nov
27

==========================================

Composição: Paul Misraki/Pontal Rios/C. Olivari

La mujer que
Al amor no se asoma
No merece llamarse mujer
Es cual flor que
No esparce su aroma
Como un leño que
No sabe arder
La pasión tiene
Passion has
Un magico idioma
Que con besos
Se debe aprender
Puesto que una mujer
Que no sabe querer
No merece llamarse mujer
Una mujer debe ser
Soñadora coqueta y ardiente
Debe darse al amor
Con frenético ardor
Para ser una mujer
==============================
boa noite!!!

(VHS)


Caminhada 2010: corre que dá tempo
para sambar na Caminhada 2011
======================================

Caminhada do samba

Maria Olívia Soares 

A sexta edição da Caminhada do Samba começa daqui a pouco, das 14h às 20 horas, do Campo Grande até a Praça Castro Alves, no Centro de Salvador. A caminhada abre a alta temporada de eventos na cidade, que, até março do próximo ano, espera receber a visita de 1,8 milhão de turistas nacionais e estrangeiros – 28% do total de turistas no Estado, conforme pesquisa encomendada à Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) pela Secretaria Estadual de Turismo (Setur).

A caminhada é realizada pela União das Entidades de Samba da Bahia (Unesamba) e conta com o apoio da Prefeitura de Salvador. “Como já vínhamos fazendo desde o último dia 31 de outubro, reunimos com todos os órgãos envolvidos para o evento, como a Polícia Militar, Guarda Municipal, Transalvador, Limpurb, Corpo de Bombeiros, Secretaria Municipal de Saúde e a Sesp para darmos o suporte necessário para esta festa que celebra o berço da música baiana: o samba”, disse o presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Claudio Tinoco.

Neste ano, a novidade é a homenagem a Guilherme Simões, fundador do Alerta Geral e da Unesamba. “O evento é aberto ao público, mas, a exemplo do ano passado, foram colocadas à disposição do público 10 mil camisas que foram trocadas por uma lata de leite, explicou o presidente da Unesamba e do bloco Alerta Geral, José Luiz Lopes, mais conhecido como Zé Arerê. “Todo o leite arrecadado será distribuído a 29 instituições de Salvador”, completa o vice-presidente do bloco Vem Sambar e tesoureiro da Unesamba, Nilton Ávila.

Ao todo, nove blocos sairão na caminhada. São eles: Alvorada (Grupo Bambeia), Alerta Geral (Fora da Mídia), Pagode Total (É o tchan), Reduto do Samba (banda de mesmo nome), Proibido proibir (Pagode Versato), Vem Sambar (Movimento), Amor e Paixão (Batifun e Nelson Rufino), Samba Popular (Rito Negão) e Que Felicidade (Filosofia). A tarde de hoje no Centro de Salvador promete, vamos lá e viva o samba.

Maria Olívia Soares, jornalista, é colaboradora do Bahia em Pauta

nov
27
Posted on 27-11-2011
Filed Under (Artigos) by vitor on 27-11-2011


=======================================================
Mãe Stela tem razão. Magnífico Roberto Carlos!

BOM DOMINGO PARA TODOS!!!

(VHS)


Mãe Stela
=====================================================

CRÔNICA/ SABEDORIA

UM REI SACERDOTE QUE CANTA O AMOR

Maria Stella de Azevedo Santos

Na antiguidade, os reis, faraós, enfim, pessoas que tinham como incumbência governar um país, ou até mesmo um império, eram consideradas uma espécie de divindade na Terra, uma vez que a missão que lhes fora dada, de tão importante, fazia delas um escolhido de Deus. Eram reis sacerdotes que, através de inspirações divinas, guiavam seu povo cuidando para que cada um tivesse uma vida material digna, a fim de que pudesse realizar a caminhada espiritual em busca da perfeição. Creio ser também um rei sacerdote o compositor/cantor Roberto Carlos, que no último dia 18 fez de seu show um verdadeiro ambiente de oração, deixando nossas mentes e corações leves, fazendo nascer ou renascer o forte desejo de sermos pessoas melhores e conservarmos o bem que nos foi legado por Deus.

Há pessoas que vinculadas a uma determinada prática religiosa adquirem o “status” de sacerdotes, tendo a responsabilidade de dirigir cultos; há outras, porém, que já nascem sacerdotes e usam o dom que lhes foi dado para com ele transmitir esperança, força e sabedoria. Tal é o caso de Roberto Carlos que com sua fé contamina a todos. Suas músicas têm o poder de fazer com que nos aproximemos do sagrado, mesmo estando fora de um templo. Se a melodia delas eleva nossas almas, as letras nos proporcionam verdadeiras lições para um bem viver. Afinal, “é preciso saber viver”, pois “quem espera que a vida seja feita de ilusão pode até ficar maluco ou morrer na solidão”. Ele nos leva a refletir que o amor deve ser o guia maior de todos os comportamentos, inclusive o sexual, e demonstra ao cantar o sexo de maneira poética a beleza deste ato que, na maioria das vezes, é tratado com vulgaridade.

São belas as mensagens e são belíssimos os exemplos de sensibilidade do cantor em questão, como é o caso da canção feita para sua mãe Lady Laura, que ajuda a todos os filhos a perceberem a importância da presença de uma mãe. Roberto Carlos também nos alerta sobre a necessidade de nos mantermos conectados com o divino: “Olho pro céu e vejo uma nuvem branca que vai passando, olho pra Terra e vejo a multidão que vai caminhando, como essa nuvem branca essa gente não sabe aonde vai, quem saberá dizer o caminho certo é você meu Pai”. Isso é uma verdadeira oração, feita por uma pessoa que não consentiu que os holofotes da fama dessem brilho a seu ego, de modo a ofuscar sua espiritualidade. Uma pessoa humilde que, reconhecendo sua frágil natureza humana, implora a Nossa Senhora sua permanente proteção: “Nossa Senhora me dê a mão, cuida do meu coração, da minha vida, do meu destino, do meu caminho, cuida de mim”. Possuindo uma visão comunitária, de quem entende que a humanidade nada mais é do que uma grande corrente, ele também pede proteção para seus irmãos em Deus: “Grande é a procissão a pedir, a misericórdia, o perdão, a cura do corpo e da alma, a salvação. Pobres pecadores, oh Mãe, tão necessitados de vós, Santa Mãe de Deus tem piedade de nós. De joelhos aos vossos pés, estendei a nós vossas mãos. Rogai por todos nós, vossos filhos, meus irmãos”.

Tudo o que foi dito anteriormente, confirma o título de rei que foi dado pelo povo a
Roberto Carlos, que está sabendo dignificá-lo muito bem. Como o nosso país é uma República, o que faz com que não tenhamos reis como governantes, esperamos que as pessoas eleitas democraticamente, para dirigir os destinos de nosso país, sejam sensíveis para reconhecer que uma tão importante tarefa só pode ter sido inspirada ao povo por uma força “Maior”. Sendo assim, cabe aos governantes lembrar-se que têm por obrigação prestar contas de seus atos não apenas ao povo que os elegeu, mas também a Deus. Se os governantes tem esse dever, por sua vez seus governados devem assumir o compromisso de fortalecê-los em uma corrente de emanações positivas, para que a árdua tarefa que lhes fora confiada possa ser cumprida de maneira que satisfaça a toda uma coletividade. Que os governantes, portanto, consigam ver em cada governado um filho seu e que cada governado enxergue em seu governante um ser humano com sentimentos como ele.

Maria Stella de Azevedo Santos é Iyalorixá do Ilê Axé Opô Afonjá

nov
27
Posted on 27-11-2011
Filed Under (Charges) by vitor on 27-11-2011


=======================================================
Frank, hoje na Notícia (SC)

  • Arquivos

  • novembro 2011
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930