maio
31
Postado em 31-05-2012
Arquivado em (Artigos) por vitor em 31-05-2012 11:34


Riocentro: onde a conferência da ONU vai rolar
====================================

Ricardo Garcia

Do jornal Público, de Lisboa

Se depender do tamanho, a Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável – a Rio+20 – vai superar de longe a Eco-92, que agora celebra vinte anos.

Só o centro de congressos onde decorrerá a parte oficial do evento – o Riocentro – tem uma área reservada de 100 mil metros quadrados, o dobro da ocupada pela Conferência das Nações Unidas sobre Ambiente e Desenvolvimento, que também se realizou no Rio de Janeiro, em 1992.

Pelo Riocentro passará um número de pessoas equivalente ao da população de uma cidade média em Portugal, como Beja. A sua capacidade é de 38 mil pessoas por dia.

Mas o evento espalha-se por toda a cidade. No Parque dos Atletas, uma grande área ao ar livre em frente ao Riocentro, ficarão pavilhões e exposições de diversos países. O Aterro do Flamengo será o epicentro das organizações não-governamentais, que ali se reunirão na Cúpula dos Povos.

E em Jacarepaguá representantes de povos autóctones passarão dias instalados numa réplica de aldeia indígena, de onde deverá sair um documento a ser entregue às Nações Unidas.

Índios brasileiros da nação Kaiamurá, do Alto Xingu, já começaram a construir duas grandes “ocas” – designação das habitações das aldeias indígenas – que servirão de ponto de encontro para os debates. Mas os índios não estão contentes com o pagamento de 900 reais (360 euros) que irão receber, alegando o combinado era que seriam 1500 reais (600 euros). “Para nós, foi uma honra receber o convite”, disse o cacique Atawalu Totopyre Kamaiura, citado pelo jornal Folha de São Paulo. “Mas o branco não trabalha à toa e nós queremos receber”, completou.

O Riocentro deverá ser disponibilizado à ONU no dia 5 de Junho. Embora a conferência oficial seja entre 20 e 22 de Junho, as atividades começam já no dia 13, com a última ronda formal de negociações antes do segmento de alto nível, no qual está confirmada a presença de 102 chefes de Estado e de governo.

Cerca de 1200 militares do Exército e 800 polícias serão mobilizados durante o evento. O dispositivo de segurança prevê também um sistema de deteção de armas químicas, radiológicas e biológicas.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos