===================================================


CRÔNICA

Depois do susto

Maria Aparecida Torneros

Um carnaval que passo em repouso, recomendação médica, depois que minha pressão foi a 20 por 10 na quarta, fui internada, liberada, monitorada…etc..etc…
Em casa, sozinha, me saio bem, afinal, tem o computador, voltei pro face, os amigos e amigas não param de ligar, ponho dvds que curto, vejo alguns desfiles na tv, lembro de velhos carnavais…

Como meu anjo de guarda é experto, me levou pro Imprensa que eu gamo antes, e
também pro Carioca da Gema há duas semanas, quando me acabei de tanto sambar com os amigos portugueses.

Agora, o carnaval vai passando, justo aqui na Vila Isabel, ouço seu som e sinto seu cheiro, nem me atrevo a dar uma puladinha…rs..mas curto saudades de carnavais e de criaturas que marcaram a tradição brasileira.

Tem uma, especial, eu era bem menina quando ela se foi, mas ela me comove, uma portuguesinha, que virou brasileira, que virou baiana, que virou americana, que projetou o Brasil, e que tem seu valor.

Carmem Miranda, cheia de ginga, cheia de bananas, cheia de baianices explícitas, uma diva com jeito e olhos de comerem hollywood, quando se requebrava, mãos e sapatos altíssimos, ela nos convidava a comemorar o carnaval que é a vida. Pretexto pra recordar suas músicas, filmes, fantasias, alegorias, sorrisos, voz de brasileiríssima ou será de baianíssima. Viva Carmen. Viva sua passagem pela Terra e seu legado impressionante.

Gosto da frase…Quando você se requebrar caia por cima de mim…nossa…eu me arrepio, mesmo com estes medicamentos alienantes e dopantes, de tarja preta, que me olham assustados, pois não me tiram a alegria de viver e nem tampouco vão ofuscar o brilho do carnaval. O carnaval tá dentro de mim, e eu quando me requebrar, aguardem, vou cair por cima da alegria de todos e todas. Acho que tento ir no desfile das campeãs, até lá, já estou boa, claro, o anjinho de guarda é pró-ativo, tá trabalhando sério e me promete volta triunfante… vou preparar uma fantasia a la Carmen, vou de baiana, isso, mesmo, decidi… e tomara que a Portela vença, com seu enredo homenageando a nossa Bahia, aí, ninguém me segura, nem a pressão descompensa, só vou saber mesmo contar depois…o que é que a baiana tem…feliz Carnaval pra Bahia e pro Brasil inteiro!

Curtam por mim tudinho, ok?
beijos

Cida Torneros, escritora e jornalista, mora no Rio de Janeiro, onde edita o Blog da Mulher Necessária

fev
19


Ivete, no circuito Osmar, nomeia…


…Neymar (de mamadeira em cima do trio) seu ministro

=====================================================

A cantora Ivete Sangalo abriu neste domingo (19) o tradicional circuito de carnaval, Osmar, no Campo Grande, nomeando ministro.

Ela, que foi declarada a “presidenta da Bahia”, pediu ajuda ao jogador de futebol Neymar, do Santos, para comandar a folia.

“Eu recebi o título de presidenta da Bahia, então vou nomear o Neymar o ministro de vocês”, falou a cantora, arrancando gritos das foliãs.

Neymar acompanha o circuito Osmar de dentro de um camarote ao lado do jogador Lucas, do São Paulo.

Neymar chegou na Bahia no sábado (18).

No domingo, o atacante acompanhou a passagem de alguns trios. Além de Ivete Sangalo, curtiu a folia com o Timbalada, com Carlinhos Brown, que desfilou sem cordas ao lado de Denny e ex-timbaleiros. Neymar também pulou no embalo de Tomate, com quem cantou as músicas “Eu te amo, porra” e “Uh, bebê”.

Uma mamadeira foi jogada do trio para o jogador. Ao pegar o objeto ele colocou na boca e arrancou suspiros da mulherada. O craque viu ainda a apresentação de Jammil.

(Deu no IG)


Recebido por Gil e Flora, Ronaldo chega com Bya
ao camarote do Expresso 2222.Foto: Paulo Freitas
=====================================================
DEU NA COLUNA GLAMURAMA (UOL)

A movimentação era tão grande que parecia que um trio elétrico estava entrando no camarote Expresso 2222. Nada disso. Era Ronaldo chegando com Bia Antony. Recpecionados por Flora e Gilberto Gil Depois de conversar com todo mundo ele driblou os flashes e foi descansar em um espaço exclusivo aqui dentro. Já, já, damos mais detalhes.


Carnaval 2012:menos foliões na ruas de Salvador
nos primeiros dias da folia/ Foto:Foto Agencia A Tarde

==============================================

Por Tiago Décimo

Ainda não há dados oficiais, mas comerciantes, taxistas e a própria administração pública já admitem que a greve promovida pela Polícia Militar dias antes do carnaval causou diminuição do público nos primeiros dias da folia em Salvador. “Esperávamos alguma retração e ela está sendo percebida, de fato”, afirma o presidente da estatal Salvador Turismo (Saltur), Claudio Tinoco. “Não temos ainda como quantificar, mas a movimentação nos circuitos e nos camarotes é menor que a registrada no ano passado e nos anos anteriores.”

O taxista Antonio Flores concorda. “Este ano está fraco, os restaurantes estão vazios, os bares estão vazios, estou fazendo três, quatro corridas boas em um dia, quando o normal, nessa época, seriam oito, dez”, afirma. “É ruim porque esta costuma ser a melhor época no ano – e é difícil recuperar depois.”

O próprio governador Jaques Wagner, presença constante nos camarotes (e em alguns blocos) da folia soteropolitana nos anos anteriores, dispensou os convites e foi à festa apenas hoje (domingo), acompanhar os desfiles do Circuito Osmar (Campo Grande), a partir do camarote do governo. “Não estou tão animado quanto no ano passado, por exemplo”, admite. “Não tem como dizer que a gente não se abala (com um evento como a greve da PM), não dá para fingir que nada aconteceu.”

Ele, porém, avalia que a baixa de público nos circuitos ainda pode ser revertida. “É normal que a maior parte dos turistas venha a partir do sábado – e as informações que tenho são de alta ocupação nos hotéis da cidade, similar a de anos anteriores”, afirma. “Tudo indica que teremos um carnaval dentro da normalidade, e tenho sentido as pessoas em um espírito mais de paz.”

Segundo dados da Secretaria de Turismo do Estado (Setur), a rede hoteleira de Salvador registra, hoje, 84% de ocupação, sendo que os hotéis que ficam nos circuitos da festa estão com 94% de ocupação – nos demais, a taxa média é de 73%.

Segurança

Já de acordo com o secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa, o número de registros de ocorrências nos três primeiros dias do carnaval de Salvador é 22,9% menor do que o registrado em igual período do ano passado.

Apesar disso, houve o registro de um homicídio no Circuito Dodô, na noite de sexta-feira, algo que não acontecia há cinco anos no carnaval de Salvador. “Foi uma situação em que gangues rivais se encontraram e houve essa morte”, afirma Barbosa. “O jovem que morreu já tinha sido preso e seu agressor já foi identificado e detido.”

fev
19


===================================================
Deu no blog do jornalista Lauro Jardim


Ele ficou

Ricardo Teixeira viajou [ontem] cedo para a Flórida – mais precisamente Boca Ratón, onde tem uma casa. Ao contrário, de tantas especulações, não renunciou, não pediu licença.

Previa-se que sairia ontem. Depois, a data passou a ser hoje. Nada aconteceu. Teixeira continua comandando a CBF. Até quando? Ninguém sabe

============================================
BAHIA EM PAUTS mete a colher e comenta:

Não tem FIFA, não tem BBC, não tem Dilma, não tem Copa, não tem nada.

Enquanto a Rede Globo não cortar as cordas que a unem há decadas a Ricardo Teixeira, o cartola da CBF não cai e nem larga a rapadura.

(Vitor Hugo Soares )


Olha Thaís Bilenky aí, gente!

Na coluna de Monica Bérgamo, a moça da Rua Augusta, reporter especialissima da Folha ( e amiga do BP) se despede do carnaval de Salvador, que ela enriqueceu estes dias com a presença e muita informação.

Thais retorna este domingo para Sampa. Vai deixar saudades. Boa viagem e volte sempre, que a Bahia te espera.

(Vitor Hugo Soares, pelo BP)

==================================================

Salvador

‘ALGUÉM TEM QUE TRABALHAR’

Gilberto Gil tira foto com uma fã, dá um beijo em sua bochecha e vai, de sandálias de couro, bermuda e camisa brancas, buscar um acarajé. Pede à baiana um bolinho sem recheio. Pega com a mão.

“Sempre digo à Flora [sua mulher]: ‘Alguém tem que trabalhar para os outros aproveitarem'”, conta o artista em seu camarote, o Expresso 2222, na sexta. “Eu não fiz psicanálise, então tenho alguns traumas do Carnaval. Primeiro, o medo da careta, depois o medo do cupido e a frustração na Quarta-Feira de Cinzas. Depois, já adulto, um certo medo da multidão”, diz, com sorriso aberto.

Na Varanda Elétrica, Preta Gil canta Wando: “Joguem uma calcinha pra mim?”, brinca com o público. Uma assessora traz um copo com rodelas de banana e um garfo descartável. Entre uma música e outra, ela se alimenta.

A atriz Mariana Ximenes, no camarote de Ivete Sangalo, faz propaganda de uma marca de xampu. De batom laranja, conta que está aprendendo a falar com sotaque de Foz de Iguaçu (PR), para a minissérie “As Brasileiras”. “É porrrrta, meio caipira.”

Um homem pede licença: “Só pra te avisar que você está atrás da marca de cerveja [estampada na porta de uma geladeira]”. Ela muda de posição. “Nossa, nem percebi. Obrigada. Arrasou”, e acena com o polegar. “Que susto!”

Seu Jorge canta pela segunda vez na noite no camarote Salvador, em ação de uma operadora de telefonia. As filhas, Luz Bella, 5, e Flor de Maria, 9, brincam no camarim. A mais velha faz participações em seus shows. “Artistas são aquelas crianças que vão no Raul Gil. As meninas cantam no jardim de casa”, compara o pai.

O músico diz que elas gostam de acompanhá-lo em eventos. “Estão felizes.” As meninas, uma babá, Seu Jorge e sua mulher, Mariana, atravessam o camarote até a varanda. Ele pega Luz no colo. A família pula abraçada quando Claudia Leitte passa no trio elétrico cantando “Tchetcherere, tchetche, tcherere”. Ele fuma cigarros.

As meninas bocejam. São 3h. Pai Jorge as leva até uma saída lateral escoltados por seguranças, mas a rua está lotada. Dão meia volta; elas vão dormir em um camarim com a babá. O cantor e Mariana voltam para a festa. Encontram um ministro da Guiné Equatorial, que não quer se identificar para evitar “problemas políticos”.

“Ça c’est ma femme” [Essa é minha mulher], diz Seu Jorge, em francês. “Ele é o melhor”, responde o africano.

THAIS BILENKY, DE SALVADOR

http://youtu.be/h9n3B-iG2J0

Olhaí, Mário Brito, leitor fiel e amigo leal do BP, esta música baiana composta em tributo a Jorge Amado ( o grande homenageado do carnaval de Salvador este ano), vai dedicada também a você neste 19 de fevereiro de seu aniversário.

Festivamente comemorado (como você merece) aí no Rio de Janeiro. Grande abraço da turma do BP.

(Vitor Hugo )

====================================
EM TEMPO:

De: Olívia Para: Mario Brito

Hoje é dia de celebrar nosso amigo, e leitor assíduo do Bahia em Pauta, Mário Brito. Homem de muita fé, companheiro solidário, esse advogado, filho de Pombal, merece todas as glórias. Mário está no Rio de Janeiro, quando chegar, faremos um bolo lá no Clube Inglês, onde é um dos mais queridos sócios. Viva!


Caetano e Gil:tributo ao tropicalismo no desfile paulista
===========================================
O segundo dia de desfiles em São Paulo empolgou os foliões. Encerrando as apresentações do Grupo Especial no sambódromo do Anhembi, as sete escolas fizeram apresentações corretas, com momentos de emoção e surpresas na avenida: como a inesperada (e inédita) troca de roupa da bateria da Gaviões da Fiel, no recuo do sambódromo; a rainha da Mocidade Alegre, Aline de Oliveira, suspensa numa plataforma e tocando surdo, e a presença de estrelas como Caetano Veloso, Gilberto Gil e Rita Lee no desfile da Águia de Ouro.

Estreante no Grupo Especial, a Dragões da Real abriu a segunda noite de desfiles. A escola fez um desfile correto. Com o enredo “Mãe, ventre da vida e essência do Amor”, a agremiação teve momentos de destaque, como o segundo carro alegórico – que trazia uma enorme escultura simbolizando um parto na avenida. O maior desafio, porém, é permanecer no Grupo Especial. Com 12 anos de existência, a escola conseguiu, pela primeira vez desde a fundação, ser campeã do grupo de acesso. E espera continuar na elite do carnaval paulistano.

A Pérola Negra, segunda escola na avenida, encerrou o desfile em cima da hora, fechando com o tempo cravado em 1h05, o máximo permitido. Em busca do título inédito, a agremiação da Vila Madalena fez uma homenagem a Itanhaém, no litoral de São Paulo, segunda cidade mais antiga do Brasil. A premiada comissão de frente mais uma vez surpreendeu o sambódromo ao retratar o pintor Benedito Calixto: as fantasias, de um lado, mostravam quadros do pintor, de outro, formavam uma canoa. A bateria, representando o mar, fez bonito: abria caminho para a passagem da caravela de Martim Afonso. A evolução da caravela com a bateria causou um belo efeito na avenida. A escola estava animada e cantando o bom samba da Vila Madalena.

Já a Mocidade Alegre levantou a arquibancada no Anhembi e, mesmo depois do desfile, os foliões continuaram cantando o samba enredo, um dos melhores do carnaval paulistano, animados com a bateria do mestre Sombra. Tanto que a bateria chegou a parar totalmente e deixar a música por conta dos foliões. Sete vezes campeã do Grupo Especial, a Mocidade prestou homenagem ao centenário de nascimento de Jorge Amado, com um desfile inspirado no em seu romance “Tenda dos Milagres”. A surpresa ficou por conta da rainha estreante Aline de Oliveira que, suspensa numa plataforma, tocou surdo em frente à bateria, numa altura acima da cabeça dos componentes.

A Águia de Ouro invadiu a passarela do samba com o tropicalismo. Quarta escolar a desfilar no Anhembi, levou para a avenida estrelas da música brasileira, como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Rita Lee, Cauby Peixoto e Ângela Maria. Embalados pelo samba “Tropicália da Paz e do Amor! O Movimento que Não Acabou”, os artistas desfilaram no carro Festival da MPB. À frente da bateria, a rainha Valesca Popozuda comemorou o terceiro ano na agremiação. A funkeira passou mal durante o desfile e foi amparada pela equipe de apoio. “Foi só um mal-estar. É muito calor e adrenalina”, justificou. A escola fez um bom desfile, com momentos de emoção, mas pode ter se prejudicado: acelerou o ritmo no final, para não estourar o tempo, e pode ter notas baixas nos quesitos Harmonia e Evolução.

Quinta escola a entrar na avenida, a Unidos de Vila Maria teve como maior destaque a bateria de mestre Mi. Com a bela madrinha Quitéria Chagas à frente dos ritmistas, o samba enredo levantou o Anhembi, na voz do intérprete Nego, irmão de Neguinho da Beija-Flor. Outro destaque foi a socialite Val Marchiori, desfilando com uma fantasia de ouro, que, segundo ela, custou R$ 100 mil. Além disso, a comissão de frente também causou boa impressão, representando a criação do homem: os bailarinos empurravam uma grande estrutura, simbolizando a mão de Deus, que fazia a luz e criava a humanidade.


Dona Marisa: presença no tributo corintiano a Lula
==================================================================

A emoção tomou conta da Gaviões da Fiel, sexta escola a desfilar. A maior expectativa do desfile era a presença do ex-presidente Lula, homenageado da noite, que por motivos de saúde não compareceu ao sambódromo do Anhembi. Foi representado pela ex-primeira dama, Marisa Letícia, que desfilou em carro presidencial junto com o ator Fábio Assunção, fantasiado de motorista. Destaque também para as musas Sabrina Sato e Tatiane Minerato (que começou o desfile de macacão e, durante o percurso, exibiu o corpo pintado). Mas o grande destaque da Gaviões foi a bateria de mestre Paulinho, que no início estava fantasiada de operária, com barba e macacão. No recuo, porém, a grande surpresa: os componentes pararam a percussão e tiraram o macacão, exibindo a fantasia de presidente por baixo.

(Informações e imagens do IG. Mais: www.ig.com.br)

fev
19
Posted on 19-02-2012
Filed Under (Artigos) by vitor on 19-02-2012


===============================================
Sponholz, hoje, no Jornal da Manhã (PR)

  • Arquivos

  • Fevereiro 2012
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    272829