=============================================

OPINIÃO POLÍTICA

Cachoeira e a Choréia

Ivan de Carvalho

A CPMI que investiga as relações de Carlinhos Cachoeira com políticos, empresários e governos nada tem a perder se investir na busca de laços de interesse entre o contraventor e o ditador-presidente da Choréia do Norte, Kim Jong-un.

É que a declaração de Imposto de Renda Pessoa Física de Cachoeira contém uma informação surpreendente. Já se sabia que ele é detentor de 49 por cento das ações da Bet Capital. Aliás, Cachoeira recebeu milhões da tal Bet Capital. O que a Receita Federal sabia e só agora caiu no domínio da CPI é que a outra parte da sociedade, em nome da Bet Corporation, está sediada na Choréia do Norte, o mais fechado de todos (já são poucos) os países comunistas do mundo.

Lá não existe empresa privada, o que, de imediato, sugere a hipótese de que a tal Bet Corporation seja uma empresa de fachada, o que possivelmente coloca o contraventor Carlinhos Cachoeira como suspeito de incluir entre suas atividades a evasão de divisas. Mas não se pode nem deve fazer juízos sem comprovação, ainda mais que existe outra hipótese.

Quando o “político espantoso” e “querido líder” Kim Jong-il, filho e herdeiro político do “grande líder” Kim Il-sung, morreu, deixou o cargo de ditador para seu filho Kim Jong-un, o caçula da família, um gênio, general de quatro estrelas antes mesmo de completar 28 anos e cuja principal façanha, segundo se conta, sem confirmação ou desmentido – porque o regime não comenta assuntos privados, da mesma forma que os públicos – foi a de haver conseguido visitar incógnito a Disneylândia, nos Estados Unidos.

Isto, se realmente aconteceu, terá sido reconhecidamente uma coisa difícil para Kim Jong-un, tendo em vista sua estranha aparência, semelhante à do pai dele, Kim Jong-il, aquele pelo qual choreanos e choreanas do Norte bem alimentados – o que não ocorre com a grande maioria do povo – afogaram-se em lágrimas e desfizeram-se em faniquitos durante alguns dias, entre a morte dele e a retirada do corpo do altar.

Foi uma verdadeira cachoeira de lágrimas, o que pode ser considerado um indício suspeito, mas sem valor probatório, pois o chefe da defesa do Carlinhos, o competente advogado criminalista e ex-ministro Márcio Thomaz Bastos, poderia alegar que, na Choréia do Norte, as pessoas tendiam a chorar a morte do ditador por causa do culto à personalidade ou, se isto não bastasse, porque o choro seria compulsório, sob penas severas. Além do mais, o choro seria uma maneira dos puxa-sacos se achegarem ao novo ditador.

Bem, mas voltando ao “nosso” Cachoeira, a CPMI pode eventualmente deparar-se com o possível fato de que a Bet Corporation não seja exatamente a empresa de fachada que se está presumindo que é, mas uma exceção à regra, aberta pelo regime choreano para o ditador Kim Jong-un amealhar uns dólares para matar as saudades da Disneylândia.

Quanto à Delta Construções – empresa que mais tem obras do PAC, espalhadas em todo o país – à qual Cachoeira está ligado por telefonemas grampeados pela Polícia Federal com autorização judicial, a CPMI decidiu ontem pela quebra dos sigilos fiscal e bancário, mas apenas (que vergonha!) em relação às filiais de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins e Distrito Federal. O PT e o PMDB agiram para circunscrever o incêndio ao Centro-Oeste. Na semana passada, a Justiça Federal aprovou a quebra do sigilo da Delta Construções em todo o país.

Be Sociable, Share!

Comentários

rosane santana on 18 Maio, 2012 at 10:13 #

Caro Ivan,
Peguei a informação que se segue no Bahiajá. Acho que mereceria um comentário seu. Veja:
“Por decisão colegiada de parte da bancada do governo, especialmente os deputados petistas, deputados da base não comparecerão a sessão ordinária da Assembleia Itinerante que acontecerá dia 24, em Teixeira de Freitas. O presidente da Assembleia Marcelo Nilo (PDT), ainda assim, como tudo já tinha sido acertado, espaço alugado e tudo mais, vai manter a sessão, que, se não tiver quórum se transformará em especial.

34. Os motivos que levaram a bancada do governo tomar essa posição estão relacionados com os acontecimentos da Assembleia Itinerante em Itabuna, quando houve muitos protestos e até a presença de caixões de defundos simbolizando o governador e o líder Zé Neto. Com a greve dos professores em curso, a base temia que pudesse acontecer o pior em Teixeira de Freitas.”

Não dá pra entender, por que essa assembleia não é suspensa, tendo em vista os custos com a transferência.


rosane santana on 18 Maio, 2012 at 10:15 #

OBS: as duas últimas linhas são desta que vos fala. Sugiro um artigo seu, porque acho que vc tem muita competência para tratar desses assuntos. abraço, rosane


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos