ACM Neto com Agripino:aposta do DEM

===========================================================

Opinião Política

O jogo do Democratas

Ivan de Carvalho

Há coisas mais importantes acontecendo no país, mas, pelo critério da preferência pela proximidade, cumpre não ignorar hoje o evento produzido ontem à tarde pelo Democratas no centro de convenções do Hotel Fiesta, com o máximo de representação nacional do partido que se poderia esperar.

Evidentemente o DEM teve alguns objetivos políticos para produzir o evento. Um deles foi marcar que a disputa pela prefeitura de Salvador é, se individualizado, o objetivo prioritário do partido nas eleições deste ano. Isto funciona como uma mensagem de interesse do Democratas na cidade e no cidadão de Salvador.

O DEM explicita, menos com palavras que com esse amplo encontro na capital baiana, que tem grande interesse na cidade e em sua população (especialmente a eleitora) e, ao mesmo tempo, pede da cidade e de seus eleitores especial atenção para o deputado ACM Neto, que se apresta a concorrer ao mandato de prefeito.

Um outro objetivo evidente do Democratas com o ato político realizado ontem, que lhe exigiu uma boa dose de esforço, é deixar claro que tem o maior interesse em que o deputado ACM Neto represente o partido na disputa pela prefeitura e realmente suceda ao prefeito João Henrique.

Um óbvio corolário do que foi exposto é que o DEM está, com esta fixação de seu foco eleitoral individualizado principal em Salvador, emitindo um sinal forte e direto para o PSDB. Não se trataria aí, somente, do apoio do DEM à candidatura tucana de José Serra a prefeito de São Paulo, como tanto se tem comentado. O sinal tem significado mais amplo: trata-se da persistência da tradicional aliança PSDB-DEM (que antes era PSDB-PFL) em nível nacional.

E não somente no Congresso Nacional, onde ela é praticamente obrigatória, por estarem os dois partidos formando ainda o núcleo da oposição. O significado mais amplo é o da persistência da aliança em eleições para governadores e, principalmente, para a presidência da República.

O corolário acima referido e descrito é certamente responsável pelo ponto B da nota oficial da Executiva Estadual do PSDB, emitida no domingo, quando diz que os tucanos continuam conversando com o PMDB em busca da unidade das oposições, mas recomenda à Executiva Municipal tucana que atue de modo a “evitar candidaturas concorrentes” com o DEM para a prefeitura de Salvador.

Uma maneira supostamente esotérica de dizer que, lançando o DEM candidato a prefeito, não deverá o PSDB fazê-lo.
Outro objetivo do DEM foi o de acelerar o processo e reforçar, com o evento político de ontem, a posição política e popular de ACM Neto, que deseja, naturalmente, continuar crescendo nas pesquisas eleitorais.

“O momento de definição chegou. ACM Neto, atenda o pedido do seu partido e aceite ser candidato a prefeito de Salvador”, disse em discurso o presidente nacional da legenda, senador Agripino Maia. No entanto, ele ressalvou que as conversas com os demais partidos de oposição na Bahia, PSDB, PMDB e outros, não sofrem interrupção e vão continuar. Já ACM Neto garantiu que o esforço pela unidade vai continuar e que pretende obter uma aliança de dez partidos.

O mais difícil para o DEM é atrair o PMDB para apoiar seu candidato, devido às fortes ligações do PMDB com o governo Dilma Rousseff. PMDB que, entre outras coisas, tem Michel Temer como vice-presidente da República.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Abril 2012
    S T Q Q S S D
    « mar   maio »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    30