dez
02
Posted on 02-12-2011
Filed Under (Artigos) by vitor on 02-12-2011


=================================================
Pelicano, hoje no Bom Dia (SP)

dez
02
Posted on 02-12-2011
Filed Under (Artigos) by vitor on 02-12-2011


=================================
OPINIÃO POLÍTICA

Lupi, o mago

Ivan de Carvalho

Na quarta-feira, por unanimidade, a Comissão de Ética Pública da Presidência da República recomendou à presidente Dilma Rousseff exonerar do cargo o ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, presidente licenciado do PDT, que, aliás, tem uns poucos congressistas que julgam adequada à situação uma demissão do ministro, voluntária ou expulsória.

Foi o bastante para o presidente da Força Sindical, o deputado pedetista Paulo Pereira da Silva, o “Paulinho da Força”, afirmar que a vetusta Comissão de Ética é integrada por “gagás e velhinhos que perseguem Lupi”.

Mas por qual razão a comissão faria essa opção, se há tanta coisa igualmente ruim para perseguir por aí? Parece-me que o Paulinho da Força está com preconceito contra a Comissão de Ética.

Ou é coisa muita mais séria. Afinal, o PT está com uma fome incrível para abocanhar o Ministério do Trabalho, caminho mais curto para alcançar e consolidar total hegemonia sobre o setor sindical e assumir o domínio completo do imposto sindical que é cobrado de todos os brasileiros com emprego formal.

Daí, aliás, que a presidente Dilma Rousseff vem adiando o quanto pode a faxina no Ministério do Trabalho. Para deixar a coisa para janeiro, quando pretende, segundo anuncia o governo, fazer uma reforma ministerial, no bojo da qual vários cargos de ministro seriam afetados. Aí, Lupi sairia e o PDT receberia a oferta de outro ministério, entregando-se o do Trabalho, com sua poderosa influência no setor sindical, ao PT. Ontem até afirmava-se que, se a presidente for obrigada a demitir Lupi imediatamente, o substituto não será definitivo (caso em que seria difícil, sem grave problema, tirar, bandeirosamente, o ministério do PDT), mas um interino. E na reforma de janeiro (que até já se diz que pode ficar para fevereiro), a perfídia política contra o PDT seria completada.

Mas, voltando à Comissão de Ética da Presidência, a presidente, ao receber a comunicação da recomendação unânime, mandou ao presidente do órgão, o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Sepúlveda Pertence, ofício para explicar as razões da recomendação para exoneração de Lupi, de modo a que sejam analisadas. Ora, bastaria ler (já deve ter lido e analisado) o que está na imprensa.

Mas, bem, o jurista Sepúlveda Pertence não irá remeter a presidente da República à mídia, amiúde qualificada de golpista. Mas ele poderia perguntar em quais razões da recomendação a presidente da República está interessada:

1. Inexplicabilidade: falta de explicações para a série de convênios irregulares firmados pelo ministério com pessoas do seu partido.

2. Fantasmagoria: o fato de Lupi haver, de 2000 a 2006, ocupado cargo comissionado (o de melhor remuneração no gabinete) e recebido vencimentos na Câmara dos Deputados sem aparecer, quando este cargo exige a presença do ocupante, vedada, portanto a condição de funcionário-fantasma, segundo as regras da Câmara. O procurador geral da República, Fernando Gurgel, falando “em tese” – pois alegou que ainda não havia examinado o caso concreto – disse tratar-se de crime, mais precisamente, estelionato.

3. Bilocação: Enquanto exercia o cargo em gabinete do PDT na Câmara, Lupi exercia outro cargo na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro. Santo Antonio da Pádua e Frei Galvão, entre outros, demonstraram ser capazes de praticar a bilocação, mas no caso de Lupi há fortes indícios de que tratava-se apenas de enganação – e acumulação proibida de cargos públicos mesmo.

dez
01
Posted on 01-12-2011
Filed Under (Artigos) by vitor on 01-12-2011

http://youtu.be/rF-m0s0qT-Y
====================================
DVD
Pra Se Ter Alegria

A sugestão e garimpo são de Maria Olívia

BOA NOITE!!!

Deu no iG Bahia (Ultimo Segundo)

Funcionários de condomínios de alto padrão de Salvador foram presos nesta quinta-feira (1) sob suspeita de integrar quadrilha que usava dados dos moradores para praticar fraudes. Segundo a Polícia Civil da Bahia, os servidores – quatro porteiros e um motorista – obtinham informações pessoais dos condôminos para solicitar segunda via de cartões e abrir contas bancárias.

O delegado Charles Leão, titular da Delegacia de Repressão ao Estelionato, estima que o golpe tenha gerado prejuízo superior a R$ 500 mil. A operação prendeu 11 pessoas – entre elas os funcionários dos condomínios – e cumpriu 14 mandados de busca e apreensão. Um carteiro, cuja identidade é mantida em sigilo, é suspeito de integrar a suposta quadrilha.

Os condomínios que foram alvos dos golpes ficam em regiões como Armação, Horto Florestal e avenida Paralela, áreas nobres da capital baiana. Com fácil acesso a correspondências dos moradores, os porteiros e o motorista repassavam as informações para outros integrantes do grupo, segundo a polícia. Passando-se por titulares das contas, ligavam para centrais de atendimento e pediam serviços como segunda via de cartões, aumento de limite de crédito e extensão de crédito para supostos dependentes.

As instituições então encaminhavam os novos cartões, que eram retidos nas portarias e usados pelo grupo. “Tudo acontecia sem que o morador tivesse feito qualquer solicitação, nem conhecimento sobre a chegada de alguma correspondência em seu nome”, afirmou o delegado, em nota.A operação também apreendeu com os suspeitos uma pistola 9 mm e um carregador de 15 munições, três veículos, sete computadores, 15 celulares, 13 cartões de crédito e de débito e R$ 3.354 em dinheiro. Um dos suspeitos mantém oito carros registrados em seu nome – a polícia investiga se os veículos são provenientes de fraude.

A polícia baiana recomendou cautela aos administradores de condomínios na contratação de funcionários, na forma de checagem de referências e antecedentes criminais dos candidatos. O caso começou a ser investigado há um mês, após denúncia de um morador.

http://youtu.be/BuKkDEaz7TA
O apresentador e a fala da polêmica
=================================

DEU NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS (LISBOA)

O apresentador britânico de televisão Jeremy Clarkson, famoso pelo programa da BBC sobre automóveis “Top Gear”, viu-se hoje obrigado a pedir desculpas por ter afirmado que os funcionários públicos que fizeram greve esta semana “deviam ser abatidos”

“Eles deviam ser abatidos. Deviam ser levados para a rua e ser executados à frente das famílias. Como é que eles se atrevem a fazer greve quando têm pensões asseguradas enquanto o resto de nós tem de trabalhar para viver?!”, disse Carkson na televisão.

O comentário, dito no programa da BBC “The One Show”, gerou uma onda de protestos tal que tanto o apresentador como a estação pública de televisão tentam hoje minimizar a polêmica, com um pedido formal de desculpas.

“Se a BBC e eu ofendemos alguém, tenho todo o gosto em pedir desculpas”, disse Clarkson.

dez
01
Posted on 01-12-2011
Filed Under (Artigos) by vitor on 01-12-2011


================================

O poeta chileno Nicanor Parra foi hoje anunciado como vencedor da edição 2011 do prémio Cervantes, a honraria mais importante das letras em língua espanhola, atribuído pelo Ministério da Cultura espanhol e com um valor de 15 mil euros.

Nicanor Parra, 97 anos, e cuja obra não está publicada em Portugal ( e é praticamente desconhecida no Brasil), era um dos favoritos para a edição deste ano.Ao lado da cantora Violeta Parra (já falecida) Nicanor é um dos membros mais famosos e o mais longevo do Clan Parra , uma familia chilena, cujos muitos integrantes se destacaram no cultivo da música e da literatura, dentre outras artes no Chile.

Nomeado várias vezes para o Prémio Nobel da Paz, Parra – que é formado em física e matemática – é um poeta com muita popularidade nos países de fala espanhola na América Latina.

Descreve-se a si próprio como um «anti-poeta» e tornou-se conhecido por terminar todos os seus recitais com a frase «Retrato-me de tudo o que disse».

A sua primeira coleção, Poemas e Antipoemas (1954) é considerado já um clássico da literatura latina americana e uma das mas influentes coleções de poesia em língua espanhola de todo o século 20.

Criado em 1975 pelo ministério espanhol da Cultura, o prémio tem o valor de 125 mil euros e distingue anualmente um escritor que, com o conjunto da sua obra, tenha contribuído para enriquecer o legado literário hispânico.

(Postado por Vitor Hugo Soares, com informações do portal português TSF, do Wilkipedia e agencias internacionais de notícia)


===================================
BOA TARDE!!!


A presença de Evita no Peron Peron…
===================================

…e da moderna Florencia Kirchner também
======================================================

Do repórter Claudio Leal, da revista digital Terra Magazine, O editor do Bahia em Pauta recebeu o seguinte e-mail, postado em São Paulo:

“Vitor,

Carol, a nossa correspondente em Buenos Aires, fez uma crônica deliciosa da presença da filha de Cristina no bar Perón Perón. Thais (Bilenky, da Folha, ex-TM e grande amiga do BP) estava com Carol.
Dê uma lida na crônica, pois é a sua cara.
Abraços,

Claudio.

O texto de Carol vai na íntegra para os leitores do BP, com agradecimentos a Claudio, Carol e Thais. Confiram,

(Vitor Hugo Soares)

==================================================

Carol Pires

De Buenos Aires

Para entender a Argentina é imperativo conhecer Borges e o peronismo. Conhecer, mas não necessariamente entender, porque apesar de toda a erudição do maior escritor argentino, o peronismo é bem mais difícil de compreender. Um movimento político que agrega direita e esquerda, é Menem mas também é Kirchner? Borges, um não-peronista, dizia: “Os peronistas não são bons, nem ruins, são incorrigíveis”.
Na busca por boas picadas e uma explicação do peronismo chega-se a Palermo Hollywood, no bar Perón Perón.
Já tarde da noite, quando todos se embriagaram com vinho peronista, cerveja peronista e sanduíche peronista, assistiram ao documentário peronista, e aqueles caras da mesa ao lado começam a cantar pela enésima vez a marcha peronista (¡Perón, Perón, qué grande sos!) alguém comenta: ok, já está com clima de festa da juventude nazista, talvez seja hora de ir.
É uma overdose de peronismo, mas ir ao Perón Perón é parada obrigatória para quem gosta de história e política argentina. De quebra, encontrar Florencia Kirchner, a filha mais nova da presidente Cristina Kirchner, foi o que bastou para a quinta-feira passada (24) ser uma das últimas e a mais peronistas das noites argentinas, que, para mim, vão chegando ao fim.
O Perón Perón é todo decorado com motivos peronistas. Algumas mesas têm máquinas de costura, como as que o governo peronista distribuía nos anos 1940, um altar para Evita com velas e flores, e muitas fotos dos dois mais poderosos casais peronistas, Perón e Evita, e Néstor e Cristina. O cardápio, o nome dos lanches, e até o vinho é peronista lá.
O vinho se chama El Justicialista, como o partido criado pelo general Juan Domingo Perón. Sob o lema “nacional e popular”, é vendido a 45 pesos, algo como 20 reais. Com a chegada do verão, foi lançada também a cerveja peronista, que tem quatro sabores, passando pela pilsen “Evita” à scotch “Doble K”.
O bar é frequentado por políticos e artistas alinhados ao governo. Eram por volta das 22h quando chegou Florencia Kirchner, caminhando, sozinha, de roupa branca e mocassins de oncinha.
Florencia estudava cinema em Nova York quando o pai morreu e ela voltou para Buenos Aires. Agora ela está envolvida em dois projetos, em um documentário sobre o pai Néstor Kirchner, morto em outubro de 2010, dirigido pelo uruguaio Adrián Caetano e em um média-metragem chamado Entre escenas, escrito e dirigido por ela.
Os amigos que estavam com ela eram do Instituto Nacional de Cinema, contou um dos garçons depois. Ela foi muito discreta a noite toda, conversou com as poucas pessoas que a abordaram, e ao final saiu caminhando sozinha, sem equipe de segurança à vista. Não podia ser um estilo mais diferente da mãe, que vive de vestidos plissados e saltos altíssimos em luto, faz discursos emocionados e intermináveis. Serem tão diferentes, mãe e filha, não podia ser mais peronista.

Carol Pires

Amy Winehouse – The girl from Ipanema from Fan Fatal on Vimeo.

=====================================================
A sugestão do clip inédito de Amy que vazou na Internet e faz sucesso no mundo inteiro é dá publicitária Laura Tonhá e da jornalista Maria Olivia Soares, duas madrinhas desta
Bahia em Pauta.

OBRIGADO A ELAS E BOM DIA A TODOS!!!

(Vitor Hugo Soares)


Bancada do JN: sai Fátima entra Poeta

=========================================================
DEU NO G1

Acostumado a dar notícias, o Jornal Nacional, o telejornal de maior audiência da TV brasileira, está sendo notícia nesta quinta-feira (1), quando a TV Globo anuncia uma mudança importante em sua bancada. Após quase 14 anos, Fátima Bernardes deixará o JN para, segundo suas próprias palavras, realizar um novo sonho: fazer um programa que já tem seu formato definido e que entrará na grade da TV Globo em 2012. Sua substituta no telejornal será Patrícia Poeta, que está no Fantástico há quase cinco anos. No lugar de Patrícia, assumirá a jornalista Renata Ceribelli, que já apresenta ocasionalmente o Fantástico.

Segundo o diretor geral de Jornalismo e Esporte da Rede Globo, Carlos Henrique Schroder, Fátima vinha há algum tempo propondo um novo programa e, em abril deste ano, ao apresentar uma proposta formal, a ideia era tão consistente que foi aprovada de imediato pelo diretor-geral da Rede Globo, Octávio Florisbal. Schroder disse que a mudança, motivada pelo projeto de Fátima, mostra a evolução de três profissionais de talento da TV Globo. “Este é um processo normal de evolução e renovação do jornalismo da Globo. As três construíram carreiras sólidas aqui na TV e chegaram aonde chegaram por mérito. Com certeza, terão grande sucesso em suas novas funções. A proposta de Fátima realmente é excelente e ela conta com uma sucessora como Patricia Poeta, uma jornalista cujo talento é reconhecido pelos brasileiros. Ao mesmo tempo, Renata Ceribelli já é tão integrada ao Fantástico que a sua escolha é mais do que natural. Com esses ingredientes, tomar a decisão de mudar não foi difícil”, afirmou o diretor.

O futuro

O novo programa de Fátima Bernardes está sendo mantido sob sigilo. Para a jornalista, é a realização de um sonho. “O que eu posso adiantar é que eu continuarei com funções jornalísticas. Esse programa não é parecido com nenhum outro que está no ar. É um sonho antigo que eu vinha amadurecendo. Este ano, em abril, entreguei um resumo do que eu queria fazer e fiquei muito feliz quando soube que o projeto agradou. Já estamos trabalhando com um núcleo bem pequeno, mas já a partir da próxima semana a implementação desse programa será acelerada. Agora, por questões estratégicas, ainda não posso contar nada sobre a estrutura, cenário, locação, horário ou dia da semana”, conta Fátima.

Leia mais sobre o assunto no G1

http://g1.globo.com

Pages: 1 2 ... 16 17 18 19 20 21 22 23

  • Arquivos

  • dezembro 2011
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031