mar
08
Posted on 08-03-2012
Filed Under (Artigos) by vitor on 08-03-2012


Maria Bonita: mulher amorosa e guerreira

======================================================

Hoje, 8 de março, data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, um vulto feminino legendario do Nordeste brasileiro estaria completando 101 anos. Maria Gomes de Oliveira, a Maria Bonita, a companheira de Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião nasceu num 08 de março. No ano de 1911.

Maria Gomes de Oliveira é considerada a primeira mulher a entrar para um bando de cangaceiros e sua vida de mulher valente, amorosa e aventureira ja rendeu filmes, livros e cançoes. Uma delas, Mulher Rendeira.

Viva Maria Bonita. no seu dia. Duplamente.

(Postado por Vitor Hugo Soares, com informaçoes do site Idade Certa)


Baiana Rosana fora da TV Globo…
————————————

… e Flavia Freire será moça do tempo no JN

=======================================================

A jornalista Rosana Jatobá ( baiana diplomada pela Escola de Comunicação da UFBA e com mestrado em Gestão e Tecnologias Ambientais pela USP) vai sair da Globo. Segundo a emissora, ela não terá seu contrato renovado com o canal e a decisão foi tomada “em comum acordo”.

Rosana será substituída por Flávia Freire na apresentação da previsão do tempo do “Jornal Nacional”. Flávia já teve a mesma função em outros telejornais.

Flávia namora o apresentador do “SPTV”, César Tralli, e estava à frente do “Radar SP”, no qual será substituída por Glória Vanique.

A jornalista Michele Loretto passará a apresentar a previsão do tempo do “SPTV – 1ª edição” e do “Jornal Hoje”.

Eliana Marques continua na apresentação do tempo do “Globo Rural”, do “Bom Dia São Paulo” e do “Bom Dia Brasil”.

Rosana Jatobá deve migrar para outra emissora, mas ainda não divulgou o seu destino. Há um ano, ela deu à luz um casal de gêmeos.

(Com informaçoes da Folha.com e Caras )

Uma homenagem às mulheres de todos os tipos.
música: Marisa Monte – Rosa
Trabalho do curso de Produção Audiovisual em 2006.
=================================

A sugestão da valsa eterna e a garimpagem do video com a interpreção divina de Marisa Monte são de Maria das Graças Tonha, amiga da primeira hora e colaboradora mais que especial deste Bahia em Pauta.

Salve elas! Todas elas!

BOA NOITE!!!

(Vitor Hugo Soares)

mar
08
Posted on 08-03-2012
Filed Under (Artigos) by vitor on 08-03-2012


==========================================

A sugestão e garimpagem da provocativa música (sempre moderna) da tarde no BP chegam da jornalista Maria Olivia Soares, sempre atenta e generosa colaboradora deste site blog baiano antenado no mundo.

Salve elas! Todas elas !

(Vitor Hugo e Olivia)

DEU ESTA QUINTA-FEIRA(8) NA REVISTA DIGITAL TERRA MAGAZINE


Paulo Costa Lima:”Não se pode simplificar o cenário”

==================================================================


Pedagogia da Indignação

Paulo Costa Lima

De Salvador (BA)

Paira na cidade de Salvador uma grande insatisfação com o rumo das coisas, e está disseminada nos mais diversos segmentos sociais. Sensação de degradação e abandono.

Há intelectuais já maduros bradando indignados. Alguns cerram fileiras com o movimento Desocupa Salvador. O humor ácido toma conta das conversas, é a pura verdade. Pergunto ao embalador de compras e ele mostra uma revolta intensa.

Mas há algo que espanta e aborrece mais ainda: uma passividade oceânica. Muita insatisfação, poucos que protestam e tomam alguma atitude cívica. Muitos comentários repetem uma constatação dolorosa: Ah, se fosse em tal ou qual lugar, o povo sairia às ruas em bloco…

O que vai acontecer com a cidade? Vai ser esquartejada entre a miséria que se espalha nas ribanceiras dos bairros-guetos e a explosão de especulações mil, que vão do Carnaval aos absurdos imobiliários?

Ora, esse sentimento de insatisfação não surge simplesmente por que as coisas ficaram piores, já que houve crescimento econômico e os carros hoje bloqueiam as ruas para as quais foram feitos. O nível de emprego subiu… Não se pode simplificar o cenário.

A raiz da insatisfação está muito mais na desarmonia daquilo que acontece, a sensação de que tudo pode ser convocado ao lucro – patrimônio, trânsito, carnaval, religião etc. – e os incomodados que se mudem.

A voracidade de um lado, e do outro a incapacidade de governar articulando interesses diversos na direção de melhorias do coletivo. E no meio, um tanto perdida, a população, que amarga serviços de pouca qualidade e péssima infra.

É do cansaço desse estado de coisas, desse modelo, que a insatisfação se alimenta. E a falta de alternativas, que no período de arbítrio era tragédia, agora é farsa tragi-cômica, com direito aos personagens de sempre.

Creio que também entra na equação uma espécie de raiva difusa que a população sente por se perceber meio indefesa já que incapaz de se articular para gerar transformações.

A enorme desigualdade da cidade torna difícil a congregação de segmentos díspares em torno de causas comuns. E a manutenção desse estado de coisas sempre interessou ao arbítrio, como se houvesse instituído uma pedagogia da passividade.

Vez por outra, percebe-se um certo agito no canavial, e surgem textos provocadores como aquele da Primavera, escrito por Risério. Será que teremos Primavera baiana?

Será que a população decidirá acompanhar passo a passo o que negociam nas legislaturas? Os acordos que vão mudar suas vidas e que ninguém percebe? Será que reagirá a tantas décadas (ou foram séculos) de comportamento passivo e mostrará mais uma vez que quando o povo quer consegue ser ouvido?

Exigirá seriedade com a coisa pública, análises e soluções concretas para os incontáveis problemas do cotidiano? Votará mais pela consciência do que pela conveniência – tornando sem efeito a pressão de cabos eleitorais que negociam tudo em cada bairro popular?

Estamos diante de um grande desafio: Como colocar em andamento uma pedagogia da indignação? E, sobretudo, de uma indignação produtiva, transformadora. Um processo que seja, inclusive, capaz de moldar o discurso dos que pretendem se eleger alguma coisa…

Como é que se deve construir um caminho de articulação produtiva desses sentimentos de revolta e de impotência? Salvador descobre duramente que o tanto de democracia que teve até hoje não foi suficiente para tanto.

Qual a solução de imaginário capaz de responder a esse desafio? (Não temos Olimpíadas como o Rio, para unificar metas e atitudes…). Não queremos ficar naquela perigosa situação onde uma gota d’água provoca inundação, ou continuar indefesos diante dos que pretendem apenas levar vantagem.

Há nessas perguntas um potencial enorme de energia política – e um desafio especial para todos os que estão pensando o ano eleitoral. Uma pedagogia da participação cívica, no caso, necessariamente, indignada e transformadora.

O que acontecerá em Salvador?

Paulo Costa Lima é compositor. Bacharel e Mestre (University of Illinois), Doutor (USP e UFBA). Professor de Composição e Análise – UFBA. Pesquisador-CNPq. Membro da Academia de Letras da Bahia. Apresentações de sua obra musical (em 2010) incluiram festivais no Brasil, China, Suécia, Estados Unidos e França. Outras informações: www.paulocostalima.wordpress.com


Eike: “rico ri a toa”, diz o ditado.Sera?

================================================================

DEU NO IG

A nova lista de bilionários da Forbes, divulgada nesta quarta-feira, tem 36 brasileiros, seis a mais que na edição anterior. No total, foram listados 1.226 bilionários. É o número recorde de brasileiros desde que a lista foi criada, há 25 anos. A fortuna deles, somada, resulta em US$ 151 bilhões, cerca de R$ 264 bilhões – somente os seis novos nomes da lista possuem, juntos, US$ 12,8 bilhões, cerca de R$ 22 bilhões.

O brasileiro mais bem colocado é o empresário Eike Batista, controlador do grupo EBX, que aparece na sétima posição do ranking com uma fortuna de US$ 30 bilhões. Ele é seguido pelo banqueiro Joseph Safra (US$ 13,8 bilhões) e pelos empresários Antonio Ermírio de Moraes (US$ 12,2 bilhões) e Jorge Paulo Lemann (US$ 12 bilhões).

Entre os novos nomes, o primeiro a aparecer é o do empresário Francisco Ivens Dias Branco, do ramo alimentício, com fortuna estimada em US$ 3,8 bilhões. Nevaldo Rocha, da Riachuelo, surge com US$ 2,5 bilhões. O investidor Lirio Parisotto, fundador da Videolar e hoje controlador do fundo Geração Futuro, aparece com US$ 2,1 bilhões. Rubens Menin Teixeira de Souza, da MRV Engenharia, debuta na lista com US$ 1,8 bilhão. José Isaac Peres, da Multiplan, se junta ao clube com US$ 1,5 bilhão. Antonio José Carneiro, da Energisa, é o outro novo bilionário brasileiro, com US$ 1,1 bilhão.

Leia mais sobre o assuno no IG
www.ig.com.br

mar
08
Posted on 08-03-2012
Filed Under (Charges) by vitor on 08-03-2012


===========================================================

Clayton, hoje, no jornal O Povo (CE)


Figueredo:PMDB veta segundo mandato na ANTT

========================================================
Opinião Política

O gigante adormecido

Ivan de Carvalho

Estará o gigante adormecido acordando? Esta é uma pergunta ainda sem resposta. E não se refere ao gigante adormecido tradicional, o Brasil, que vem recebendo doses maciças de soníferos para prolongar o seu processo de despertar, mas ao PMDB, que afinal começa a emitir sinais perceptíveis de que está passando do sono profundo àquele estado intermediário entre o sono leve e a vigília.

Resta saber se vai virar para o lado e render-se outra vez aos braços e abraços de Morfeu ou se abrirá definitivamente os olhos e saltará da mesa de operação petista em que vem sendo progressivamente cortado em fatias, como se fosse um salame.
Maioria muito expressiva da bancada do PMDB na Câmara dos Deputados assinou um manifesto em que reclama do tratamento que vem sendo dado à legenda dentro da coalizão de governo, especialmente se comparado esse tratamento com o que é reservado ao PT, o partido da presidente Dilma Rousseff e que detém a presidência da República desde 1º de janeiro de 2003. Os signatários, segundo anunciado, foram 52.
Uma representação da bancada peemedebista, reforçada com dirigentes partidários, foi ao vice-presidente da República, Michel Temer, comunicar e explicar suas insatisfações.

Muitos no PMDB consideram que Temer, indicado pelo PMDB, que presidia, para compor a chapa de Dilma Rousseff, tem, tanto a pedido do governo quanto por iniciativa própria, atuado sempre para conter a crescente irritação de cada vez mais amplos setores peemedebistas.

Com isto, ele estaria agindo para preservar seu projeto pessoal de participar, como candidato a vice outra vez, das eleições de 2014. Daí, não se tornar, para valer, um canal da insatisfação peemedebista junto ao governo e um articulador da estratégia de defesa de seu partido.

Ontem, no Senado, foi derrubada, com a ajuda de parte da base aliada – principalmente de peemedebistas – a indicação, feita pela presidente Dilma, de Bernardo Figueiredo para um novo mandato de diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres. Foi a derrota importante do governo Dilma no Senado. Alguns senadores insubordinados, inclusive peemedebistas como Roberto Requião, explicaram suas atitudes com o fato de existirem denúncias e suspeitas quanto à conduta de . Outros simplesmente votaram contra, mandando sua mensagem de indignação e aviso ao Palácio do Planalto.

O PMDB está há muito inconformado com o tratamento que recebe no governo Dilma Rousseff, bem inferior ao que recebia durante o segundo mandato de Lula. Tratamento, o atual, considerado como de segunda classe pelos peemedebistas, quando comparado ao que é dado ao PT. O PMDB afinal percebeu, ou se já vislumbrava antes, agora a ficha caiu, que esse tratamento “desigual” pode levá-lo a perder para o PT a condição de maior partido em nível municipal no país, depois de haver perdido a posição de maior partido na Câmara dos Deputados e de estar se transformando, na verdade, apenas em um ainda importante coadjuvante do PT, enquanto este trata de retirar-lhe metodicamente a importância que resta.

Este é o quadro visto pela maioria do PMDB no momento e que tem provocado a movimentação do partido nos últimos dias. Mas se o gigante que vai sendo apequenado e se apequenando progressivamente acordará antes que se esvaiam as forças para defender-se ou deixará que a saúva – que não foi capaz de acabar com o outro gigante adormecido – acabe com ele, esta é uma questão que só o futuro responderá.
Mas, pelo que se percebe, o futuro próximo.

=======================================================

Mulher – Elba Ramalho

Composição: Feio / Doug Wayne

Pra Descrever Uma Mulher Não É Do Jeito Que Quiser
Primeiro Tem Que Ser Sensível Se Não É Impossível
Quem Vê Por Fora Não Vai Ver Por Dentro O Que Ela É
É Um Risco Tentar Resumir
Mulher
De Um Lado É Corpo E Sedução
Do Outro Força E Coração
É Fera E Sabe Machucar
Mas É Primeira A Te Curar
Sempre Faz O Que Bem Quer Ninguém Pode Impedir
E Assim Começo A Definir
Mulher
Mulher, Entre Tudo Que Existe É Principal
Pra Você Gerar A Vida É Natural
Esse É O Mundo Da Mulher
Mulher, Que A Divina Natureza Fez Surgir
A Mais Linda Obra Prima Que Alguém Já Viu
Assim Nasceu A Mulher Nas Mãos De Deus
Por Mais Que Um Homem Possa Ter
Sem Ela Não Dá Pra Viver
Às Vezes Pede Proteção Pra Ter Um Pouco De Atenção
Se Finge Ser Tão Frágil Mas Domina Quem Quiser
Pois Ninguém Pode Definir
Mulher…

=======================================

Salve elas! Todas Elas!

Saudação especial, neste 8 de março mundialmente dedica as mulheres, a Regina, blogueira que atraves de seu Sussuro, editado em Belmont, na beira da linda Baia de San Francisco, nos deu a canção do dia na voz poderosa da paraibana Elba Ramalho.

E vamos juntos para o que der e vier.

(Vitor Hugo Soares)

  • Arquivos