DEU NA FOLHA DE S. PAULO

Por Leandro Colon

O líder do DEM no Senado, senador Demóstenes Torres (GO), afirmou neste domingo que pedirá para a Procuradoria-Geral da República investigar o ministro Fernando Bezerra (Integração Nacional).

O senador disse que vai entrar com uma representação na próxima terça-feira na procuradoria pedindo a abertura de um inquérito civil público contra o ministro.

Bezerra está envolvido em suspeitas de favorecimento ao seu Estado, Pernambuco, e também ao seu filho, o deputado Fernando Coelho (PSB-PE), no repasse de recursos da pasta, além de acusações de nepotismo.

“O ministro está descumprindo sua função. Faltou compostura a ele, que tem dado privilégio no repasse de recursos”, disse Demóstenes.

Segundo o líder do DEM, a representação abordará três assuntos: o favorecimento, por parte do ministro, no repasse de recursos de combate a enchentes para Pernambuco, o privilégio dado ao seu filho na liberação do maior volume de emendas parlamentares da pasta em 2011, conforme a Folha revelou na edição de sábado, e as acusações de que Bezerra teria ignorado o decreto antinepotismo ao manter o irmão, Clementino Coelho, presidente da Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba) durante quase um ano.

A iniciativa de Demóstenes, por enquanto, é um gesto isolado dentro da oposição.

Conforme mostrou reportagem da Folha deste domingo, diversos dirigentes oposicionistas têm agido de forma protocolar. Por trás dessa cautela inicial está o desejo de alimentar as tradicionais divergências entre PT e PSB.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Janeiro 2012
    S T Q Q S S D
    « dez   fev »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031