jun
08
Postado em 08-06-2012
Arquivado em (Artigos) por vitor em 08-06-2012 17:32

================================

DEU NO CORREIO DA BAHIA

Da Redação

Aos 94 anos, a atriz e uma das fundadoras do Teatro Vila Velha, Carmen Bittencourt, morreu na madrugada de quinta-feira (07), por falência múltipla dos órgãos. O enterro aconteceu às 16h30 do mesmo dia, no cemitério Campo Santo.

Em sua trajetória artística, Carmen atuou em espetáculos e filmes. Dentre as peças que fez parte do elenco estão Eles Não Usam Blequetai (1964), Estórias de Gil Vicente (1966), A Morte de Quincas Berro D’Água (1972), Branca de Neve e os 7 Anões (1973) e Salvador em Salvador (2003/04), entre outras. Também atuou em alguns filmes, como Moleques de Rua, direção de Álvaro Guimarães (1963) e Entre o amor e o Cangaço, direção de Aurélio Teixeira (1965). Em 1973 recebeu o título de Melhor Atriz pelo conjunto de seu trabalho.

História
Três meses antes de se formar na Escola de Teatro na Universidade Federal da Bahia (Ufba), Carmen interrompeu seu curso por não concordar com a linha de ensinamento da Escola e criou a Sociedade Teatro dos Novos. Era o começo da história do Vila Velha. Por conta do intenso trabalho cultural, o governo foi levado a ceder um espaço no Passeio Público para a construção da sede do Teatro dos Novos. Com ajuda de financiamentos de empresários e da sociedade baiana, o Vila Velha foi inaugurado em julho de 1964.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos