DEU NO UOL

A Polícia Civil do Distrito Federal enviou à Receita Federal indícios de que o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, fez movimentações financeiras suspeitas dentro e fora do país. O dono da empresa Ailanto Marketing e atual presidente do Barcelona, Sandro Rosell, também está envolvido nas negociações suspeitas encontradas nas investigações.

A informação está na reportagem de Leandro Colon e Filipe Coutinho publicada nesta sexta-feira. A íntegra do texto está disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha.

A Ailanto é suspeita de desviar recursos do amistoso entre Brasil e Portugal em 2008, custeado pelo governo do Distrito Federal por R$ 9 milhões. A empresa tem ligação com o cartola da CBF.

A Receita não comentou o caso devido ao sigilo fiscal.

OUTRO LADO

Ricardo Teixeira, disse, por meio de sua assessoria, que desconhece as suspeitas de evasão de divisas enviadas pela polícia à Receita Federal e, por isso, não comentaria o caso.

A assessoria de imprensa internacional do Barcelona informou que Sandro Rosell não se manifestará sobre a Ailanto Marketing nem sobre a relação com Teixeira.

Leia mais na Folha desta sexta-feira, que já está nas bancas.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos