jan
28

O Comandante Geral do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, Sergio Simões, informou no final da noite desta sexta-feira que houve uma recontagem em conjunto com a secretaria municipal de Assistência Social no número inicial de desaparecidos; agora são 22. Ainda segundo o Comandante, algumas famílias teriam procurado por pessoas que não estariam no local do desabamento dos três prédios no centro do Rio de Janeiro.

Segundo o sub-secretário da Defesa Civil do Rio, Marcos Motta, 27 famílias foram até a secretaria de Assistência Social a procura de parentes, no entanto, alguns não deixaram contato e não voltaram mais. Segundo Marcos Motta, a secretaria trabalha com 22 vítimas. Entre as vítimas 17 já foram encontradas, cinco seguem desaparecidas e outras seis pessoas ficaram feridas, após o desabamento.

O 15° corpo foi encontrado na noite de sexta, enquanto o 16° e o 17°( ambos masculinos) foram encontrados nas últimas horas. As identidades ainda não foram reveladas pelas autoridades.

“A operação entra numa fase de busca minuciosa, devemos considerar os detalhes. As buscas serão muito mais manual, sem as máquinas”, afirmou Sergio Simões. “Não encontramos a quantidade de corpos que procurávamos, portanto vamos voltar a revirar os escombros, os cães farejadores já estão aqui e vão começar a agir pela manhã. A maioria dos corpos estavam próximos das escadas, o que indica que tentaram se salvar”, completou.

Segundo o Comandante Sergio Simões, 2/3 dos escombros já foram retirados e a previsão é de que as buscas sigam até domingo.

Na manhã deste sábado, o prédio que fica ao lado dos escombros, na Av. Almirante Barroso, vai passar por uma vistoria. Segundo Marcos Motta, o prédio não corre risco de desabamento, no entanto será necessário um reparo nas estruturas e pilares de sustentação.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Janeiro 2012
    S T Q Q S S D
    « dez   fev »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031