abr
24


Torres festejado depois do gol de empate go Chelsea


Messi:abatimento com queda do Barça
==========================================================

Jogaço para ficar na historia do futebol mundial em disputas interclubes.

Um gol do brasileiro Ramires e outro do espanhol Fernando Torres calaram o Camp Nou e eliminaram o Barcelona da Liga dos Campeões nesta terça-feira. Busquets e Iniesta abriram 2 a 0 para os anfitriões, mas o Chelsea buscou o 2 a 2 e se classificou para a final do torneio. Nos acréscimos do primeiro tempo, Ramires recebeu ótimo passe de Lampard e tocou por cobertura para vencer o goleiro Valdés . Depois, também nos decontos – mas da segunda etapa – Torres driblou o arqueiro e jogou a última pá de cal nos catalães, recolocando o time londrino em sua segunda decisão de Champions (a outra foi em 2007/08, na derrota nos pênaltis para o Manchester United ).

O maior choque, porém, foi o pênalti perdido por Messi , no início do segundo tempo. Após ver Fábregas ser derrubado por Drogba na grande área, o argentino pegou a bola e colocou na marca da cal. O chute, porém, saiu alto, e acabou acertando o travessão do goleiro Cech – de grande atuação no duelo. O Chelsea, que jogou durante boa parte da partida com um a menos (graças à polêmica expulsão do zagueiro Terry ), se defendeu com bravura no restante do jogo e arrancou uma classificação que parecia impossível. :

Nesta quarta-feira, Real Madrid e Bayern de Munique se enfrentam para definir quem vai pegar o Chelsea na final da Liga dos Campeões, no dia 19 de maio, na Allianz Arena, em Munique. O duelo entre espanhóis e alemães está marcado para às 15h45 (horário de Brasília). A equipe da capital espanhola precisa vencer, já que foi batida pelos alemães por 2 a 1 no confronto de ida.

O jogo

Como era de se esperar, o Barcelona partiu para a pressão logo nos primeiros instantes do duelo. Aos 3min, Messi mandou na rede pelo lado de fora, arrancando os primeiros gritos da torcida. Os jogadores do Chelsea mantinham firmes a mesma retranca vista em Londres, na última quarta, mas sofreram um desfalque muito cedo: o zagueiro Cahill – um dos melhores em campo no jogo de ida – sentiu fisgada e saiu aos 12min para a entrada de Bosingwa . O time azul-grená acabou sofrendo problema semelhante logo depois: após trombada com o goleiro Valdés , o defensor Piqué caiu desacordado no chão. O camisa 3 até tentou voltar para o jogo, mas sentiu tonturas e foi substituído pelo brasileiro Daniel Alves .

Na troca de passes, o Barça tentava furar o ferrolho adversário, e quase conseguiu aos 18min. Messi rolou para Fábregas , que devolveu de calcanhar, deixando o argentino na cara do gol. O camisa 10 bateu rasteiro, mas Cech pegou com a perna. Isolado na frente, Drogba era o único a oferecer perigo aos catalães. No mano-a-mano, acabou chegando bem aos 24min, quando invadiu a área pela esquerda e chutou torto. Na insistência, porém, o Barcelona achou seu gol, aos 35 min: Daniel Alves abriu na esquerda para Cuenca, que cruzou rasteiro para Busquets completar para as redes.

Para aumentar a felicidade catalã, o árbitro Cüneyt Çakir expulsou o zagueiro Terry , do Chelsea, por joelhada em Alexis Sánchez . O buraco na zaga deixou as coisas fáceis para os anfitriões, que ampliaram antes do intervalo: Messi lançou Iniesta , que aproveitou condição dada pelo brasileiro Ramires para tocar na saída de Cech e reveter a vantagem do Chelsea. Ramires, no entanto, se recuperou da falha logo em seguida, em um gol “de Messi”. Ele recebeu ótima enfiada de bola e tocou por cobertura, para calar o Camp Nou e levar o time inglês classificado para os vestiários.

No retorno ao gramado, porém, o Barcelona começou martelando. Ainda no primeiro minuto, Fábregas finalizou na grande área e só não marcou porque a zaga do Chelsea desviou. No lance seguinte, o meia foi derrubado na área por Drogba: pênalti para os catalães. Messi pegou a bola e acertou o travessão, perdendo seu 8º pênalti em 33 cobrados pela equipe . O panorama da partida, todavia, não se alterou: o Barça tocava a bola de um lado para o outro, buscando um novo buraco na retrancada defesa dos ingleses. Aos 18min, Cuenca acabou achando a brecha, mas foi parado por Cech.

Com um a menos, o Chelsea se defendia com muita garra, abusando dos carrinhos e chutões para a frente. Para garantir o resultado, o técnico Roberto Di Matteo foi fazendo substituições e esfriando o jogo, segurando com bravura os anfitriões. O tempo foi passando e o Barça até achou um gol com Alexis Sánchez, mas o auxiliar anulou por impedimento. Em seguida, aos 37min, Messi proporcionou o último suspiro aos catalães, chutando forte na trave. O time londrino se defendeu bravamente e achou contra-ataque final com Fernando Torres , que driblou Valdés e colocou os ingleses de vez na decisão da Liga dos Campeões.

Be Sociable, Share!

Comentários

vanira on 25 Abril, 2012 at 19:16 #

barça sera sempre o melhor merecia ter ganhado


vanira on 25 Abril, 2012 at 19:18 #

barça sera sempre o melhor merecia ter ganhado
eu estou trste como vc messi


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Abril 2012
    S T Q Q S S D
    « mar   maio »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    30