Sara Brito:nova presidente do TRE na Bahia
=======================================================

“Bomba! Bomba!”, diria o famoso colunista Ibrahim Sued se vivo estivesse.

A desembargadora Sara Brito acaba de ser eleita nova presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia e ira presidir as Eleições municipais na Bahia este ano.

=======================================================

A escolha da nova dirigente do TRE baiano no começo da noite desta terça-feira(6) foi ainda mais marcante e surpreendente que a eleição da desembargadora Sara como membro do TRE , na manhã de quarta-feira 18 de janeiro deste ano, por 18 votos a 17, derrotando a sua opositora, desembargadora Deyse Lago.

Na escolha de hoje, em seguida a solenidade de posse de Sara Brito, com a presença da Corregedora Nacional no CNJ, Eliana Calmon, a vitoria aconteceu por unanimidade (6 a 0) dos integrantes do TRE com direito a voto.

O atual presidente do TRE, Dultra Cintra, se absteve de votar. A desembargadora Sara Brito acaba de substitui-lo no cargo.

Sara é viúva do jurista baiano Pedro Milton, que teve uma passagem marcante na luta pela democracia na Bahia e Pais na sua condição de jurista e advogado, ex-presidente da OAB-BA e membro do Conselho Federal da OAB.

Um dia de triunfo para o TRE e um novo marco para a Justiça da Bahia

(Vitor Hugo Soares)

mar
06

====================================================

Fresta na Varanda: Deu no sitio de Chico Bruno

Carlinhos Brown está com tudo e não está prosa Ele é a principal atração da comitiva da presidente Dilma Rousseff na Alemanha O astro baiano foi quem abrilhantou a abertura da CEBIT 2012 – a maior feira mundial de tecnologia em Hannover

Uma das espectadoras mais animadas, durante a apresentação do músico, compositor e cantor baiano, foi a chanceler alemã Angela Merkel que acompanhou o show batendo palmas.

O presidente da Fiergs, Heitor Müller que viajou para a Alemanha ao lado do músico Carlinhos Brown. Os dois bateram papo no voo, e Müller desembarcou em Hannover encantado com a simpatia do cantor e compositor baiano.

mar
06
Posted on 06-03-2012
Filed Under (Artigos) by vitor on 06-03-2012


Campos de soja no Oeste da Bahia

==============================================

Carla Falcão, iG Rio de Janeiro

Em 2011, a atividade econômica que mais se destacou foi a agropecuária.

No acumulado do ano, a taxa de expansão verificada foi de 3,9% e, na comparação do quarto trimestre de 2011 com o mesmo período de 2010, o crescimento registrado chegou a 8,4%.

Também em relação ao terceiro trimestre de 2011, a atividade se destacou, com variação positiva de 0,9%.

De acordo com o IBGE, a boa performance da agropecuária se deve ao aumento da produção de várias culturas importantes e aos ganhos de produtividade.

Graças ao clima favorável, a agricultura teve safras recordes de cereais, leguminosas e oleaginosas em 2011 (159,9 milhões de toneladas).

Algodão (72,6%), fumo (22%), arroz (19%), soja (9,2%) e mandioca (7,3%) foram os principais destaques.

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro apresentou um crescimento de 2,7% em 2011, segundo dados divulgados nesta terça-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Com esse resultado, o Brasil passou a ser a sexta economia mundial ultrapassando o Reino Unido.

O resultado não surpreendeu os especialistas e o mercado financeiro, que projetavam um crescimento entre 2,6% e 3% para o ano passado.

PIB 2011

Comparação entre o Brasil e países desenvolvidos e emergentes – resultado em %

http://youtu.be/XDtAUiTRzac

=================================================


———————————————————————————
DEU NA FOLHA DE S. PAULO

Em nome de Amélia

Joao Santana

Amélia é uma injustiçada; há algo mais ‘feminista’ e poético do que uma mulher preferir fazer amor com o seu marido do que gastar o dinheiro dele?

Na história das sociedades, sempre existiram personagens injustiçados. A injustiça é uma coisa às vezes misteriosa de produzir e nem sempre fácil de explicar.

A pior das injustiças é a que petrifica uma personagem em um bloco de gelo histórico que nunca derrete. Isso acontece quando um equívoco é tão fortemente construído que não só congela a vítima como qualquer voz que se levante em sua defesa.

Nessa moldura, a mulher mais injustiçada da nossa história é, sem dúvida, Amélia. Sim, ela mesmo, a mulher de verdade.

Essa genial criação de Mario Lago, maquiada com maestria por Ataulfo Alves, transformou-se, por força de uma leitura equivocada, no símbolo mais popular da mulher burra e submissa.

Difícil saber quem produziu esse monstruoso equívoco. Impossível continuar repetindo este absurdo.
Basta ouvir a canção, sem preconceito, para ver que Amélia é exatamente o contrário do que falam. Ela é vítima de uma campanha negativa que precisa ser destruída. Trata-se de um bom tema para ser discutido na semana do Dia Internacional da Mulher.

Quem, em sã consciência, pode encontrar na letra de “Ai, que saudades da Amélia” a descrição de uma deusa estúpida e cativa?

A canção começa com o amado ressentido, dizendo, em tom quase pungente : “Nunca vi fazer tanta exigência/ nem fazer o que você me faz/ você não sabe o que é consciência/ nem vê que eu sou um pobre rapaz”.

As duas palavras-chaves (exigência e consciência) e a expressão humilde e igualitária (pobre rapaz) já insinuam o sentido verdadeiro da queixa-revelação.

Segue adiante: “Você só pensa em luxo e riqueza/ tudo que você vê você quer/ ai, meus Deus, que saudades da Amélia/ aquilo sim é que era mulher”.

Peraí. Não estaria o amado a criticar, com toda a razão, a sua mulher atual, que é frívola, dependente e consumista?

Não estaria criticando, sem nenhum sotaque machista, uma mulher que poderia, hoje, “brilhar” no reality show “Mulheres Ricas”?

Como essa mulher frívola e bizarra venceu, no imaginário brasileiro, a figura solidária, carinhosa e sensual de Amélia?

Amélia “às vezes passava fome ao meu lado/ e achava bonito não ter o que comer” e “quando me via contrariado, dizia ‘meu filho, o que se há de fazer?'”.

O que é mais “feminista” e maravilhosamente poético? Passar fome, lutando de forma solidária e independente ao lado do amado, sendo seduzida e sedutora, sempre capaz de convidá-lo, sutilmente, para saciar no sexo a fome do estômago (é isso que está embutido no verso “o que se há de fazer?”) ou, ao contrário, fazer compras com o dinheiro do marido, em vez de fazer amor, com muito gosto e prazer, com ele?

O que é mais “moderno” e mais pop? Ser naturalmente bela, sem a “menor vaidade”, ou ser uma megera neurótica, opressora, perdulária e exigente?

Já está na hora de as mulheres e de os homens brasileiros recolocarem a maravilhosa Amélia no seu devido lugar: o nosso panteão de musas. Vamos erguer, hoje, um brinde a esta mulher de verdade e pedir perdão pelo que fizeram, injustamente, com sua memória.

JOÃO SANTANA, 59, é consultor político. Foi coordenador de marketing das campanhas de Lula (2006) e Dilma (2010), entre outras. É também compositor popular

mar
06
Posted on 06-03-2012
Filed Under (Artigos) by vitor on 06-03-2012


===============================================
Aroeira, hoje, no jornal O Dia(RJ)


Sara Brito:previsões na Calle Florida, posse hoje(6)…

=============================================================

Opinião Política

A cigana e o TRE da Bahia

Ivan de Carvalho

A Calle Florida é a rua de Buenos Aires onde ela mais gosta de passear. E era o que estava fazendo, em companhia de sua irmã Esmeralda, a desembargadora Sara Silva de Brito, pouco antes da importante eleição que disputou no pleno do Tribunal de Justiça da Bahia em 18 de janeiro. A certa altura da Calle Florida havia uma cigana sentada numa cadeira. Como algumas outras pessoas, mas não muitas, a cigana tinha autorização para trabalhar nessa bela rua da capital argentina. Ela acenou a Sara de Brito, indicando que queria conversar. Esmeralda desestimulou a irmã. Perder tempo com cigana…

Mas a cigana estava determinada, insistiu, levantou a voz, falando em espanhol, mas plenamente compreensível para a desembargadora baiana o que aqui já vai traduzido: “Você tem uma aura muito forte sobre sua cabeça, venha cá!”.

A magistrada, ex-comunista que faz tempo fez sua revisão mental, acredita em milagres e em todos os santos, rendeu-se ao apelo. Foi. A cigana olhou umas cartas, fez uma leitura silenciosa de uma das mãos de Sara, voltou às cartas e afinal anunciou sua sentença à desembargadora, que naturalmente não lhe havia falado de sua ocupação profissional: “A senhora vai concorrer a uma eleição no seu trabalho, vai ter muita coisa contra, mas a senhora vai ganhar”.

Sara achou que a cigana havia errado. Considerou que ela estaria se referindo a uma eleição que disputara, sem êxito, para uma posição na Mesa do Tribunal de Justiça. Mesmo assim, resolveu mostrar uma fotografia à cigana. “Ele não está mais aqui. Mas vocês se amaram, foram felizes”. A fotografia era do advogado Pedro Milton de Brito, ex-presidente da OAB da Bahia e ex-membro do Conselho Federal da OAB, mas, para Sara, principalmente seu marido e pai de suas duas filhas, Natassia e Catarina. Pedro Milton “não está mais aqui”, como disse a cigana, desde 4 de dezembro de 2000.

A desembargadora, talvez emocionada, pegou uma nota de 100 pesos para dar à cigana, sob a censura da irmã Esmeralda, que achou um exagero: “Que é isso? Você ficou doida?”. E Sara: “Não, eu gostei dela. Ela nem acertou sobre a eleição… mas eu gostei dela”. E deu os 100 pesos, despediu-se, foi saindo, alguns passos. Então a cigana falou alto, dando a última palavra: “Eu só quero que, quando acontecer, a senhora se lembre quem fez a previsão”.

Hoje, às 17 horas, a desembargadora Sara Silva de Brito toma posse numa das cadeiras destinadas a desembargadores no Tribunal Regional Eleitoral. Conquistou a vaga, como já mencionado, em 18 de janeiro, numa difícil disputa com a desembargadora Daisy Lago, a quem venceu por um voto – 18 a 17 – no pleno do Tribunal de Justiça, uma vitória obtida apesar de “muita coisa contra”, como advertira a cigana. A desembargadora Sara Silva de Brito está convencida de que, ao contrário do que avaliou inicialmente, a cigana acertou.

Bem, se eu fosse ela, iria com urgência dar outro passeio na Calle Florida. Quem sabe a cigana tem alguma outra boa revelação a fazer…
A posse de Sara no TRE será prestigiada pela ministra do Superior Tribunal de Justiça e corregedora nacional de Justiça, Eliana Calmon, que fará um discurso na solenidade. A ministra e corregedora do Conselho Nacional de Justiça será também a palestrante de hoje no Café da Manhã com Empresários, promovido pelo Instituto Miguel Calmon, com apoio da Associação Comercial e da OAB, seção da Bahia. Na palestra, o tema é o CNJ.

mar
06

http://youtu.be/jWXDW5_hskc

===============================================

Cartomante

Ivan Lins

Nos dias de hoje é bom que se proteja
Ofereça a face pra quem quer que seja
Nos dias de hoje esteja tranqüilo
Haja o que houver pense nos seus filhos

Não ande nos bares, esqueça os amigos
Não pare nas praças, não corra perigo
Não fale do medo que temos da vida
Não ponha o dedo na nossa ferida

Nos dias de hoje não lhes dê motivo
Porque na verdade eu te quero vivo
Tenha paciência, Deus está contigo
Deus está conosco até o pescoço

Já está escrito, já está previsto
Por todas as videntes, pelas cartomantes
Tá tudo nas cartas, em todas as estrelas
No jogo dos búzios e nas profecias

Cai o rei de Espadas
Cai o rei de Ouros
Cai o rei de Paus
Cai, não fica nada.

=============================

BOA NOITE!!!

(VHS)

BOA NOITE

  • Arquivos