======================================
LP “Evocação V – Geraldo Pereira” (1980)

“Pisei num despacho” (Elpídio Viana / Geraldo Pereira)

Da-lhe, mestre Jackson!!! Da-lheAlmira Castilho!!

BOA NOITE

(VHS)

DEU NO VALOR ECONOMICO

A Coty, companhia francesa de perfumaria, apresentou hoje uma proposta de compra da Avon por US$ 23,25 por ação em dinheiro, avaliada em US$ 10 bilhões. A possibilidade de que a venda seja fechada fez com que as ações da Avon subissem 26% nas negociações antes da abertura do mercado e alcançassem US$ 24,25.

Em comunicado, a Avon rejeitou a oferta e afirmou se tratar de uma proposta “oportunista e não atender aos interesses dos acionistas”.

A Coty informou que decidiu tornar a oferta pública após diversas tentativas de negociar com a companhia de cosméticos. E afirmou ainda não ter a intenção de realizar uma oferta hostil pela fabricante de cosméticos.

Fundada em 1904, a Coty obteve US$ 4,1 bilhões em vendas no ano fiscal encerrado em 30 de junho de 2011. A empresa está presente em 135 mercados e possui escritórios em 30 países. No portfólio da empresa estão perfumes assinados por Calvin Klein, David e Victoria Beckham e Beyoncé.

A Avon, que atua em mais de 100 países por meio de 6,5 milhões de consultoras, viu suas ações recuarem 45% em 2011. No ano passado, as vendas da companhia somaram mais de US$ 11 bilhões, mas a empresa apresentou prejuízo na operação global e queda de 6% nas vendas no Brasil no último trimestre.

abr
03
Posted on 03-04-2012
Filed Under (Artigos) by vitor on 03-04-2012


Demostenes:tiros no DEM na despedida
Imagem/AE
==========================================

DEU NO IG

O senador Demóstenes Torres (DEM-GO) entregou a sua carta de desfiliação ao presidente nacional do DEM, José Agripino (RN). O documento foi levado por assessor de Demóstenes até o gabinete de Agripino no começo da tarde desta terça-feira. Ele, no entanto, não renunciará ao seu mandato no Senado.

No texto, Demóstenes argumenta que discorda das afirmações de que tenha se desviado do programa partidário da legenda. “Diante do prejulgamento público que o partido fez, comunico minha desfiliação do Democratas”, disse. Ao fazer as afirmações, Demóstenes cita no ofício declarações de Agripino à imprensa de que seria inevitável instauração de processo para expulsão do senador goiano do partido.

Agripino nega que tenha havido prejulgamento. Segundo ele, foi dado a Demóstenes prazo de uma semana para defesa. “Coisa que ele nunca fez”, destacou o presidente da legenda.

abr
03

DEU NO JORNAL PUBLICO (LISBOA)

UM antigo estudante de Enfermagem e principal suspeito da autoria do tiroteio na universidade cristã de Oakland, que resultou na morte de sete pessoas.One Goh, 43 anos, não tinha antecedentes de violência registados na polícia, mas a sua vida estava marcada por uma tragédia familiar recente: a mãe e um dos seus irmãos morreram há um ano.

Goh estava também referenciado por fuga aos impostos e tinha sido despejado do seu apartamento, no estado da Virginia, por falta de pagamento.

Natural da Coreia do Sul, Goh estudou enfermagem na universidade de Oykos, mas não chegou a completar o curso. Em declarações ao jornal “Oakland Tribune”, o pastor Jong Kim – que fundou a universidade há dez anos – não soube precisar se o antigo aluno foi expulso ou se abandonou os estudos por iniciativa própria. Alguns alunos e funcionários confirmam que One Goh estudava na universidade, mas fizeram notar que ele já não frequentava as aulas há vários meses.

Antes de se ter mudado para Oakland, One Goh vivera em Springfield e em Hayes, no estado da Virginia, e em Castro Valle, já no estado da Califórnia. Os seus registos revelam uma série de problemas financeiros, desde dívidas ao fisco no valor de 23 mil dólares, relativos a 2006 e 2009, à falta de pagamento da renda de casa quando vivia em Hayes, o que lhe valeu uma ordem de expulsão.

Além dos problemas financeiros, a vida de One Goh estava marcada por uma tragédia familiar recente: a mãe e um dos seus irmãos morreram há um ano. O irmão, um sargento do Exército norte-americano, morreu em Março de 2011 num acidente de na Virginia, durante um exercício militar, e a sua mãe morreu também no ano passado, em Seul, para onde tinha regressado depois de ter vivido em Oakland. O seu pai viveu em Oakland, mas mudou recentemente de residência, segundo a edição online do jornal San Francisco Chronicle. One Goh tinha outro irmão, que vive atualmente no estado da Virginia.

O suspeito foi detido após uma hora de perseguição policial, acabando por se render às autoridades num centro comercial, a cerca de cinco quilómetros da universidade. A polícia encontrou a arma que acredita ter sido utilizada no crime, mas ainda não é possível determinar o que levou Goh a disparar contra os seus antigos colegas. “Vamos levar alguns dias para saber o que se passou. Não sabemos ainda qual foi o motivo”, disse à agência Associated Press o responsável pela investigação policial, Howard Jordan.

Das sete pessoas mortas por One Goh, cinco morreram no local e duas acabaram por morrer já no hospital. Os três feridos encontram-se em situação estável.

A universidade de Oykos é frequentada por menos de 100 estudantes, inscritos em cursos lecionados em coreano e em linglês. O objetivo da escola é ajudar à integração dos jovens coreanos recém-chegados aos Estados Unidos.

abr
03
Posted on 03-04-2012
Filed Under (Charges) by vitor on 03-04-2012


==========================================================
Aroeira, hoje, no jornal O Dia (RJ)


Marcelo Nilo, presidente da ALBA: “em transito”
quando a PF chegou
===============================================================

Pequenos e grandes detalhes da operação da Policia Federal esta terça-feira(3) na Assembleia Legislativa da Bahia:

1- Em carros sem identificação da corporação (chapas frias?) os agentes da Policia Federal bateram as portas da ALBA a caminho do gabinete do deputado Roberto Carlos (PDT) antes da 7 horas . Quando o presidente da Casa, deputado Marcelo Nilo ( do PDT como RC) foi procurado pela primeira vez, veio a informaçao: “Está em transito”.

2- Por volta das 10h já havia “quorun maximo”, com praticamente todos os deputados e seus principais auxiliares presentes no predio da Assembleia, no Centro Administrativo. Um fato sem precendentes nos ultimos anos.

Alguns, em seus respectivos gabinetes. Outros, como na canção de Gilberto Gil, “disfarçados rondando ao redor”.

3- Não ha lembrança, igualmente, de tanta movimentação e nervorsismo de parlamentares e assessores nos corredos e escadarias do predio do legislativo baiano. Varios deles carregando pilhas de pastas e papeis debaixo dos braços.

No meio da correria, uma servidora gritou: “Depois dizem que aqui na Assembleia não se trabalha!!!”

Desce o pano sobre a cena.

(Vitor Hugo Soares)


=================================================

Do leitor do BP que assina Vangelis na area de comentarios:

vangelis on 3 abril, 2012

“A.L.BA. – Hoje pela manhã a Polícia Federal, numa operação chamada DETALHES(detalhes tão pequenos…) na Assembleia Legislativa, invadiu o gabinete do deputado Roberto Carlos a suspeita é de desvio de verbas públicas. Mais detalhes serão publicados mais tarde pela imprensa”.


Roberto Carlos, o deputado: alvo da operação da PF

==================================================

A Polícia Federal realizou na manhã desta terça-feira (3) uma operação no prédio da Assembleia Legislativa da Bahia. O alvo foi o gabinete do deputado estadual Roberto Carlos (PDT).

Ele é acusado de desvio de verba pública, sonegação fiscal, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. A operaçao alcança tambem as cidades de Juazeiro e Uaua,no interior da Bahia, e Petrolina, em Pernambuco.

A investigação da PF levou dois anos e constatou que o deputado contratou servidores fantasmas e desviou os salários (entre R$ 3 mil e R$ 8 mil) para contas de sua mulher e de um de seus filhos.

A operação ‘Detalhes’, que teve início às 5h, cumpriu 12 mandados de busca e apreensão no gabinete e em propriedades do deputado nos municípios de Juazeiro, base eleitoral do parlamentar, Uauá e Petrolina (PE). Os mandados foram expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília.

Cerca de 60 agentes participaram da operação, que também apreendeu computadores e documentos no setor de Recursos Humanos da Assembleia, no Serviço de Atendimento ao Cidadão (Sac), em Juazeiro, onde trabalharia um dos funcionários fantasmas, e na casa de outros oito acusados de participar do esquema.

As irregularidades constatadas pela PF são referentes ao período entre 2008 e 2010, época do primeiro mandado do deputado. Roberto Carlos, que é presidente do clube de futebol Sociedade Desportiva Juazeirense, cumpre o segundo mandato como deputado estadual.

(Com informaçoes do Correio da Bahia )

============================================================


Opinião Política

Decisões se aproximam

Ivan de Carvalho

Aproximam-se de um desfecho as articulações na oposição com vistas às eleições para a prefeitura de Salvador. Marcar como limite o final de maio para a tomada das decisões mais importantes é uma perda perigosa de tempo, do qual as oposições precisam para se mobilizarem, articularem suas bases, se estruturarem para a campanha eleitoral e começarem a lançar seu discurso (ou seus discursos, caso não se unam) para o eleitorado.

No entanto, apesar dessa premência de tempo, um mundo ainda separa os diversos partidos oposicionistas (notadamente PMDB, PSDB, DEM e PR) de um acordo, pois cada partido tem os seus próprios projetos políticos e está sujeito às suas próprias circunstâncias.

Observe-se o PMDB, que tem uma legenda ainda forte e um tempo bastante amplo na televisão e no rádio para a propaganda eleitoral. O PMDB quer ter um candidato próprio, mas não tem. Está pendurado na candidatura de Mário Kertész. Ele ingressou no partido a convite de Geddel e Lúcio Vieira Lima com um discurso muito claro – considera ou considerava que as oposições só teriam boas chances de vencer o pleito se unidas em torno de um candidato. Caso não ocorra a unidade, o PMDB fica pendente da vontade de Kertész, que pode eventualmente tirar o time de campo sob a alegação de que não foi obtida a unidade que punha como premissa.

Se ficar sem Kertész, o PMDB, que é da base do governo Dilma Rousseff, estará com uma alternativa desconfortável – apoiar ACM Neto (ou Imbassahy), oposição ao governo federal ou apoiar Alice Portugal, do PC do B, que é da base do governo Dilma, o que é desejável, mas é também da base do governo Wagner, o que é indesejável para o comando peemedebista.

O outro fato importante é que o Democratas, com ACM Neto à frente, acabou conseguindo relacionar fortemente o apoio deste partido à candidatura do tucano José Serra a prefeito de São Paulo ao apoio do PSDB da Bahia ao candidato democrata, o próprio ACM Neto, a prefeito de Salvador.

É verdade que o deputado e ex-prefeito (também ex-governador) Antonio Imbassahy está resistindo, mantém sua pré-candidatura à tona, mas, em última análise, o que se pode dizer é que não é Imbassahy, mas o deputado Jutahy Júnior, que tem o controle do PSDB na Bahia e em Salvador. Jutahy Júnior é há muitos anos politicamente ligado a José Serra, cuja candidatura a prefeito da maior e mais importante cidade do país (terceiro orçamento da República) fortalece naturalmente esse deputado baiano.

Ora, Serra precisa do tempo de propaganda que o DEM pode lhe dar na televisão e no rádio. Certamente já fez ver isto a Jutahy Júnior. Inclusive, o DEM insinua que se não receber o apoio tucano na Bahia, poderá apoiar em São Paulo o candidato do PMDB a prefeito, Gabriel Chalita. Para Serra, importa que o PSDB da Bahia apoie o DEM nas eleições para prefeito de Salvador. Há rumores de que isto pode ser formalizado no dia 13, bem como de que o deputado ACM Neto fixou o fim de abril como limite para a resolução desta questão, sem o que poderia optar por retirar a candidatura e apoiar o peemedebista Mário Kertész.

Então o que faz Geddel Vieira Lima? Proclama que a candidatura do tucano Imbassahy pode ser “o ponto de encontro” das oposições, a unidade. Ora, com isso Geddel se esforça para entusiasmar Imbassahy e aumentar sua resistência a abrir mão para ACM Neto. Imbassahy teria boas condições e vontade de enfrentar a batalha eleitoral, mas não é ele que detém o controle do PSDB.

E quanto ao ex-senador César Borges, pôs o nome no tabuleiro para ganhar espaço e o direito de sentar à mesa de negociações, mas provavelmente ainda espera a resolução da pendência federal entre o governo e o PR e um eventual convite para cargo relevante na administração federal.

================================================

April In Paris
Ella Fitzgerald & Louis Armstrong

I never knew the charm of spring
I never met it face to face
I never new my heart could sing
I never missed a warm embrace
Till april in paris, chestnuts in blossom
Holiday tables under the trees
April in paris, this is a feeling
That no one can ever reprise
I never knew the charm of spring
I never met it face to face
I never new my heart could sing
I never missed a warm embrace
Till april in paris
Whom can I run to
What have you done to my heart

=================================

Regina,

Sei que a coisa anda feia em sua vizinhança, com esse maluco dando tiros em Oakland, matando e ferindo pessoas inocentes .

Mas vc pode traduzir a letra de April in Paris para os leitores e ouvintes do BP?

BOA NOITE!!!

(Vitor Hugo Soares)

  • Arquivos

  • Abril 2012
    S T Q Q S S D
    « mar   maio »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    30