Dom Murilo:fé no cardeal como negociador na greve
==========================================

DEU NO GLOBO.COM

Representantes do governo da Bahia e de associações de policiais militares do estado se reúnem desde a manhã desta terça-feira na residência episcopal do arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, no condomínio Pedra da Marca. O objetivo é pôr fim à greve.

Participam do encontro o secretário estadual da Casa Civil, Rui Costa; o secretário de Administração do estado, Manoel Vitório; o comandante-geral da PM, coronel Valter Medeiros; o procurador-geral do estado, Rui Moraes; e representantes das associações, com exceção da Associação dos Policiais, Bombeiros e Damiliares (Aspra), que encabeça a ocupação no prédio da Assembleia Legislativa.

O governador da Bahia, Jaques Wagner, disse nesta terça-feira acreditar que as negociações com os policiais militares que estão em greve no estado estão avançando e aproveitou para fazer um apelo e pedir para que os profissionais de segurança não deixem a população desamparada. Os grevistas passaram a madrugada na Assembleia Legislativa da Bahia e não obedeceram à determinação de sair do prédio.

Na noite de segunda-feira, oito menores deixaram a Assembleia junto com familiares, após decisão judicial assinada pelo juiz Adenilson Barbosa dos Santos, da Justiça estadual, que determinou a retirada das crianças do local. Ainda assim, muitas crianças ainda continuam ao lado dos policiais. O Ministério Público e deputados estaduais acusaram o comando de greve de usar os filhos dos militares (cerca de 150 estão lá dentro, segundo os líderes do movimento) para deter o avanço das tropas do Exército.

Não haverá anistia para PMs que praticaram vandalismo, diz Jaques

Mesmo com os grevistas desobedecendo às determinações, o governador declarou que o fato de uma negociação ter durado tanto tempo é um “ótimo sinal”.

– Quando as coisas não andam, as negociações se interrompem rapidamente – disse, em entrevista ao “Bom Dia Brasil”, da TV Globo.

– A extensão da reunião é um sinal de que estamos no caminho de encontrar uma saída negociada – acrescentou.

Mas na negociação, os policiais também terão que ceder, já que Jaques Wagner diz que não há espaço fiscal para suprir todas as demandas:

– Nós, ao longo de cinco anos, concedemos 30% de aumento real. E eu tenho limite na folha. As negociações são em torno desse valor, da chamada GAP 4 e eventualmente até da GAP 5, mas evidentemente isso terá que ser partilhado ao longo de 2013, 2014 e até 2015. Se for para pagar alguma coisa imediatamente agora, não há menor espaço, porque não tenho espaço fiscal para fazê-lo – afirmou.

Como forma de negociação, o governo da Bahia disse que garante um reajuste salarial de 6,5% em 2012, retroativo a janeiro, para os policiais militares, “como prova de que está disposto a negociar as reivindicações econômicas da categoria”. Mas, à TV Globo, o presidente da Associação de Policiais, Bombeiros e de seus familiares (Aspra), o soldado Marco Prisco, reclamou da oferta:

– 6,5% não é proposta – disse Prisco, um dos 11 grevistas que estão com mandados de prisão expedidos pela Justiça.

Sobre uma possível anistia aos grevistas, Jaques Wagner afirmou este não é o caso na situação:

– Não tenho interesse em perseguir ninguém. Mas aqueles que cometeram crimes de vandalismo, e atacaram um ônibus escolar, por exemplo, serão punidos. São coisas diferentes: protestar é uma coisa, fazer vandalismo é outra – declarou ele, em entrevista à Rádio CBN.

O governador também foi perguntado se considera a greve é legítima:

– Cada um tem sua opinião, eu não sou obrigado a ter a mesma opinião do ex-presidente ou do meu partido.

( LEIA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O ASSUNTO NO GLOBO.COM)

Be Sociable, Share!

Comentários

rosane santana on 7 Fevereiro, 2012 at 19:39 #

Nesta província da Bahia tudo é possível. Faltou chamar mãe Stella (com todo respeito) e Edir Macedo.


rosane santana on 7 Fevereiro, 2012 at 20:02 #

Aproveito este espaço para registrar um fato que me chamou a atenção, durante esta greve. As falas do governador Jaques Wagner na TV, com erros de concordância verbal gritantes. Alguém precisa avisá-lo. E, naturalmente, não pode ser o secretário de Comunicação, Robison Almeida, que saiu pequeníssimo desse movimento. Sua entrevista nesta tarde, no programa do Bocão, foi um festival de tolices e despreparo. Aliás, quando o circo pegou fogo, nestes dias, profissionais de Comunicação foram chamados às pressas ao Palácio. O secretário pode ser um excelente militante petista, mas de comunicação nada entende, convenhamos.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2012
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    272829