ACM Neto com Mario Kertész: indecisão na hora das escolhas

================================================================


OPINIÃO POLÍTICA
Um parto difícil

Ivan de Carvalho

O radialista Mário Kertész, duas vezes prefeito de Salvador (uma por nomeação do governador com aprovação da Assembléia Legislativa, a segunda por eleição direta), deu nos últimos dois dias, por vários canais de comunicação, uma espécie de “adeus” à possibilidade de ser candidato a prefeito da capital nas eleições deste ano, pelo PMDB e liderando uma coligação formada principalmente pelo PMDB, ao qual está filiado, o Democratas e o PSDB.

Mário Kertész procurou não deixar dúvidas sobre a razão que o leva a adotar essa atitude: a persistência de um impasse, envolvendo os três principais partidos de oposição, quanto à ocasião em que a decisão sobre o nome do candidato a prefeito deve ser tomada e qual nome será este. Kertész assinala que muitas conversas já ocorreram, a cordialidade reina e os propósitos de união são reiterados, mas as decisões não acontecem.

Há, nesta fase (ou havia, se o “estou fora” de Kertész for mesmo irresistível, a respeito do que ainda restam alguma dúvidas ou, pelo menos, esperanças na oposição) uma divergência fundamental entre o ex-prefeito e o deputado ACM Neto, do DEM.
Neto não tem considerado a possibilidade de uma decisão sobre a chapa (prefeito e vice e acertos correlatos) acontecer antes do carnaval. Vem afirmando que a decisão sobre o nome do candidato a prefeito é coisa para depois do carnaval, até porque o público agora está voltado para a festa.

Mas esta não é uma decisão que será tomada pelo público, mas por alguns políticos, um círculo muito restrito de pessoas. A vez do público, do eleitorado, será durante a campanha eleitoral, quando candidatos, propostas e planos para a cidade e estilos de governo forem expostos e anunciados, e no dia da eleição, quando aos eleitores é dado o poder de escolher a sorte da cidade em que vivem para o quatriênio seguinte.

Kertész pensa exatamente o contrário. Não tenho procuração dele para dizer isto, mas é óbvio que já há bastante tempo que ele foi prefeito, enquanto Antonio Imbassahy, do PSDB, governou a cidade durante oito anos até o final de 2004 e ACM Neto está vivo na memória do eleitorado muito por conta da campanha para prefeito em 2008. Quem mais precisa de tempo de candidato para ocupar espaço na mente do eleitorado é Kertész.

Quem menos precisa de tempo de candidato é ACM Neto, que no momento lidera as pesquisas eleitorais para prefeito de Salvador. Além do que parece imerso no dilema shakespeariano do “ser ou não ser”, pois se for e perder agora, já tendo perdido, embora gloriosamente, em 2008, as duas derrotas consecutivas o colocariam em situação extremamente difícil para uma tentativa de conquistar o governo do Estado.

Por outro lado, ACM Neto quer vincular a coalizão eleitoral deste ano à que se imagina para as eleições de 2014 para governador, vice e uma cadeira de senador. Tipo (formulação do repórter): se Kertész, do PMDB, for agora o candidato a prefeito, em 2014, o candidato a governador sou eu com o compromisso do PMDB me apoiar (o que sepultaria uma aspiração do ex-ministro Geddel Vieira Lima). Bem, há ainda que considerar Imbassahy e o PSDB, mas provavelmente se encontrariam, nas chapas, espaços para resolver isso.

Em tempo: Kertész quer (ou queria) “bater o martelo” sobre o candidato, a chapa, o modo do futuro governo em caso de vitória para a prefeitura, de modo a ficarem liberadas as coisas para começar imediatamente o trabalho de integração da coalizão, de planejamento da campanha eleitoral e de um plano de governo que ele está convicto de que a oposição tem que ter e de que o governismo (leia-se principalmente o PT) não tem para Salvador.

Kertész continua batendo na mesma tecla: se a oposição se dividir, entregará a prefeitura ao PT, que “consolidará sua hegemonia agora e em 2014”, nas eleições estaduais.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Janeiro 2012
    S T Q Q S S D
    « dez   fev »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031