Deputado Roberto Carlos(PDT): “por que só ele?”

====================================================

Opinião Política

A PF e o bode expiatório

Ivan de Carvalho

Não pretendo defender nem acusar o deputado Roberto Carlos, alvo da Operação Detalhes da Polícia Federal. A defesa fica por conta do advogado dele e a acusação, do Ministério Público, se julgar que há efetivamente crime ou crimes, entre as suspeitas que sobre ele lançou a Polícia Federal e que existem provas para o oferecimento de denúncia.

Por enquanto, o que se tem é uma operação de busca e apreensão da PF no gabinete do deputado Roberto Carlos, do PDT, 1º secretário da Assembléia Legislativa da Bahia e candidato de seu partido a prefeito de um dos principais municípios baianos, Juazeiro, onde o PT estadual apoia o candidato do PC do B, que é prefeito e busca a reeleição, e o PT local liderado pelo ex-prefeito e deputado Joseph Bandeira insubordinou-se inutilmente, pois teve que render-se ao comando estadual.
Ainda um outro detalhe da biografia política de Roberto Carlos é que ele é um dos deputados mais estimados pelos seus colegas de Assembléia. Isso é absolutamente notório e teve consequências políticas. Roberto Carlos era 1º secretário da Assembléia nos dois últimos anos da Legislatura passada. Ao iniciar-se esta Legislatura e tendo se afirmado, mais uma vez, a candidatura de Marcelo Nilo à reeleição para a presidência, os demais membros da Mesa Diretora anterior cederam seus lugares a colegas.

Não encontrando espaço político para conquistar a presidência na ocasião, o PT ambicionava a 1ª Secretaria, segundo cargo em importância. Mas Roberto Carlos avisou que, se surgisse um candidato oficial na chapa, ele disputaria o cargo como “candidato avulso”. Diante disso, o PT, mesmo tendo a maior bancada na Assembléia, desistiu da 1ª Secretaria, porque no voto secreto sabia que perderia, dada a amizade de Roberto Carlos com seus colegas. O PT ficou então com outro cargo na Mesa.

Mas, afinal, qual o misterioso detalhe que levou a Polícia Federal a fazer pontaria no deputado Roberto Carlos? Porque ele foi pinçado entre tantos para ser investigado? Fez-se constar, em algum momento, que a causa fatídica teria sido uma comunicação do COAF – certamente à Receita Federal – sobre movimentação financeira atípica. Até pode ser. Mas se o COAF faz comunicações idênticas em situações semelhantes, seguramente estará fazendo continuamente centenas e até milhares de comunicações sobre outros parlamentares, deputados federais e estaduais e vereadores por todo esse país.

Roberto Carlos, vale insistir, é apenas um detalhe.
Muito mais importante do que saber por que ele é certamente saber por que só ele.

Pode crer o leitor que, se a Polícia Federal fosse investigar todos os casos similares no país, ela não teria tempo para mais nada. Ou talvez o Congresso Nacional, por sólida maioria – não por unanimidade – aprovaria lei extinguindo a Polícia Federal e estabelecendo a incomunicabilidade do COAF.

Não estou contra a investigação. Estou contra que, por motivos misteriosos, secretos, seja pinçado um bode expiatório.

Se a PF está a fim de investigar, que investigue o rebanho todo. Seja séria.

Be Sociable, Share!

Comentários

rosane santana on 11 Abril, 2012 at 17:48 #

Caro Ivan, assino embaixo.


vangelis on 11 Abril, 2012 at 18:16 #

Ivan insiste que o deputado Roberto Carlos, conhecido como Tiririca em Juazeiro, “é apenas um detalhe”. Mas, a polícia federal encontrou muitos detalhes nas ações do acusado, a operação baseia-se em mais de dois anos quando ainda do seu primeiro mandato.
A sua origem política deu-se nas bases populares. Ele que de origem é da cidade do Uauá instalou-se em Juazeiro como camelô e a partir daí lider desse segmento, como também, nos esportes local.
Sendo ele o lider do PDT Juazeirense e da base de apoio do Governo Wagner, nesse seu segundo mandato estava sempre ao lado do governador nas viagens pelo interior do estado, especialmente na região onde se dá a sua base eleitoral, Juazeiro, Curaça, Tucano(terra do Patinhas), Uauá, etc, sempre como papagaio de pirata nas inaugurações das obras governamentais.
Com isso acreditou que já tivesse cacife para ser o grande líder de oposição ao Prefeito Isaac de Carvalho, quando já havia uma orientação do governo Wagner em apoiar a reeleição do atual prefeito de Juazeiro, aliança que envolve o PT e o PCdoB com a liderança do deputado federal Daniel Almeida.
Essa aliança contraria até a vontade dos líderes do PT juazeirense a exemplo do Joseph Bandeira que num afã de ser o canditado do partido conseguiu uma indicação local, cuja ata foi rasgada, desconsiderada pelo Presidente do PT estadual Jonas Paulo, que entre outras coisas disse que “não há vontade individual de candidatos que venham contrariar as orientações do partido”.
Diante dessa brecha, ousou o deputado com nome de cantor bater de frente contra a orientação do governo Wagner ao participar do encontro regional do PTB, em Juazeiro no dia 30.03.2012(sexta-feira ingrata), onde se encontrava todos os que fazem oposição ao prefeito Isaac, entre eles estava Joseph Bandeira(PT desautorizado pelo Jonas Paulo), Misael Aguilar(PMDB derrotado pelo Isaac e que teve uma péssima gestão como prefeito), Edson Tanuri(PTB), Antonio Brito(PTB filho do Edvaldo Brito), e o principal lider e presidente do PTB Roberto Jefferson(o do “Zé Dirceu, Vossa excelência provoca em mim os instintos mais primitivos”). Nesse encontro deixou claro que a sua(lá dele) legenda teria candidato próprio(ele mesmo) mais uma vez contrariando a orientação do governador Wagner.
Não avaliou o seu tamanho ao tomar essa posição, daí a sua frase, após as acusações da polícia federal, “os pequenos quando crescem, incomodam, saí lá de baixo e chegar aonde cheguei, incomoda muita gente. Pessoas de muita influência na política não chegaram aonde cheguei”.
Faltam ainda esclarecimentos sobre as movimentações financeiras, segundo a polícia federal, para quem vem de baixo.
Assim é que faltam os detalhes para quem é apenas um simples eleitor!!!


[…] http://www.bahiaempauta.com.br/?p=58417 Bookmark the permalink Os seis tipos de fraudes mais comuns em […]


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Abril 2012
    S T Q Q S S D
    « mar   maio »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    30