maio
14
Postado em 14-05-2012
Arquivado em (Artigos) por vitor em 14-05-2012 04:31

deu no Público (Portugal)

A CDU, partido da chanceler alemã Angela Merkel, sofreu este domingo uma pesada derrota nas eleições no estado da Renânia do Norte-Vestfália, segundo as sondagens à boca das urnas, que dão a vitória aos sociais-democratas.

Os primeiros dados adiantados pelas televisões indicam que a CDU obterá 26,3% dos votos, o que significaria uma quebra de mais de oito pontos face aos quase 35% das eleições de 2010. A confirmar-se, é o pior resultado da CDU neste estado-federado desde a Segunda Guerra Mundial.

As eleições foram, segundo as primeiras projecções, ganhas pelo SPD (sociais-democratas), principal força da oposição a nível nacional, que deverá obter 39%, seis pontos acima da votação de há dois anos, e poderá formar uma maioria estável com os Verdes, que deverão ter cerca de 12%.

SPD e Verdes governaram nos últimos dois anos a Renânia do Norte-Vestfália, com uma maioria frágil. As eleições de ontem foram provocadas pela rejeição, em Março, do orçamento do governo estadual liderado pela presidente, agora reeleita, a social-democrata, Hannelore Kraft.

Os liberais do FDP, parceiros da CDU na coligação que governa o país, obtiveram, segundo os primeiros dados, 8%. O Partido Pirata, com 7,7%, chega ao parlamento do estado. O partido de esquerda Die Linke não deve conseguir os cinco por cento que lhe permitiriam eleger deputados.

A votação de domingo é também considerada um teste à política europeia de Merkel e à sua insistência na austeridade para salvar a moeda única.

Estes resultados não deixarão de ser vistos como “um sinal importante para as legislativas” de 2013, como disse Hannelore Kraft, ainda antes de conhecida a vontade dos eleitores. O jornal “Bild” escrevia domingo que “na hora em que as urnas encerrarem […] começará a campanha para as legislativas.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos