=============================================================
Um dos mais belos fados portugueses na voz de uma das melhores intérprete brasileiras.

A canção está gravada no CD ”FAFÁ DE BELÉM-MEU FADO”,1992

BOA NOITE!!!

(VHS)


Situações próximas da escravatura foram detectadas em empresas
subcontratadas pela Zara (Marcelo del Pozo/Reuters/PÚBLICO)

=============================================================

Após denúncias sobre as “precárias condições de trabalho” nas empresas que subcontratou no Brasil, a Zara chegou a acordo ontem (19) com o Governo brasileiro e irá investir 1,4 milhões de euros em ações sociais.

O Ministério do Trabalho brasileiro chegou a pedir uma indenização de 8,2 milhões de euros, mas esse montante foi rejeitado pela multinacional espanhola da área do vestuário. Agora a Zara chegou a acordo e irá investir em ações sociais, após várias denúncias relativas a empresas fornecedoras que davam aos seus trabalhadores “condições próximas da escravatura”.

O acordo foi estabelecido nesta segunda-feira e assinado em São Paulo entre a Zara e o Ministério Público do Trabalho brasileiro. Para além do pagamento de 1,4 milhões de dólares, a empresa comprometeu-se a eliminar as “precárias condições de trabalho” nas empresas subcontratadas. Será ainda criado um fundo de emergência para resolver outras situações de precariedade que venham a ser descobertas.

No final do Verão foram instauradas 52 acusações contra a Zara, depois de ter sido descoberto que uma das empresas subcontratadas no Brasil, a AHA, que emprega sobretudo imigrantes vindos da Bolívia e do Peru, submetia os funcionários a condições próximas da escravatura, incluindo condições de trabalho consideradas desumanas, pagamentos muito baixos e horas excessivas de trabalho.

O acordo alcançado está a ser considerado por vários analistas brasileiros como uma admissão de culpa por parte da Zara, sublinhou o El País. A empresa negou inicialmente qualquer responsabilidade nos casos de precariedade detectados e alegou que ignorava a situação que ocorria em empresas subcontratadas pelo grupo.

O acordo agora alcançado permitirá “incentivar a promoção dos direitos humanos”, considerou a procuradoria do Trabalho brasileira em comunicado. Os programas sociais que a Zara irá financiar serão agora geridos por organizações não governamentais como o Centro Pastoral do Emigrante, ligado à Igreja Católica, o Centro de Apoio ao Imigrante e a Associação Nacional de Estrangeiros no Brasil.

(Com informações do jornal português Público e do El País, da Espanha)

dez
20
Posted on 20-12-2011
Filed Under (Artigos) by Margarida on 20-12-2011


Luislinda:marco e conquista no TJB
=================================================
A juíza baiana Luislinda Dias de Valois Santos tomou posse esta terça-feira no Tribunal de Justiça da Bahia. Ela foi promovida a desembargadora titular do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) durante sessão plenária extraordinária ocorrida ontem (19). Na ocasião, outros cinco desembargadores também foram nomeados, sendo três pelo critério de merecimento e outros três pelo critério de antiguidade.

Luislinda Valois é considerada a primeira juíza negra do Brasil e tentava a promoção desde 2003, mas o caso nunca foi votado pelo Tribunal. No dia 6 de dezembro deste ano, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) determinou por unânimidade que o TJ-BA julgasse o caso de Valois. “Agora é hora de deixar o passado para trás e comemorar”, diz.

Reconhecida por lutar pelas causas contra o preconceito racial, Luislinda Valois hoje atua como magistrada substituta do Tribunal de Justiça da Bahia. “Eu costumo dizer que sou a primeira juíza negra, rastafari, cabelo vermelho do Brasil”, brinca a desembargadora.

A cerimônia de posse foi realizada hoje (20), na sede do Tribunal de Justiça, no Centro Administrativo da Bahia, no bairro de Sussuarana, em Salvador.

(Informsções : G1 Bahia )


======================================
Texto declamado de Clarice Lispector, música de Capinan e Jards Macalé. do show Rosa dos Ventos de Maria Bethânia.

Feliz terça-feira da semana do Natal para todos.

BOA TARDE!!!

(vhs)


===========================================================

ARTIGO

BARCOS, SAVEIROS E CANOAS*

Luis Henrique Dias Tavares

Barcos, saveiros e canoas fizeram o porto da cidade de Nazaré das Farinhas, dos anos finais do século XIX e nos 20, 30, 40 até os finais dos 50 do século XX. Eu os conheci em boa parte de minha infância e juventude.

Os barcos eram embarcações enormes, grandes velas panejando nos mastros e vasto interior reservado para cargas de café, açúcar e farinha destinadas às casas comerciais da Cidade do Salvador, nos exemplos de Manoel Joaquim de Carvalho, Magalhães e Cia. e Colavolpe, donos de armazéns ao longo do cais.

Os barcos eram comandados por Mestres de poucas falas e por embarcadiços que movimentavam os barcos na entrada e saída do porto de Nazaré com varas que dobravam sob o esforço de seus braços na entrada e saída daquele trecho do Rio Jaguaripe. Eram recolhidas na altura da Barra do Paraguaçu, quando as águas dos rios eram sacudidas pelo avanço do mar.

Os saveiros não tinham as dimensões dos barcos. Eram menores. Todavia serviam para a diversidade das mercadorias, a exemplo dos porrões e moringas fabricados em Aratuípe e dos sacos de farinha, laranjas, mangas e cestos de cajus. Por vezes levavam passageiros. Ficavam mal acomodados, ainda assim viajavam, o que é possível se entender por causa do preço das passagens “custavam tostões ” e porque eram mais rápidos que os navios da Cia. de Navegação Bahiana, lentos e enjoativos no decurso de 12 horas de Salvador a Nazaré, somando-se mais o perigo de encalhar ao saírem de Itaparica.

Os barcos e os saveiros levavam passageiros de Salvador para Nazaré. Deviam viajar agachados nos porões. Alguns audaciosos subiam para as muralhas dos barcos e dos saveiros. Os marujos gritavam: Desçam, Desçam! Quase todos obedeciam, mas existiram casos de rapazes e moças que insistiam. Daí os acidentes. Sei o caso de uma jovem que insistiu e levou pancada do mastro. Foi jogada no mar e desapareceu.

As canoas eram compridas e podiam usar mastro e velas. Não recordo essas canoas navegando de Salvador para Nazaré ou de Nazaré para Salvador. Contudo sei das canoas compridas que navegavam de Maragogipinho para Nazaré carregadas de louças, em destaque na Semana Santa quando traziam caxixis para as noites de singular beleza, caxixis iluminados por luzes trêmulas de fifós. Ah, as feiras de caxixis de minha infância!
Volto aos barcos para destacar os Pires I, Pires II e Pires III. Grandes e belos. Por isso escolhi o Pires II para comemorar o meu noivado com Laurita, setembro de 1950. Minha cunhada Rachel o documentou com a foto que ilustra este texto.
Salvador, agosto de 2010

* Este texto foi escrito pelo escritor Luis Henrique Dias Tavares, em 16 de agosto de 2010, para ser um dos prefácios do livro Baía de Todos-os-Saveiros, do fotógrafo Nilton Silva. O texto seria acompanhado da foto acima, feita no início da década de 1950, em Nazaré, pela então acadêmica de Medicina Rachel Serra Pontes, irmã de Laurita, esposa do autor da História da Bahia.

Luiz Henrique Dias Tavares é escritor e historiador baiano


Borega:arranjador do Matita Perê

=========================================================

DICA CULTURAL DA JORNALISTA MARIA OLÍVIA SOARES PARA O BAHIA EM PAUTA

Olha aí amantes da MPB produzida na Bahia

O Matita Perê, grupo musical encabeçado por Borega e o parceiro Luciano Aguiar, há quase 3 anos não se apresenta com banda. Esse ‘jejum artístico’ será interrompido nesta terça-feira (20), às 20 horas, no Teatro Sesi do Rio Vermelho.

Para o show desta noite, os artistas vão contar com o auxílio luxuoso destes talentos: André Becker (flauta e sax), Alexandre Montenegro (baixo) e Márcio Dhiniz (bateria).

Das Minas Gerais vem um convidado especial, o pianista e arrajador Omar Fontes Jr. A produção executiva do Matita Perê está sob o comando do músico Rafael Galeffi (Grupo Pirombeira). Simplesmente imperdível, essa turma sabe o que é música.

Maria Olívia


Eliana:”decisão que seria do colegiado foi antecipada”
========================================================

DEU NO BLOG BAHIA TODA HORA

Investigações contra juízes iniciadas no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) estão suspensas. A decisão, ainda em caráter liminar, foi tomada ontem (19), pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello.

A ministra corregedora do CNJ, Eliana Calmon, iniciou ontem mesmo a sua análise sobre a decisão que esvazia o trabalho do Conselho: “Foi uma surpresa para todo mundo. É uma decisão que seria do colegiado e foi antecipada. Estou lendo e avaliando”, disse.

A ministra destacou que a decisão é “provisória” e pode ser revertida pelo plenário do Supremo. “Liminar é sempre uma decisão provisória. Vamos aguardar”.

Indagada sobre a chance de que o colegiado venha a reverter a decisão de Marco Aurélio, a ministra assinalou: “Não tenho perspectiva. O Supremo é sempre imprevisível, como foi imprevisível essa liminar.”

A decisão – Com a medida liminar definida nesta segunda (19), o CNJ só poderá apurar processos administrativos anteriormente abertos pelas corregedorias regionais, perdendo com isso, o poder de originar denúncias.

Contrária à função apenas subsidiária do CNJ, a corregedora Eliana Calmon tem sido alvo de críticas entre os magistrados, inclusive na própria casa onde atua. Recentemente, ela entrou em atrito com o presidente do conselho, ministro Cezar Peluso, por entender que o órgão deveria originar ações investigativas contra o que chamou de “bandidos de toga”.

Peluso irritou-se e acusou Eliana Calmon de generalizar o assunto, desautorizando a ministra. Calmon, por sua vez, não se intimidou e manteve a afirmação.

Outra polêmica da ministra com os colegas foi a proposta de limitar a participação de magistrados em eventos privados, assim como da aceitação, por parte dos juízes, de viagens e hospedagens patrocinadas por empresas particulares.

A medida de Marco Aurélio Mello foi tomada depois de questionamento, no mês de setembro, da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) a resolução editada em julho pelo CNJ, que concedia ao conselho o poder de iniciar investigações contra magistrados.

Mello esclarece, no entanto, que a decisão não cancela o poder do CNJ de chamar para si a responsabilidade de julgar casos que não andam. “Pode continuar determinando a subida de processos, desde que haja um motivo aceitável, e não pela capa do processo. O que não pode, em última análise, é atropelar o trabalho das corregedorias locais”, explicou o ministro.

Por decisão do presidente do STF, a medida só será levada para discussão no plenário em fevereiro, já que a medida foi tomada na última sessão do ano, nesta segunda. Até lá, as funções da corregedoria do CNJ estarão suspensas, e as ações originadas na casa que não tenham sido avaliadas pelas corregedorias dos tribunais onde os investigados atuam ficarão prejudicadas.

Além dessa medida, o presidente do STF suspendeu dez outras normas contidas na decisão do CNJ. Entre elas, uma que propunha uma lei mais eficaz para punição de juízes acusados de abuso de autoridade, e outra, que concedia direito de voto ao presidente e ao corregedor do conselho.

O ministro justificou a necessidade de urgência da sua decisão individual lembrando que o caso foi pautado no dia 5 de setembro e se manteve pronto para julgamento em 13 sessões, sem ser chamado.

dez
20
Posted on 20-12-2011
Filed Under (Artigos) by vitor on 20-12-2011


===============================================================
Amarildo, hoje, na Gazeta On Line (ES)


Chamas se elevam em incêndio de deposito da Santana na Paralela
Foto:Jamile Sena/Facebook
==============================================================

DEU NA REVISTA DIGITAL BAHIA ACONTECE

Raira Oliveira

Por volta da meia noite desta terça-feira, 20, um incêndio tomou conta do depósito da Farmácia Santana na Av. Paralela. Ainda não se tem informações da causa do incêndio, nem de vítimas.

Moradores próximos do local se assustaram com o barulho das explosões e com a fumaça que já toma conta de toda região. Ainda segundo alguns moradores, a energia elétrica da região do incêndio foi cortada.

Bombeiros já estão no local tentando conter as chamas que podem ser vistas de longe.

http://youtu.be/BJIX90uXZO0
================================================
” Bossa Eterna “, de Raul de Souza, escala ele, um Messi do trombone, com João Donato, ao piano,…

BOA NOITE!!!

(Gilson Nogueira)

Pages: 1 2

  • Arquivos

  • dezembro 2011
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031