Recife:Mistura de frevo e baião no desfile do Galo
========================================================

O dia em que a sanfona e a zabumba misturaram-se com os metais do frevo. Às 9h, após uma queima de fogos, o carro abre-alas da Galo da Madrugada desfila desde cedo pelas ruas do Centro do Recife. Este 35º desfile homenageia o Rei do Baião, Luiz Gonzaga.

A maior agremiação de rua do mundo vai percorrer 4,5 km reunindo 25 trios elétricos. Os artistas de destaque são Gustavo Travassos, Fafá de Belém e Beto Hortiz, no trio elétrico Zeus; Maestro Forró, no Guinness; Alceu Valença, no Milenium; Cristina Amaral e Lia de Itamaracá, no Faraó; Calypso, no Selva Nua; além de Spok, Gerlane Lops, Elba Ramalho, Josildo Sá e Jorge Vercillo, no Pileque.
Nem mesmo a chuva grossa conseguiu tirar a animação dos foliões neste sábado (18) de Zé Pereira. Desde cedo, na concentração do Galo da Madrugada, no Forte das Cinco Pontas, os foliões começaram a chegar fantasiados para aproveitar a festa.

Em grupo, dupla ou sozinhos, os foliões foram chegando desde cedo, antes das 8h, para acompanhar desde o início o Galo da Madrugada, que este ano faz uma homenagem a Luiz Gonzaga.

O presidente do Galo da Madrugada, Rômulo Menezes, ficou surpreso com a quantidade de pessoas que compareceu ao local mesmo debaixo de chuva. “Não é a chuva que vai tirar o brilho da festa. Várias caravanas vieram do interior para ver o Galo. Os trios estão com uma proteção contra a chuva. Mas tomamos alguns cuidados para evitar acidentes, por conta dos fios elétricos no trajeto do desfile.”

A festa também abriu espaço para as fantasias mais críticas. O funcionário público Flávio Marques aproveitou o caso do lixo hospitalar – que vinha dos Estados Unidos e foi descoberto no Porto de Suape – para se fantasiar de Miss Lixo Hospitalar.

Vestido com uma bata branca toda manchada de sangue e com esparadrapo no rosto, o folião trouxe até balde e detergente para limpar o lixo. “Comprei a roupa numa promoção na feira de Caruaru”, brincou.

Já o dançarino Amauri Mariano veio de Galeão de Veneza. Há 14 anos que o recifense que vive na Itália volta ao Recife para brincar o Carnaval. “Trouxe a fantasia de Veneza. Essa chuva não vai atrapalhar em nada. Saí de 4 graus negativos na Itália para os 24 graus aqui no Recife, então está ótimo”, brinca.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2012
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    272829