http://youtu.be/T-W8sffyALw

Baião Atemporal

Gilberto Gil

No último pau-de-arara de Irará
Um da família Santana viajará

Levará uma semana até chegar
Junto com mais dois ou três outros cabras que estarão lá
No último pau-de-arara de Irará

Se essa viagem comprida fosse um cordel
Seria boa saída acabar no céu

Só que este conto que eu canto é pra lá de zen
Não tem sentido, não serve pra nada e é pra ninguém
Pra ninguém botar defeito e não ter porém

Basta pensar que Irará poderá não ser
Que os paus-de-arara de lá já não têm porquê

Porque os tempos passaram e passarão
Tudo que começa acaba, e outros cabras seguirão
Cruzando o atemporal do tal do baião

=============================
Saudade de Fernando Sant’Anna!

Salve Irará , de luto como a Bahia e o Brasil por esta perda sem tamanho.

BOA NOITE (se possivel for)

(Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos