,
aunque tú vayas por otro camino
aunque jamás nos ayude el destino,
nunca te olvides sigues siendo mía.

Mía,
aunque con otro contemples la noche
y de alegría hagas un derroche,
nunca te olvides sigues siendo mía

Mía,
porque jamás dejarás de nombrarme
y cuando duermas, habrás de soñarme
hasta tú misma dirás que eres mía.

Mía,
aunque te liguen mañana otros lazos,
no habrá quién sepa llorar en tus brazos,
nunca te olvides sigues siendo mía.

Sí, siempre mía.


==================================
BOA TERÇA-FEIRA, 12, DIA DOS NAMORADOS, PARA TODOS OS LEITORES E OUVINTES DO BAHIA EM PAUTA. ESPECIALMENT PARA OS QUE NÃO SENTEM VERGONHA DE ENCHER O PEITO E CANTAR BOLEROS MAGISTRAIS COME ESTE DE ARMANDO MANZANERO, QUE O AUTOR GRAVOU EM DUETO ÚNICO COM BOSÉ.

VIVA O 12 DE JUNHO DE 2012.

(Vitor Hugo Soares)

jun
12
Posted on 12-06-2012
Filed Under (Artigos) by vitor on 12-06-2012


============================
Frank, hoje na Notícia (SC)


=====================================

OPINIÃO POLÍTICA

Os bem aventurados

Ivan de Carvalho

Em novembro de 2008, o então deputado democrata Heraldo Rocha, líder da oposição na Assembléia Legislativa da Bahia, segundo relata o site Bahia Já, edição do dia 4, criticava as péssimas condições de atendimento pelo SUS, sobretudo em hospitais da rede pública. “Há um paciente no Hospital Geral do Estado (HGE) com suspeita de rompimento de aneurisma cerebral que não consegue fazer o exame há mais de 15 dias”, disse o então líder, hoje vice-presidente estadual do partido.

Não ficou sem resposta. O deputado Paulo Rangel, então líder da bancada do PT, pulou na garganta do democrata. Disse que estava impressionado com a capacidade da oposição para criar fatos hilários (não creio que se referisse ao do paciente morredor há 15 dias à espera de um exame). Citou uma ou outra coisa que não tinha a ver com a saúde, mas com fofocas políticas, e o malfadado fim da CPI baiana dos grampos, e depois foi ao ponto – a saúde pública, afirmou, experimentara seus piores tempos na Bahia nos governos de ACM e Paulo Souto. Infelizmente, o site Bahia Já, que usei como fonte dessas informações, não deu conta de qualquer referência do deputado Rangel àquele paciente do HGE à espera de um exame há 15 dias.

O que me levou a abrir esse baú da história da saúde pública na Bahia foi uma notícia do programa Cidade Alerta, da TV Record, na tarde de ontem. Peguei o bonde já andando (rodando) e assim perdi alguns detalhes importantes, assim como a reportagem deixou de fornecer outros que eu gostaria de conhecer para referi-los aqui. De qualquer forma, vamos em frente, que o caso impressiona.

Uma senhora relatava, com palavras das quais escorria, farto, o desespero, o drama de sua mãe. Sentira alguma coisa que recomendava urgente busca de socorro médico. Fora levada a “vários postos de saúde” sem nenhum resultado. Nenhum mesmo. A aflição convenceu os familiares a levá-la a uma consulta particular. O médico pediu uma tomografia da cabeça. Também feita com dinheiro particular, evidentemente não porque houvesse suficiente, mas por falta de alternativa. Diagnóstico: aneurisma cerebral. A emissora não se informou ou não julgou relevante informar se o aneurisma rompera.

Mas abriu-se ao relato da filha. Ela levou a mãe para o Hospital Geral do Estado, onde a cidadã-paciente chegou consciente com domínio dos sentidos e da fala. Mas é preciso fazer “um exame” que o HGE não faz. Só, por autorização da Secretaria de Saúde do Estado, o Hospital Português. Falta de sorte incrível, que só acontece uma vez a cada milhão de anos – quem mandou ter aneurisma às vésperas de um feriadão? Aguardou-se, porque coisa diferente não foi possível, acabar o feriadão.

E então, ufa! Ontem, segunda-feira, correram os familiares a marcar o tal exame (a filha da cidadã-paciente não disse exatamente qual). Mas “só tem vaga para a outra segunda-feira”. Até lá, desde o começo da tragédia, quase 15 dias se terão passado. “Minha mãe chegou bem, consciente”, no HGE. “Agora não fala, não houve, nada, só geme, e tem que esperar até a outra segunda-feira”, disse a filha em seu lamento desesperado. O que posso eu dizer? Minhas palavras são pobres. Repito algo que li e, certamente, também você: “Bem aventurados os que sofrem, porque eles serão consolados. Bem aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão saciados”

jun
12
Posted on 12-06-2012
Filed Under (Newsletter) by vitor on 12-06-2012


Megacomício em Caracas
Foto © REUTERS/Carlos Garcia Rawlins/DN
======================================

Em megacomício realizado esta segunda-feira(11) , em Caracas, Hugo Chávez confirmou a sua recandidatura às presidenciais na Venezuela, marcadas para outubro.A previsão é de que Chavez discurse também para milhares simpatizante e militantes que ao longo do dia se concentraram nas principais praças de Caracas para esperar o anúncio do líder socialista.

Com os cabelos recuperados e bem disposto, o presidente chegou a cantar durante comício realizado logo após a oficialização da candidatura. Chávez se recupera de um câncer na pélvis, diagnosticado em 2011. “Como jogador venho para cumprir a lei, e me comprometo, e comprometo meus seguidores, que como vocês sabem são milhões, a apoiar as decisões do Poder Eleitoral e de reconhecer os resultados emitidos pelo CNE nas eleições presidenciais”.

O Presidente da Venezuela dará ainda a conhecer o seu programa de Governo para o mandato 2012-2013, que contém, segundo fontes do Partido Socialista Unido da Venezuela, o 2.º plano socialista da nação.

A candidatura do chefe de Estado a um novo mandato presidencial tem lugar depois de intensos meses de expectativas em relação ao seu estado de saúde, em virtude do cancer de que padece.

Com 57 anos, Hugo Chávez foi operado a 26 de fevereiro deste ano, em Havana, Cuba, a uma nova “lesão” de dois centímetros, que, segundo o próprio, foi detetada no mesmo local onde em junho de 2011 lhe tinha sido extraído um tumor com células cancerígenas.

No sábado revelou que antecipou os exames médicos que deveria fazer após o último tratamento com radioterapia e que os resultados confirmam que tudo está bem com a sua saúde.

(Com informações do DN(Lisboa), UOL e agencia internacionais)

jun
12


======================================
“Speak Low”, Tony Bennett e Norah Jones, com todo dueto!

BOA NOITE!!!

(Gilson Nogueira)

  • Arquivos