dez
23
Posted on 23-12-2011
Filed Under (Newsletter) by vitor on 23-12-2011

DEU NO SITE CÂMARA EM PAUTA

Se algum deputado se arrepender de ser signatário do requerimento da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Privataria, não pode mais retirar o apoio, pois o deputado Protógenes Queiroz (PCdoB-SP) já protocolou o pedido e o regimento interno na Câmara dos Deputados impede que signatário de proposta de CPI volte atrás depois de pedido protocolado. Novas assinaturas também não poderão ser incluídas ao processo. A informação veio nesta quinta (22), da Secretaria Geral da Mesa Diretora.

Das 197 assinaturas apresentadas, 185 foram validadas, sete consideradas inválidas e cinco estavam repetidas. A adesão mínima, que é de 171 nomes, foi atingida. Para que a CPI seja efetivamente instalada, a Secretaria irrá examinar o pedido. De acordo com Marco Maia (PT-RS), presidente da Câmara, a análise de conteúdo só será iniciada a partir de fevereiro de 2012, na volta do recesso. Marco afirmou ainda que não irá pedir prioridade ao parecer, já que o adiamento não traria prejuízos ao país, caso nada tenha sido decidido em 2011.

Aliás, a decisão sobre a criação de fato da CPI está totalmente nas mãos de Marco Maia e do PT. Apear de 67, dos 86 deputados petistas terem assinarado a CPI, vale lembrar também que o presidente petista, Rui Falcão, está processando Amaury, por revelações sobre uma disputa de poder dentro do PT na campanha de Dilma Rousseff em 2010. Maia afirmou que, se o pedido cumprir todas as exigências regimentais, a CPI será criada no próximo ano, juntamente com as comissões parlamentares de inquérito sobre o tráfico de pessoas e sobre o trabalho escravo.

O deputado disse ainda que espera que a Comissão sobre as privatizações não se transforme em brigas políticas entre governistas e oposição. “É uma CPI explosiva, que tem contornos muito claros de debate político, mas tenho visto também nas declarações dadas pelo Delegado Protógenes que, na verdade, ela tem o intuito de esclarecer os fatos, de dar, inclusive, a oportunidade do contraditório aos acusados pelo autor do livro”.

==============================================

“Um Feliz Natal bem brasileiro”

A música para começar a sexta-feira nesta ante-véspera de Natal é uma sugestão garimpada para o Bahia em Pauta pela grande amiga e colaboradora deste site blog, Maria das Graças Tonhá, a querida Gracinha de todos nós do BP.

BOM DIA!!!

( Vitor Hugo Soares )

dez
23
Posted on 23-12-2011
Filed Under (Charges) by vitor on 23-12-2011


===============================================================
Paixão, hoje, na Gazeta do Povo (PR)


======================================================

OPINIÃO POLÍTICA

Análise preliminar

Ivan de Carvalho

Em uma análise “pelo menos preliminar” do quadro político baiano, um político peemedebista que não pretende ser candidato a mandato algum em 2012 nem em 2014, faz a previsão de que a primeira dessas eleições será decidida em Salvador com um segundo turno disputado entre o pemedebista Mário Kertész, representando as oposições ao governo estadual e o deputado Nelson Pelegrino, representando o PT e os partidos que estão e se mantiverem na base política do governo Jaques Wagner.

Que o petista Pelegrino vai disputar as eleições para a sucessão do prefeito João Henrique, hoje no PP, todo mundo já sabe. E que ele tem muito amplas possibilidades de classificar-se para o praticamente certo segundo turno é inegável, sempre com a ressalva de que cálculos políticos, por mais seguros que pareçam, não gozam de isenção de falhas.

De repente, diriam os adversários de futuros imutáveis, a candidata comunista Alice Portugal, do PC do B, quem sabe até ajudada pela comoção provocada no mundo pelo choreio das choreanas ante o impensável passamento de Kim Jong-il, a “Mais Alta Encarnação do Amor Revolucionário Companheiro”, ganha impulso e se classifica na vaga reservada à “base aliada” no segundo turno? Nesse caso, Pelegrino sobraria.

Mas essa teoria pode ser ilusória, pois a “Mais Alta Encarnação do Amor Revolucionário Companheiro” tem a palavra “companheiro” e esta é quase um monopólio do PT, algo contabilizado no patrimônio imaterial do partido. De modo que a “Mais Alta Encarnação do Amor Revolucionário Companheiro” poderia ser capitalizada, agora que desencarnou e não pode reclamar, pelo petista Pelegrino, caso o apraza (pessoalmente, não acredito muito que o companheiro baiano reivindique de herança a aura política do companheiro choreano).

Também os cálculos de futuro político sem isenção de falhas podem admitir, não só Alice, como outros, a exemplo do deputado e secretário municipal de Governo João Leão, que se proclamou candidato pelo PP em entrevista exclusiva concedida esta semana à Tribuna da Bahia. Com o óbvio apoio, embora não declarado por não haver chegado a hora, do prefeito João Henrique.

Mas, e Mário Kertész, radialista e ex-prefeito por seis anos ou pouco mais? Porque ele, ao invés dos deputados ACM Neto, do DEM, no momento o primeiro colocado nas pesquisas eleitorais, ou Antonio Imbassahy, o segundo colocado, competente ex-prefeito por oito anos?

Bem, como já insisti neste espaço, para a oposição ir unida às urnas, ajustes abrangendo as eleições de 2012 e 2014 terão de ser feitos, como declara ACM Neto, com o silêncio de Imbassahy e a expressa discordância de Geddel Vieira Lima, sob a alegação de que são dois momentos e cenários diferentes, cada um com suas próprias circunstâncias. Isso, aliás, é óbvio, tanto que não se chegará a ajuste algum se o que se buscar não forem ajustes ajustáveis às circunstâncias de 2014.

Volto àquele peemedebista que só é candidato a fazer uma previsão “pelo menos preliminar”. Ele observa que ACM Neto “vive um bom momento em Brasília, onde está sendo a voz da oposição na Câmara federal”. Esta circunstância lhe tem, inclusive, proporcionado presença constante na mídia nacional. Se for candidato a prefeito perde isto e se eventualmente perder a eleição, será a segunda derrota consecutiva para mandato majoritário (prefeito), o que pode prejudicar seus planos para 2014.

Mário Kertész? “É um profissional. Profissional na política, como na administração. Saberá conversar com todos os setores da sociedade. E a idade (67 anos) ajuda. Por causa dela, não assusta ninguém que tenha importantes pretensões futuras”. Isso elimina um dos focos principais de resistência a aspirantes a candidato. E se Kertész for candidato de uma coalizão das oposições, deverá estar no segundo turno, raciocina o analista do partido dele.

E como fica Imbassahy? Ah, bem, aí interromperam a conversa. Ele fica para outra vez


João: contas incorretas outra vez
=====================================================

DEU NO CORREIO

Da Redação

Com o placar de 7X0, o Tribunal de Contas dos Municípios rejeitou por unanimidade, na sessão desta quinta-feira (22), as contas da Prefeitura de Salvador, na gestão de João Henrique de Barradas Carneiro, relativas ao exercício de 2010.

O presidente Paulo Maracajá Pereira embora não fosse obrigado, fez questão de votar, acompanhando os outros seis conselheiros. O relator do parecer, conselheiro Raimundo Moreira, solicitou o envio de representação ao Ministério Público Estadual contra o prefeito, e imputou multa máxima no valor de R$ 33.823,00.

Também foi determinado o ressarcimento aos cofres municipais do montante de R$ 549.480,30, relativo a despesas com publicidade desacompanhadas de provas que possibilitassem a análise do conteúdo da mensagem, salvo se, no prazo de 30 dias da data desta decisão, o gestor apresentar ao tribunal os elementos sonegados.

Os valores da multa, bem como do ressarcimento imputado, se for o caso,
deverão ser recolhidos com recursos próprios do responsável. Ainda cabe recurso da decisão.

  • Arquivos

  • dezembro 2011
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031