=============================================


OPINIÃO POLÍTICA

Tucanos experimentam mutação

Ivan de Carvalho

Ah, como demoram os tucanos de descer do muro. E tanto se esforçam nisso que estão experimentando, em conformidade com a teoria de Charles Darwin, uma mutação evolutiva.
Trata-se de, após uma prolongada temporada em cima do muro, descer para um lado e depois – aí está a mutação – subir outra vez e ficar novamente empoleirado (petistas ficam “empoderados”, tucanos empoleirados), à espera de novos dados para decidir se descem para o outro lado, se voltam a descer para o lado pelo qual já haviam optado antes ou se aguardam o muro cair para não sofrerem o incômodo de decidir.

Esta mutação está evidenciando-se no comportamento de um dos três mais emplumados tucanos do país. Considerando que esses três são o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, Aécio Neves e José Serra. Este último é que experimenta a mutação.

Depois de tempos de silêncio, indecisão e, justiça se faça, falta de apetite, José Serra comunicou ao PSDB que não seria candidato a prefeito de São Paulo. Caso resolvesse disputar a prefeitura que já ocupou uma vez e tem o terceiro maior orçamento público do país (superado apenas pelo da União e o do Estado de São Paulo), teria automaticamente o apoio do PSD, o novo partido nacionalmente presidido pelo prefeito paulistano Gilberto Kassab e que tem em seus quadros outra relevante liderança paulista, o vice-governador Afif Domingos.

Mas Serra, além de não ter muito apetite pela prefeitura – dela, saltara em meio ao mandato para o governo do Estado de São Paulo, de onde, em 2010, tentou (pela terceira vez) alcançar a presidência da República, perdendo no segundo turno para Dilma Rousseff – tinha e tem dúvidas sobre se seria ou será eleito prefeito, concorrendo nas eleições deste ano.

Então, comunicara seu “não” ao partido. E o PSDB, então, ao invés de fazer com o PSD de Kassab a aliança que este propunha, com o apoio dos tucanos a Afif para prefeito e do PSD ao governador tucano Geraldo Alckmin à reeleição em 2014 e o apoio a Serra dentro do PSDB na sua disputa com Aécio Neves para determinar o candidado tucano a preidente em 2014, o PSDB fez o impensável, o absurdo.

Mesmo sabendo que Lula e o PT têm como prioridade eleitoral máxima deste ano a conquista da prefeitura paulistana, o governador Alckmin não aceitou a proposta do PSD de Kassab e permitiu que o PSDB se envolvesse em eleições prévias com quatro candidatos inexpressivos, o que dificilmente seria algo diverso de uma pura e simples entrega da prefeitura ao PT.

Vendo o quadro, Kassab fez uma manobra que pode lhe permitir aliar-se ao PT – apesar do esperneio da militância deste partido e da senadora Marta Suplicy –, declarou que aceita ser candidato mesmo sem o apoio do PSDB (elemento que antes considerava indispensável à sua candidatura) somente para dar a seu partido, o PSD, uma alternativa à aliança com o PT.

E então o que acontece? Há uma semana, se muito, José Serra sobe no muro outra vez. Diz ao governador Alckmin que admite ser candidato a prefeito. Mas impõe duas condições: 1) que Alckmin providencie a desistência dos quatro candidatos às prévias ou, talvez, uma decisão partidária que acabe com as prévias (como o PT está jogando essa sua antes tão decantada prática no lixo); e 2) que Alckmin dê garantia de que vai se empenhar a fundo no apoio a sua candidatura a prefeito, especialmente trabalhando na construção de um importante arco de alianças eleitorais.

Se for atendido nas duas coisas, Serra desce para “o outro lado” do muro. Topa a luta eleitoral. Se não atendido, desce do muro para o mesmo lado para o qual já descera antes e do qual saíra para o empoleiramento atual.

Be Sociable, Share!

Comentários

luiz alfredo motta fontana on 15 Fevereiro, 2012 at 7:26 #

Terra de ninguém

São Paulo cansou…

Pariu PT e PSDB, deu no que deu…

Não será surpresa se surgir um novo “Cacareco” na Paulicéia.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2012
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    272829