Serra entra com todo gás na corrida para prefeito
===============================================

DEU NO IG

O ex-governador José Serra anunciou na manhã desta segunda-feira sua intenção de disputar a eleição municipal em São Paulo. Serra, que passou o fim de semana mergulhado em conversas com o governador Geraldo Alckmin para acertar os detalhes de sua entrada na corrida, tratou publicamente do assunto pela primeira vez por meio do microblog Twitter. Na rede social, Serra comunicou ainda sua disposição de disputar as prévias marcadas originalmente pelo PSDB para o próximo dia 4 de março.

“Hoje comunicarei por escrito à direção do PSDB de São Paulo minha disposição de disputar a prefeitura de SP. Sempre fui favorável às prévias para a escolha do candidato a prefeito do PSDB. E delas pretendo agora participar”, postou Serra, no Twitter.

Uma vez oficializada a entrada de Serra na disputa, por meio da entrega da carta ao PSDB, a executiva municipal cumprirá o rito interno e fará uma votação para dar caráter formal à decisão do ex-governador de concorrer. O passo seguinte é providenciar a inscrição de Serra nas prévias. A expectativa é de que o órgão se reúna nos próximos dias, possivelmente amanhã.

Além de oficializar a pré-candidatura de Serra, o encontro da direção partidária deverá discutir a possibilidade de um adiamento das prévias. A proposta inicial, defendida pelos líderes do PSDB da capital paulista, é de que o processo seja remarcado para 11 de março. De acordo com uma resolução aprovada pelo partido, o pleito interno tem que ocorrer, no máximo, até 31 de março.

Se as prévias forem de fato mantidas, o ex-governador deverá disputar, na pior das hipóteses, com o secretário de Energia do Estado, José Aníbal, e o deputado Ricardo Tripoli. Alckmin passou as últimas semanas empenhado em conversas para unir o partido em torno da pré-candidatura de Serra e na manhã de ontem reuniu-se mais uma vez com os quatro pré-candidatos tucanos.

Seguindo o script acertado nos dias anteriores, o secretário de Cultura, Andrea Matarazzo, membro do círculo próximo a Serra, e o secretário de Meio Ambiente, Bruno Covas, ligado a Alckmin, aceitaram deixar a disputa interna.

A resistência de Aníbal e Tripoli já era esperada pelo tucanato. Por isso, a decisão de manter Serra no páreo para as prévias tucanas surgiu como forma de minimizar o desgaste da entrada tardia do tucano na disputa e mandar a mensagem de que o ex-governador “respeitará” as instâncias partidárias.

(Com reportagem de Thais Arbex, da coluna Poder Online, Ricardo Galhardo, iG São Paulo, e informações da Agência Estado )

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2012
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    272829