Antonio
Pitanga:o cara do Cinema Novo filma em São Joaquim
=================================================

A Feira de São Joaquim, espaço emblemático do chamado Cinema Novo e da cultura popular na Bahia, ganhará documentário que começa a ser filmado este sábado, 11, com participação especial do ator Antonio Pitanga, um dos artistas preferidos de Glauber Rocha.

Hoje, em meio a artigos de candomblé, barracas de artesanatos, carnes, frutas e verduras e junto com os frequentadores do espaço e feirantes, Pitanga será o astro da película Água de Meninos – a Feira do Cinema Novo, dirigido e produzido pela cineasta baiana Fabíola Aquino, que gravará um depoimento emocionado e um clipe para o filme.

O documentário Água de Meninos – A Feira do Cinema Novo surgiu a partir do conhecimento do filme Sol sobre a Lama (1963), do diretor e crítico Alex Viany. O filme suscitou curiosidades, em especial o fato de ser uma “resposta” a um outro longa, A Grande Feira (1962), dirigido pelo jovem autodidata Roberto Pires.

A diretora relembra que desentendimentos entre produtores e o diretor fez com que Sol sobre a Lama pouco fosse exibido. Já A Grande Feira foi um sucesso do Cinema Novo. “Os filmes retratavam as condições de vida da sociedade brasileira, em especial a baiana, e seu principal cenário era a Feira de Água de Meninos, nos anos 60. Atualmente, a Feira de São Joaquim e seus feirantes vivem situações semelhantes às representadas nestes filmes, mas vislumbram um novo tempo com a sua revitalização e ampliação”.

Com 52 minutos de duração, Água de Meninos – a Feira do Cinema Novo conta a história do lugar, das pessoas e profissionais que habitam cotidianamente aquele espaço. “Fazer um filme sobre a Feira é falar sobre a sorte de ainda termos nosso passado no presente. Com o crescimento econômico, modelos comerciais como a Feira de São Joaquim são engolidos pelo capitalismo. Na Feira, essa lógica pode ser revertida e a comunhão entre as pessoas servir de exemplo a toda gente”, define Fabíola Aquino.

Um ator do Cinema Novo – Em sua participação no doc, Pitanga – que atuou nos longas A Grande Feira e Sol sobre a Lama – cantará a música Diplomacia, de Batatinha, com um novo arranjo. Ele também dará um depoimento emocionado sobre as experiências anteriores e sobre essa nova possibilidade de reviver aquele clima quase 50 anos depois.

Sobre a participação de Pitanga no filme, a diretora e roteirista lembra uma conversa que teve com o ator, quando o convidou para participar do projeto. “Quando alertado que queríamos fazer um filme sobre Sol sobre a Lama, Pitanga se surpreendeu e me lançou uma pergunta: ‘E há alguém vivo deste filme menina?’. Para a nossa alegria, Pitanga segue com a vivacidade de poucos e estará junto a nós como um dos principais depoimentos sobre o fazer cinema em pleno Cinema Novo na Bahia, na grande feira de Água de Meninos”.

Fabíola também destaca que Pitanga acaba sendo símbolo da cena em que a Feira vive hoje (quando passa por obras de recuperação), um ator que iniciou sua carreira justamente no Cinema Novo. “Ele sobreviveu a cada intempérie e hoje chega aos seus 70 anos protagonizando tipos respeitados e admirados. E essa é a Feira que começa na lama e acaba virando ponto turístico na Baia de Todos os Santos, balneário cheio de sol e gente de todos os cantos do mundo”, finaliza.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2012
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    272829