=======================

————————————————-

Direto do carnaval na neve em Covilhâ , onde passa temporada de estudos, o jornalista e professor da Escola de Comunicação da UFBA, Whashington Souza Filho manda notícias para o Bahia em Pauta.

Em Salvador, lembramos ontem , também, durante o desfile da Mudança do Garcia pelas ruas do carnaval, a memória do pai de Washtinho, lider sindicalista e figura revolucionária da Bahia, além de folião de primeira linha. Quando ele estava entre nós, não recordo de nenhum desfile da Mudança que não o tenha encontrado por lá e tido sempre a honra de seu afeto e companheirismo.

Salve Zeca, em Portugal. Salve Washington Souza, na Bahia.

(Vitor Hugo Soares)
===========================================================

Salve Vitor,

Na Bahia é tudo Carnaval. Mesmo aqui em Portugal, com a devida proporção, da mesma forma.

Os portugueses vão à folia em muitas cidades, uma delas – Loulé, no Algaveve, no Sul – promove a festa há mais de 100 anos.

Por aqui, em Covilhã, a neve faz parte do Carnaval, incluída como tema – Carnaval na Neve é a denominação, que tem como atração o desfile de uma escola de samba, promovida pela Banda de Música da Covilhã.Além de dois bailes, um para crianças..

As lojas enfeitam as vitrines – montras – com símbolos carnavalescos e os chineses – são muitas – vendem fantasias varidas.

A festa ganhou um tom de sátira, depois que o primeiro-ministro Passos Coelho não autorizou a tolerência de ponto na terça-feira – o nosso ponto facultativo -, alegando que não ficava bem para o país, no meio da crise…

Com todo este clima, porém, os portugueses não esquecem de Zeca Afonso, a voz da Revolução dos Cravos, cantor da música-senha da derrubada do salazarismo. – Grândola, Vila Morena…

Esta semana vai ser marcada pela comemoração dos 25 anos da morte dele..

Seguem dois links – da notícia de hoje no Público e do Expresso, incluindo outro artista – Adriano Oliveira – que usou a música para sonhar com uma transformação..

Abs, de Covilhã

Washington José de Souza Filho

============================================

DEU NO JORNAL “PÚBLICO” (PORTUGAL)

Os tributos a José Afonso vão multiplicar-se esta semana, quando se assinalam 25 anos sobre a sua morte. As cantigas do mais importante músico de intervenção português vão ouvir-se em público em Coimbra, Braga, Lisboa, Barreiro, Seixal e Setúbal. Seja para recordar, recuperar histórias ou lançar debates. Barcelona também entra no roteiro.

Uma visita ao site da Associação José Afonso (AJA) permite descobrir as iniciativas preparadas para esta semana, em diferentes pontos do país. A agenda começa logo em Coimbra, onde José Afonso – ou, popularmente, “Zeca” – estudou, onde se lançou como músico e activista político, onde se transformou num símbolo dos estudantes.

O programa coimbrão “Zeca Afonso – O rosto da utopia” arranca já amanhã, segunda-feira, às 11h, na Baixa. A essa hora é inaugurada uma exposição discográfica na Praça da Comércio, com actuação do Grupo de Fados de Coimbra. No dia seguinte, às 15h30, o Teatro Paulo Quintela acolhe um debate com os jornalistas Adelino Gomes e Joaquim Vieira, que adaptou para televisão a biografia de Zeca, e o compositor Rui Pato.

Na quarta-feira, dia 22, ainda em Coimbra, a Estudantina Universitária actua no Café Santa Cruz, às 22h. No dia seguinte, às 21h30, o mesmo espaço recebe uma tertúlia sobre José Afonso. Esta última iniciativa encerra o programa no exacto dia em que se assinalam os 25 anos sobre a morte do músico.

José Afonso morreu a 23 de Fevereiro de 1987, aos 57 anos, em Setúbal, onde morava. Sofria de esclerose lateral amiotrófica, doença neurodegenerativa progressiva e fatal que o afastou dos palcos a partir de 1983. Os derradeiros concertos foram os dos coliseus de Lisboa e Porto. Galinhas do Mato, de 1985, é o seu último álbum, que teve de ser completado pelos amigos José Mário Branco, Sérgio Godinho, Helena Vieira, Fausto e Luís Represas. Em 1986, já muito debilitado, ainda apoiou a candidatura presidencial de Maria de Lourdes Pintasilgo.

A maior parte das iniciativas publicitadas pela AJA acontecem no dia 23, quinta-feira. A própria associação preparou um espectáculo de celebração da obra de José Afonso para Lisboa. Terá lugar na Academia de Santo Amaro, em Alcântara, às 21h. A apresentação estará a cargo do encenador Hélder Costa (que partilha a direcção de A Barraca com Maria do Céu Guerra) e contará com nomes de palco como Francisco Fanhais, Zeca Medeiros, Francisco Naia, Pedro Branco ou Couple Coffee.

Também em Lisboa, mas mais cedo (18h), no espaço da Cidade Universitária da Biblioteca-Museu República e Resistência, o jornalista e escritor Viriato Teles vai promover uma sessão de evocação. Recordar José Afonso é a palavra de ordem e é o mesmo que se fará em Setúbal, no La Bohème, a partir das 22h, com António Galrinho e Rui Lino a lerem 25 poemas de “Zeca”.

Ainda na quinta-feira, em Braga, o Theatro Circo abre as portas a um tributo conjunto: de José Afonso e de Adriano Correia de Oliveira, cujo desaparecimento aconteceu há 30 anos (a 16 de Outubro). Com apresentação e declamação de Camilo Silva e Maria Torcato, o Canto D’Aqui convidou vários artistas para subir ao palco nessa noite (21h30) e na próxima, para o mesmo espectáculo.

No dia 24, sexta-feira, o itinerário passa pelo Seixal e pelo Barreiro, à hora de jantar. No Seixal, Luís Pires, Pedro Branco, Vítor Sarmento actuam no restaurante O Bispo. No Barreiro, a associação “Grupo dos Amigos do Barreiro Velho” vai ao restaurante O Pial mostrar como as canções de José Afonso “mantêm toda a actualidade”, 25 (ou mais) anos depois. “Zeca Afonso sempre esteve e continua a estar com os que lutam por um mundo melhor”, lê-se no convite.

Por fim, Barcelona. A capital catalã vai acolher dois concertos no L’Auditori, a 25 de Fevereiro e a 3 de Março. O primeiro será da responsabilidade dos Drumming, grupo português de percussão com sede no Porto. O segundo é do projecto “20 canções para Zeca Afonso”, que propõe “um novo olhar sobre a música” do autor de Grândola, Vila Morena.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2012
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    272829