jan
19
Postado em 19-01-2012
Arquivado em (Artigos) por vitor em 19-01-2012 11:00


==============================================================

DEU NO PORTAL EUROPEU TSF

A gigante mundial Kodak, que tornou a fotografia num fenómeno de massas há mais de cem anos, apresentou esta quinta-feira (19) um pedido de falência voluntária perante um tribunal de Nova Iorque.

Com a declaração de falência, a Kodak pretende reforçar a liquidez nos Estados Unidos e exterior, rentabilizar a propriedade intelectual não estratégica e resolver a situação dos passivos, concentrando-se nos negócios mais competitivos.

Fundada em 1888 e com sede em Rochester (Nova Iorque), a Kodak tem dedicado a maior parte dos investimentos dos últimos anos à área digital e material de alta tecnologia, que geraram 75 por cento das suas receitas em 2011.

No documento divulgado na página de Internet da Kodak, o CEO, António Perez, refere que o conselho de administração da empresa decidiu por unanimidade que este «é o passo necessário e a decisão mais acertada a fazer para o futuro da Kodak», ao justificar o recurso ao artigo 11 da lei norte-americana das falências.

A Kodak vivia desde o início do ano sob a ameaça de expulsão de Wall Street, por parte do operador da Bolsa de Nova Iorque, o New York Stock Exchange, que tinha dado à empresa seis meses para recuperar a cotação das suas acções.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Janeiro 2012
    S T Q Q S S D
    « dez   fev »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031