fev
09
Postado em 09-02-2012
Arquivado em (Artigos) por vitor em 09-02-2012 23:21


PMs e Bombeiros do Rio:greve declarada na Cinelândia
Foto:O Dia
=============================================

DEU NO JORNAL O DIA

Ricardo Albuquerque

Rio – Os bombeiros e policiais militares entraram em greve geral na noite desta quinta-feira. A decisão foi tomada durante assembleia na Cinelândia, no Centro do Rio. Segundo o comando do movimento, a greve é por tempo indeterminado.

A decisão dos manifestantes é de permanecer parados dentro dos quarteis, a partir da 0h desta sexta-feira.

De acordo com a decisão das duas primeiras assembleias, foi determinado que todos os bombeiros e policiais militares passarão todo o período dentro dos respectivos quarteis. “Se prender um, vai ter que prender todo mundo”, disse Wellington Machado, cabo do 22º BPM (Benfica)

Pouco depois do anúncio da greve de PMs e Bombeiros, foi a vez da Polícia Civil decretar sua greve. Segundo os líderes do movimento na instituição, só atendimento básicos serão realizados. “Pedimos para que as pessoas permaneçam em suas casas”, disse Fernando Bandeira, presidente do Sindicato dos Funcionários da Polícia Civil.

Os líderes dos bombeiros garantiam que haveria greve caso algum item da sua pauta de reinvindicações não fosse atendido pelo governo. Eles pedem a libertação do cabo Benevenuto Daciolo, preso no fim da noite de quarta-feira, auxílio-transporte e alimentação de R$ 350, piso salarial de R$ 3.500 e jornada de 40 horas semanais.

Tropas federais a qualquer momento, diz Beltrame

Tropas do Exército, em caso de greve, podem ser acionadas a qualquer momento para garantir a segurança de moradores e turistas que visitam o Rio, de acordo com o secretário de Segurança José Mariano Beltrame. Nesta quinta-feira, em Brasília, ele disse que o plano está pronto desde os Jogos Pan-Americanos de 2007. “Temos um protocolo de ações construído desde aquele ano, e o foco é o interesse público e manutenção da paz”, ressaltou.

Autoridades da Segurança se reuniram nesta quarta-feira com a cúpula do Comando Militar do Leste para ajustar detalhes do possível pedido de auxílio às tropas federais. Mais cedo, Beltrame disse que acreditava num acordo com os profissionais da Segurança, apelando para o ‘bom senso’ dos servidores.

Aumento aprovado na Alerj

A Assembleia Legislativa do Rio aprovou nesta quinta-feira, por 60 votos a um (duas abstenções e sete faltosos), o projeto de lei que concede 38,81% de aumento aos 122.640 servidores da Segurança Pública, que será quitado em fevereiro de 2013.

O governador Sérgio Cabral voltou a afirmar, na tarde desta quinta-feira, que descartava qualquer possibilidade de greve. Ele citou que o reajuste concedido à categoria representa impacto de R$ 1,8 bilhão nos cofres públicos e disse que confia nas instituições.

“Os profissionais da segurança sabem que esse não é o melhor método e reconhecem que estamos fazendo e que há ainda muito a ser feito. Se todos os meus antecessores tivessem feito o mesmo, o padrão salarial dos militares seria um dos melhores. Mas não fizeram nada antes de mim”, afirmou o governador.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2012
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    272829