O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski negou o pedido de liminar feito pela defesa do senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) para que julgasse nulas todas as gravações feitas pela Polícia Federal.

As escutas mostravam conversas entre o senador e o contraventor Carlinhos Cachoeira, acusado de comandar um esquema de jogo ilegal. A decisão ainda não foi divulgada.

A reclamação foi protocolada na terça-feira pelo advogado de Demóstenes, Antonio Carlos de Almeida Castro. No pedido, ele argumenta que a competência do Supremo foi usurpada, pois Demóstenes Torres só poderia ser investigado pelo STF por ter foro privilegiado.

A investigação em que foram autorizadas as escutas telefônicas das ligações feitas por Cachoeira estava sob os cuidados da Justiça Federal de primeira instância. Com a decisão de Lewandowski, a investigação contra Demóstenes continua.

Demóstenes Torres é acusado de fazer negociatas com Carlinhos Cachoeira, que foi preso pela Polícia Federal em fevereiro, com a deflagração da Operação Monte Carlo.

Na quinta-feira, Demóstenes compareceu ao Senado, surpreendendo os colegas, e participou da reunião do Conselho de Ética, encarregada de apontar um relator para investigar o processo de quebra de decoro parlamentar aberto contra el

Ele criticou a escolha do presidente do Conselho de Ética, Antônio Carlos Valadares, alçado ao cargo por ser o mais velho. Demóstenes também garantiu que vai se defender das acusações e provar sua inocência. Notificado na quarta, Demóstenes tem dez dias úteis para apresentar a defesa prévia.

Be Sociable, Share!

Comentários

luiz alfredo motta fontana on 13 Abril, 2012 at 18:06 #

Na verdade Lewandowski apenas negou a liminar que suspenderia o inquérito, a decisão sobre o mérito do caso, ou seja, a legalidade ou ilegalidade das escutas havidas, e o consequente trancamento do feito, será objeto do plenário do STF.

Traduzindo: Demóstenes ainda respira.


vitor on 13 Abril, 2012 at 19:50 #

Certo, Fontana. Mas a palavra mais exata para o caso talvez seja “agoniza”. Nao?


luiz alfredo motta fontana on 13 Abril, 2012 at 20:46 #

Caro VHS

Depois de Palloci, em que os indícios foram espancados pelo mesmo STF, longe de nós, meros mortais, arriscarmos palpites sobre o desfecho.

Ao mais, mesmo que sucumba no mérito quanto às provas, restará a costumeira prescrição, essa companhewira fiel da morosidade do Tribunal.

Assim, melhor esperar.


vitor on 14 Abril, 2012 at 0:28 #

Isso, poeta. Melhor esperar.

Tim Tim!!!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Abril 2012
    S T Q Q S S D
    « mar   maio »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    30