Otto:consagração e polêmica ALB
==============================

Os jornalistas que cobrem a Assembleia Legislativa da Bahia escolheram ontem os destaques parlamentares deste ano. Foram escolhidos os deputados Marcelo Nilo (PDT), presidente da Casa, com 20 votos, Bruno Reis (PRP), com 13 votos e empatados Luiza Maia (PT), Reinaldo Braga (PR) e Zé Raimundo (PT), com 12 votos cada.

Na mesma tarde, foram escolhidos pelos deputados o secretário e vice-governador Otto Alencar (PSD) e o diretor do Derba, Saulo Pontes, como destaques do Poder Executivo. Esse novo prêmio foi instituído este ano, fruto de um projeto de resolução do deputado Angelo Coronel (PSD), que amplia a premiação que é dada, anualmente, a jornalistas e deputados, para secretários e dirigentes estaduais.

Essa nova eleição causou muita polêmica entre os deputados. O presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo (PDT), tinha decidido anunciar apenas os mais votados. O deputado Paulo Rangel (PT) não concordou e pediu uma questão de ordem para que fosse anunciada a lista completa dos votados. Segundo o petista, para que os secretários e dirigentes estaduais saibam como são vistos pelo Parlamento. A atitude de Rangel acordou a oposição, que deu início às provocações, do tipo: ‘Olha a vendetta do deputado Paulo Rangel’, afirmou o deputado Targino Machado (PSC), ‘o deputado Paulo Rangel prestou hoje um serviço à democracia’, disparou.

Aí está o resultado da ‘polêmica’ votacão do Pêmio Dirigente Nota 10:

Dirigentes estaduais:

O pior avaliado no quesito empresa pública foi Julio Rocha, do Inema, nenhum voto, com direito a ressalva ‘irônica’ do presidente do Poder Legislativo; Saulo Pontes, Derba, 8 votos; Davidson Magalhães, Bahiagás, 3; Abelardo Oliveira, Embasa, 3; Paulo Emilio, ADAB, 3; José Vivaldo, CAR, 7; Alexandre Brust, CBPM, 3; Bento Ribeiro, CERB, 7; Milton Villasboas, Conder, 2; Reginato da Rosa, Darc,1; Elionaldo Teles, EBDA, 1, e Emerson Leal, Sudic, 1.

Secretários estaduais:

Otto Alencar, 16 votos; Eduardo Salles, Agricultura, 9; Manoel Vitório, Administração, 1; Nestor Duarte, Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização, 2; Robson Almeida, Comunicação, 2; Wilson Brito, Sedir, 1; Cícero Monteiro, Sedur, 2; Osvaldo Barreto, Educação, 3; Almiro Sena, Justiça, 4; Veralucia Barbosa, Políticas para as Mulheres, 2; Jorge Solla, Saúde, 5; Maurício Barbosa, Segurança, 2; Domingos Leonelli, Turismo, 3 e os dois mais ‘festejados’ no plenário foram os secretários Carlos Brasileiro, Secretaria de Combate a Pobreza; e Paulo Câmara, Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, nota zero.

Vai dar samba na Bahia para o resto da semana e do ano.

Be Sociable, Share!

Comentários

sonia maria pinheiro santos on 27 dezembro, 2011 at 20:19 #

quando será a entrega do pr~emio


Jocèlia Alves on 28 junho, 2012 at 21:02 #

Otto, tenho a maior admiração por vc, afinal de contas vc foi meu primeiro Ortopedista. Meu voto nunca será contra vc apesar de ser Democrata!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • novembro 2011
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930